Tradionalistas desobedientes a Igreja

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

 
Alguns tradicionalistas, que são o extremo oposto dos modernistas, recorrem ao exemplo de São Paulo Apóstolo, que segundo consta em Gálatas 2,11ss, resistiu em face à Pedro, para justificar a desobediência ao Papa e a seu Magistério, que é infalível.

                  Um Digníssimo Sacerdote me observou que "São Paulo não desobedeceu à São Pedro, nem contestou a nenhum de seus ensinamentos, mas apenas observou-lhe que sua "atitude" poderia favorecer os cristãos judaizantes.  Foi atitude, não ensinamento que S. Paulo contestou."
                   Mas deveríamos de ver também os reais significados das ações e dos termos "resistir" e "contestar" na cultura da época. São Paulo não agiu como um desobediente, nem como um contestador, mas como alguém que observa, um admoestador, ação que na época não era entendida nem recebida como rebeldia, mas como serviço ou a mais pura defesa da Autoridade.
                  O Magistério do Papa é infalível sempre, e não somente quando ele usa pronunciar-se Ex- Cátedra.
                   Ele pronuncia-se Ex-Cátedra somente para obrigar à fé a todos os Católicos, para dirimir questões difíceis, como por exemplo solucionar erros.
                    O Magistério Ordinário do Papa é sempre infalível, sempre assitido pelo Espírito Santo, e pronuncia-se Ex-Cátedra (recorre ao Magistério Extraordinário) para obrigar à fé certas questões contestadas do Magistério Ordinário.
                    Assim, Bento XVI ensina, infalivelmente, em seu Magistério Ordinário, a hermenêutica da continuidade, se seus ensinamentos dentro de um determinado período não forem acatados, será obrigado a usar do Magistério Extraordinário para confirmar os ensinamentos de seu Magistério Ordinário, o que esperamos que isso aconteça brevemente. Assim, Bento XVI ensina Ordinariamente a Hermenêutica da Continuidade, mas se os Tradicionalistas e os Modernistas insistirem na Descontinuidade ou na Ruptura, ele, ou outro que lhe suceda, se verá obrigado a apelar para  o Magistério Extraordinário para definir essa questão.
                    O Concílio Vaticano II deve ser aceito como é ensinado pelo Papa Bento XVI, infalível mesmo quando ensina ordinariamente.
                    São Paulo quando exortou a Pedro, não o fez com espírito de desobediência, nem com ameaça de cisma, mas o fez como um Conselheiro, e foi julgado por Pedro digno de crédito, razão pela qual São Pedro concordou com São Paulo e foi resolvida a questão daquela época.
                    Mas hoje a questão é diferente, os tradicionalistas não obedecem ao Papa, e tomaram uma atitude cismática, os modernistas não obedecem ao Papa e permanecem numa atitude de completa indiferença, desconsiderando todos os ensinamentos e ordens do Papa.
                    A grande diferença é que o Papa não está concordando com os tradicionalistas, ao passo que concordou com São Paulo.
                    O mesmo Espírito que levou Cefas a concordar com Paulo, levou Bento XVI a discordar dos tradicionalistas.
                     É o Espírito Santo que através de Bento XVI ensina a Hermenêutica da Continuidade, que resolve todas as questões e controvérsias, e é a única solução para a crise hodierna, e que encontram eco na doutrina de São João da Cruz e no exemplo de São Frei Pio de Pietralcina que celebrou a última Missa de sua vida segundo o Novus Ordo promulgado por ordem do Papa Paulo VI.
                    São Frei Pio de Pietralcina que submeteu-se ao Novus Ordo, certamente submeter-se-ia hoje ao Magistério do Papa Bento XVI, razão pela qual a Providência Divina nos deixou o legado de seu santo exemplo, permitindo inclusive que fosse filmada a última Missa deste grande Santo do século XX.
                     Será preciso recorrer ao Magistério Extraordinário para se acatar esta doutrina???!!!
                     São Frei Pio de Pietralcina, ora pro nobis Deo!
                      In Iesu.
Compartilhe este artigo, evangelize! :

Um comentário:

  1. Questão muito séria e delicada

    A única forma de não cair no erro , é obediência total ao Santo Padre , mesmo não compreendendo e entendo algumas situações perfeitamente
    OBEDIÊNCIA , a única meneira de não cair no erro

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by