Rosa de Saron

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Carta ao Pe. Paulo Ricardo: sobre a heresia e as ignorâncias

Estimado irmão em Cristo Pe. Paulo Ricardo,

É com grande pesar que encontrei um vídeo com tuas palavras sendo difundido nas redes sociais sobre os pronunciamentos do cantor cristão católico Guilherme de Sá da Banda Rosa de Saron durante um programa de televisão.

Sou Bruno Franguelli, tenho 25 anos e sou jesuíta há 9 anos. Acompanho a Banda Rosa de Saron desde os 17 anos de idade. Durante este tempo, tive a oportunidade de conhecer de perto cada um dos integrantes da Banda, e de maneira especial o Guilherme de Sá, pois sou seu amigo e diretor espiritual de sua mãe. Conheço de perto sua difícil trajetória e seu testemunho humano e cristão. Aliás, história que ele mesmo nunca ocultou e fez questão de partilhar com todos os admiradores.

Sim, é realmente com muito pesar que encontrei tuas palavras sendo difundidas nas redes sociais. Palavras que condenam, ferem, matam. É muito triste encontrar um cristão condenando o outro como herege ou ignorante. Heresia não seria isto: condenar um irmão? Ignorância não seria pronunciar-se a respeito de alguém sem conhecer profundamente sua história e o seu coração? E ainda mais triste é saber que não existe a mínima razão para que ele seja tratado desta maneira. Qualquer lúcido teólogo elogiaria as belas palavras de acolhida, diálogo e amor que saíram da boca do Guilherme de Sá.

É heresia respeitar outras religiões e crenças? É errado reconhecer que Jesus veio para todos e há sinas do Deus vivo em realidades que desconhecemos? Não é verdade que há cristãos fanáticos “bitolados” que desejam fazer da Igreja um reduto de perfeitos, salvos e não uma Igreja boa “Samaritana” que vai ao encontro do diferente e elogia a fé dos “pagãos” assim como seu Fundador o fez? Fazer uma analogia entre Francisco e João Paulo II significa desrespeitar e esquecer Bento XVI? Onde está o erro?

Pe. Paulo Ricardo, este “sujeito” que o senhor menciona, chama de herege ou ignorante, é um irmão que eu e milhares de jovens católicos, protestantes e sem religião amamos e estimamos.  Sim, escrevo em nome de muitos rostos que foram e continuam sendo transfigurados pelo trabalho evangelizador do Guilherme de Sá e de toda a Banda Rosa de Saron. Rostos que encontraram na beleza da poesia de suas canções um reflexo do amor de Deus. É a Rosa de Saron que nasceu em nossos desertos existenciais

Teu pronunciamento pode até ser válido pelo direito que te confere a liberdade de expressão, mas talvez tuas palavras estejam um pouco diferentes daquelas amáveis, acolhedoras e nunca excludentes que foram pronunciadas pelo Nazareno. E atitude bem diferente dAquele que jamais condenou alguém por heresia e sim por hipocrisia.

Com respeito humano e cristão:

Bruno Franguelli,sj
 FONTE: http://brunojesuita.wix.com/escritos/apps/blog/carta-ao-pe-paulo-ricardo-sobre-a

 NO FACEBBOK DA BANDA ROSA DE SARON, ENCONTRAMOS A SEGUINTE RESPOSTA:

Resposta sobre acusações que estamos sofrendo

Nesse 25 anos de existência do Rosa de Saron, nos acostumamos a, desde o primeiro dia, sofrer críticas das mais diversas.
A muito tempo atras, tomamos a decisão de não desperdiçar tempo e energia em responder essas críticas, tempo e energia que seriam mais frutíferos se investidos na evangelização.
Porém, sofrer acusão de heresia, é algo sério. Em outros tempos pessoas eram queimadas por causa disso.
Em nossa defesa, poderíamos partir para o discurso fácil de que sofremos perseguições por causa do evangelho. Não, não faremos isso. Poderíamos usar a prerrogativa do ataque pessoal ao responsável por essa acusação, existe material VASTO para isso, mas seria uma atitude covarde.
Nos limitamos a afirmar: Não, não somos hereges. Em nossa defesa usamos um documento oficial da Igreja.

