ZLATA IVANKOVIC ( A MÃE DE VICKA)

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

   ZLATA IVANKOVIC   ( A  MÃE DE VICKA)

Zlata gentilmente consentiu em dar esta primeira entrevista ao publico para Fimbar O”Leary

Fimbar = Sinto-me privilegiado  de estar na casa desta família tão especial, a família Ivankovic. Obrigada por ter-me recebido. Sinto sempre que sou bem-vindo quando venho à sua casa.
Zlata = Seja bem-vindo. Demos graças a Deus!

Fimbar= Uma das maiores bênçãos que Deus me concedeu é esta especial amizade que tenho com você, Zlata, com seu marido Pero e com toda a sua belíssima família. Zlata, você  deseja dividir comigo, por favor, alguma coisa de sua vida, antes de casar-se?

Zlata = nasci e vivi a primeira parte da minha vida em Miletina, que uma fração que constitui a paróquia de Medjugorje. Cresci com a minha mãe, que teve somente dois filhos. Era uma família numerosa porque nós três vivíamos junto aos meus avós e meu tio com a sua família.
Tivemos uma vida sobre uma rígida educação pessoal, que compreendia uma oração cotidiana, não faltando jamais a oração matinal e da noite. Minha mãe rezava tanto e ainda agora com 97 anos tem sempre um rosário nas mãos.
Casei-me  numa família também muito religiosa. Também eles rezavam muito. Minha sogra( mãe de Pero) foi uma grande mulher de oração. Rezou até o fim do dia de sua morte e tinha sempre o Rosário nas mãos.


Fimbar= Zlata, que belo exemplo para todas as famílias do mundo. Sobretudo para as famílias onde a oração não existe.
Zlata = Não existe uma bela vida sem a oração; sem a oração em família de verdade, não há um bom modo de viver, para as jovens famílias, para todas as famílias.


Fimbar=é verdade. A importância da oração é uma das coisas que estou aprendendo da Mãe.
Zlata, antes das aparições, antes de 1981, a vida era muito difícil para você principalmente. Os comunistas  aprisionaram  seu marido. E depois que o libertaram, para ele, ficar aqui não era seguro e ele andou a trabalhar na Alemanha. Você ficou com a responsabilidade de fazer crescer e cuidar de 8 filhos pequenos, sem marido. Você e as crianças tiveram que trabalhar duro nos campos, fazendo a colheita do tabaco e da uva para a produção do vinho. A vida foi muito difícil para você, Zlata.

Zlata = Sim, não foi fácil sem o chefe da família. Eu devia prover tudo sem o meu marido. As crianças iam para a escola e eu devia assegurar-me que estavam bem, seja nos estudos religiosos como em todo o resto.E assim fiz quase tudo sem o pai deles.Receberam a primeira comunhão e a Crisma enquanto ele ainda estava fora. Porem eu tive uma maravilhosa ajuda da minha sogra, que ajudou-me a superar  todas as dificuldades.

Fimbar= Sei que nenhuma mãe gosta de  fazer  distinção entre seus filhos, porem podes me dizer se Vicka se distinguia do restante da família, nas suas orações ou de qualquer outro modo?
Zlata = Não posso dizer isto. Nunca pensei e nem vi que Vicka se distinguisse do restante das crianças. Eram todos iguais para mim. Porem Deus a escolheu...


Fimbar= Nos primeiros dias das aparições, voce  tive dificuldade em acreditar que sua filha e os outros jovens viam Nossa Senhora, a Bem-Aventurada Virgem Maria?
Zlata = Não sabia o que dizer. Foi uma surpresa muito grande quando se iniciaram as aparições. Nunca pensamos que uma coisa destas pudesse acontecer a nós. Certo, todos tínhamos duvidas. Na realidade não podíamos imaginar que coisa estava acontecendo. Precisávamos de um tempo para crer e compreender tudo aquilo que estava acontecendo.


Fimbar= certa vez  você  disseque aquilo que ajudou você e os pais dos outros jovens a acreditarem, foi o fato de terem visto a mudança nas crianças; o esplendor em seus olhos; a expressão deles e o entusiasmo quando falavam de Nossa Senhora.
Zlata = Sim, porque as seis crianças  mudaram no momento que compreenderam o que lhes estava acontecendo e isto  nos ajudou a nos darmos conta de que Nossa Senhora estava realmente com eles.


Fimbar= Foi muito difícil para você e para sua família , durante os anos, com milhares de peregrinos (40 milhões), que batiam à sua porta pela manhã, dia e noite. No entanto, você sempre teve muita paciência e amor por nós.
Zlata= penso que sem a ajuda de Deus e do Seu sustento, eu não poderia fazer isto. Sempre tive Deus na minha mente e sentia de sustentar o Seu plano no mundo. Sabia que estava fazendo uma boa coisa, também para mim.


Fimbar= Que bela resposta Zlata! Padre Jozo, certa vez, fez uma inteira homilia sobre sua família, quando celebrava a Santa Missa aqui em Medjugorje. Falou da devoção da família inteira e de como são um bom exemplo para a paróquia de Medjugorje e para todos os peregrinos que aqui vem.
Zlata = Sou muito agradecida ao Padre Jozo, pelo belo modo que falou , porem deixo que sejam os outros a avaliarem o que dizem de nós.


Fimbar = posso fazer-lhe uma última pergunta? O meu cor4ação de despedaça qundo vejo Vicka e a maneira que se comporta  quando leva avante a sua terrível doença e o sofrimento pelas intenções de Nossa Senhora. Certamente como mãe, o seu coração sofre quando vê sua filha sofrer tanto assim.
Zlata = É  um sofrimento para mim vê-la. Porem tenho sempre em mente que é o plano de Deus. Peço a Deus e à Nossa Senhora de tomá-la em Suas mãos e de fazerem dela a sua vontade. Penso que a ajudam da melhor forma possível. Porem aceito o plano que Deus tem para ela.


Fimbar = Quase todo dia Zlata, digo ao menos uma oração pelos videntes e pelas suas famílias. Porem, quando chego á oração por Vicka, fico sempre um pouco incerto de que rezar. E assim rezo pela vontade de Deus e pelo plano da Bem-Aventurada Virgem Maria.
Zlata = Te agradeço por isto!
Fimbar – Obrigada a você, Zlata! Que Deus vos abençoe!

Fonte – livro= Vicka... la sua storia (Fimbar O”Leary)

Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by