CARTA ENCÍCLICA
REDEMPTORIS MISSIO
DO SUMO PONTÍFICE
JOÃO PAULO II

A salvação é oferecida a todos os homens
10. A universalidade da salvação em Cristo não significa que ela se destina apenas àqueles que, de maneira explícita, crêem em Cristo e entraram na Igreja. Se é destinada a todos, a salvação deve ser posta concretamente à disposição de todos. É evidente, porém, que, hoje como no passado, muitos homens não têm a possibilidade de conhecer ou aceitar a revelação do Evangelho, e de entrar na Igreja. Vivem em condições socio-culturais que o não permitem, e frequentemente foram educados noutras tradições religiosas. Para eles, a salvação de Cristo torna-se acessível em virtude de uma graça que, embora dotada de uma misteriosa relação com a Igreja, todavia não os introduz formalmente nela, mas ilumina convenientemente a sua situação interior e ambiental. Esta graça provém de Cristo, é fruto do Seu sacrifício e é comunicada pelo Espírito Santo: ela permite a cada um alcançar a salvação, com a sua livre colaboração.
Por isso o Concílio, após afirmar a dimensão central do Mistério Pascal, diz: « isto não vale apenas para aqueles que crêem em Cristo, mas para todos os homens de boa vontade, no coração dos quais opera invisivelmente a graça. Na verdade, se Cristo morreu por todos e a vocação última do homem é realmente uma só, isto é, a divina, nós devemos acreditar que o Espírito Santo oferece a todos, de um modo que só Deus conhece, a possibilidade de serem associados ao Mistério Pascal ».
Fonte: Site do Vaticano http://www.vatican.va/holy_father/john_paul_ii/encyclicals/documents/hf_jp-ii_enc_07121990_redemptoris-missio_po.html

No caso de dúvidas de interpretação, pegue o que foi realmente dito no programa (não da forma distorcida e induzida que está sendo apresentada) e leve para seu padre, ele confirmará que a não existência da dita heresia.
Por fim, lamentamos não apenas o que foi dito pelo acusador, mas a maneira nada fraterna como foi feita. Em nenhum momento fomos procurados para uma possível correção, foi preferido o caminho de se "jogar na internet " semeando contendas, num caminho totalmente contra corrente de tudo que o Papa Francisco deixou como mensagem na visita que nos fez.

Palavras do discurso do Papa Francisco na Santa Missa com os Bispos da XXVIII JMJ e com os Sacerdotes, os Religiosos e os Seminaristas na Catedral de São Sebastião

"O encontro e o acolhimento de todos, a solidariedade e a fraternidade são os elementos que tornam a nossa civilização verdadeiramente humana."
"Temos de ser servidores da comunhão e da cultura do encontro. Permitam-me dizer: deveríamos ser quase obsessivos neste aspecto! Não queremos ser presunçosos, impondo as “nossas verdades”. O que nos guia é a certeza humilde e feliz de quem foi encontrado, alcançado e transformado pela Verdade que é Cristo, e não pode deixar de anunciá-la (cf. Lc 24, 13-35).
Dessa forma, de nossa parte encerramos de forma definitiva esse assunto. Sigamos em frente, há muito a ser feito pela causa do reino. .
"Ainda estamos juntos aqui"

Compartilhe este artigo, evangelize! :

7 comentários:

  1. Converta-se a Cristo e a Igreja irmão, Você não conhece Jesus Cristo, conheceu-O através da heresia da libertação?

    ResponderExcluir
  2. particulamente a banda Rosa de Saron nunca foi instrumento de conversão para mim e nem para um irmão que eu conheça, parece uma banda comum,apesar de respeitar sua maneira de " evangelizar " eu prefiro ficar com os que falam claramente e explicitamente de jesus, precisamos fazer a diferença neste mundo, acredito que eles estejam sentidos com a declaração do pe. Paulo Ricardo mas neste momento é preciso aceitar as criticas pois não da para representar a igreja sem ter convicção do que está falando, não gostei do termo católico bitolado acho isso falta de amor a quem vive intimamente os ensinamentos de Deus e da Igreja, a pessoa ou é quente ou é fria pq o morno Deus vomita, nos tempos de hoje não da p viver uma fé de aparências, principalmente pessoas que assumem a missão de estar a frente da igreja como representantes, sejam mas firmes sejam mas evangelizadores talvez vocês ganhem menos dinheiros mas com certeza vão ganhar mas almas para Deus, da próxima vez esses programas de tv de grande audiência deveriam chamar pessoas que representariam de maneira arrebatadora a Igreja de Deus, por exemplo o pe.Paulo Ricardo, Pe. José augusto, Dunga e tantos outros que falam claramente ou tudo ou nada, mas sabe pq isso não acontece ? pq gente demais ia ser convertida e isso o inimigo não quer...

    ResponderExcluir
  3. O Pe. Paulo Ricardo está certíssimo! Infeliz a fala do vocalista do Rosa de Saron. Essa questão do fora da Igreja não há salvação deve ser bem compreendida, mas é verdade de fé.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Padre Paulo Ricardo

    Engraçado , que este cidadão , vocalista da banda , pode chamar católicos (segundo seu JULGAMENTO) de fanáticos , mas não admite ser julgado . Engraçado , dois pesos e duas medidas . "Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores." (Mt VII,15) . E não adianta querer manipular o que ensina a Santa Igreja :


    CATECISMO - 2092. Há duas espécies de presunção: o homem ou presume das suas capacidades (esperando poder salvar-se sem a ajuda do Alto), ou presume da omnipotência ou misericórdia divinas (esperando obter o perdão sem se converter, e a glória sem a merecer"





    ".....nesta mãe Igreja que cresce, cresce, com novos filhos aos quais dá a identidade de fé. Não se pode acreditar em Jesus sem a Igreja, di-lo o próprio Jesus” - PAPA FRANCISCO ,Cidade do Vaticano, 23 abr 2013 (Ecclesia)

    ".....Não que haja outro evangelho, mas algumas pessoas vos estão perturbando e querendo mudar o evangelho de Cristo . Pois bem, mesmo que nós ou um anjo vindo do céu vos pregasse um evangelho diferente daquele que vos pregamos, seja excomungado . Como já dissemos e agora repito: Se alguém vos pregar um evangelho diferente daquele que recebestes, SEJA EXCOMUNGADO . Será que estou buscando a aprovação dos homens ou a aprovação de Deus? Ou estou procurando agradar aos homens? Se eu ainda estivesse preocupado em agradar aos homens, não seria servo de Cristo" - (Início da Carta de São Paulo aos Gálatas:Gl 1,1-2.6-10)

    ".....O verdadeiro ecumenismo, a verdadeira caridade com os que estão no erro, é mostrar-lhes a verdade plena, e rezar por eles – não “com” eles – para que se convertam à verdadeira fé...(SÃO Pio X - PAPA)

    ".....Dado que a fé é uma só, deve-se confessar em toda a sua pureza e integridade. Precisamente porque todos os artigos da fé estão unitariamente ligados, negar um deles — mesmo dos que possam parecer menos importantes — equivale a danificar o todo" - (PAPA FRANCISCO - LUMEN FIDEI , 48)

    “.....Porque tudo o que se refere à interpretação da Sagrada Escritura está submetido, em última instância, à Igreja, que tem o mandato e o ministério divino de conservar e de interpretar a palavra de Deus. [...] A interpretação das Sagradas Escrituras não pode ser somente um trabalho científico individual, mas sempre deve ser confrontada, inserida e autenticada com a tradição viva da Igreja. Esta norma é decisiva para precisar a relação correta e recíproca entre a exegese e o Magistério da Igreja. Os textos inspirados por Deus foram confiados à Comunidade dos crentes, à Igreja de Cristo, para alimentar a fé e guiar a vida da caridade” – Papa Francisco, obviamente repetindo a Doutrina Católica tradicional sobre o assunto, in “- (Papa Francesco alla Pontificia Commissione Biblica, 12 aprile 2013)


    ".....Não podemos esquecer que a Igreja é muito mais do que um caminho de salvação: é o único caminho. Ora isto não foi inventado pelos homens, mas foi Cristo quem assim dispôs: o que crer e for batizado, será salvo; o que, porém, não crer, será condenado. Por isso se afirma que a Igreja é necessária, com necessidade de meio, para nos salvarmos. Já no século II Orígenes escrevia: se alguém quer salvar-se, venha a esta casa, para que possa consegui-lo… Que ninguém se engane a si mesmo: fora desta casa, isto é, fora da Igreja, ninguém se salva. E S. Cipriano: se alguém tivesse escapado (do dilúvio) fora da arca de Noé, então poderíamos admitir que quem abandona a Igreja pode escapar da condenação" - (FONTE :São Josemaría Escrivá , “Amar a Igreja”, cap. 2, 24)

    E para finalizar , para não me estender muito mais : CATECISMO 846 : "FORA DA IGREJA CATÓLICA , NÃO HÁ SALVAÇÃO"

    ResponderExcluir
  5. Quando vi esse moço falando isso me deu a maior vergonha. Obrigado Pe Paulo Ricardo.

    ResponderExcluir
  6. Além de falarem bobagens na TV ainda se dão o direito de responderem, deveriam é se arrepender e se retratarem do que disseram. Essa banda calada é profeta. Padre Paulo Ricardo vc está certo! que pena que há tão poucos sacerdotes como o Senhor.

    ResponderExcluir
  7. Muitas das vezes não sabemos se as letras das musicas da Banda Rosa de Saron se dirigem a Deus ou a alguém. Não são explícitas. Com certeza para atraírem as pessoas. Com isso não evangelizam. O Padre Paulo Ricardo está certo. Este Guilherme, vocalista, deveria estudar um pouco mais a doutrina da Igreja Católica.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by