Testemunho de Marija no dia 20.05.2012

terça-feira, 5 de junho de 2012



“Dentro do meu coração existe a esperança de que vocês se tornem aquele fermento de que falava Jesus, aquele sal e aquela luz”. 

Assim começa o testemunho de Marija Pavlovic, vidente de Medjugorje, no encontro realizado em Rho, próximo a Milão, Itália, no dia 20 de maio passado. Diante de nada menos que 15.000 pessoas, Marija continuou, dizendo: 

“Porque este mundo precisa de Deus. Precisa de nós. Como disse Nossa Senhora: ‘desejo que vocês se tornem as minhas mãos estendidas...’, eu desejo agradecer-lhes como diz Nossa Senhora: ‘obrigada por terem respondido ao meu chamado’. Com o meu testemunho, quero aproximá-los daquilo que mudou a nossa vida. É Ela, a culpa é Sua (indicando a estátua de Nossa Senhora ali pertinho)... Ela nos permitiu que A seguíssemos, que A amássemos e colocássemos em prática aquilo que nos dizia... E agradecemos ao bom Deus por este dom (as aparições): pode ser que, como aconteceu com Jacov,  hoje ou amanhã seja o último dia. Em relação a esta graça que vivo diariamente, pode ser que esta noite Nossa Senhora diga: ‘Amanhã será o último dia’... Mas hoje Ela irá aparecer e nós todos rezaremos com Ela por aquilo que temos no coração. Pelos nossos doentes, os que estão em desespero, os distantes, os que não creem, não amam. Os que não têm Deus e não têm esperança. Aqueles que sofrem pelos filhos... nós estamos aqui porque acreditamos que a nossa oração pode chegar até os corações mais endurecidos...” 

“Aqui chegando, encontrei um homem que disse: ‘Agradeça a Nossa Senhora, porque eu estava com câncer. Hoje não tenho mais nada. O câncer desapareceu...’. Todos nós podemos dizer que, através de Nossa Senhora, Deus tocou o nosso coração. Quantas vezes sentimos a presença de Deus em nossa vida, na alegria, na dor, no sofrimento, na graça... Deus está aqui em meio a nós e opera... e com o nosso testemunho ajudamos as pessoas. Como aquela vez em que um motorista praguejava sempre: ‘Em Medjugorje? Terra santa? Não é possível!’ Falei-lhe seriamente: ‘Não mais! Nunca mais pragueje!’... E ele disse: ‘É um hábito’. Em lugar de maldizer, abençoe, Deus te abençoe, Deus te abençoe muito! E este motorista, que levava ajudas humanitárias, mudou completamente de vida.” 

“Muitas vezes eu vejo que as pessoas gostariam de se aproximar de mim, e um sacerdote me disse: ‘Diga que está gripada, assim ao menos não a beijamos!’. Todos querem abraçar-nos, tocar-nos, beijar-nos... e ele me disse: ‘Você deve proteger-se!’. Mas mentir é pecado. Por outro lado, vejo que nós somos, para vocês, um sinal do Amor de Deus, de Nossa Senhora. Sim, muitas vezes devemos bradar: ‘Não tirem fotografias! Não é importante. Existem muitas fotografias!’. Mas me recordo de Madre Teresa, que também não gostava de fotografias e dizia: ‘Jesus, faço um pacto contigo: para cada fotografia, uma alma do purgatório irá direto para o céu!’. E também eu faço assim, mesmo não sendo Santa Madre Teresa... Essas pequenas coisas são importantes... Como quando encontro uma mãe e lhe dou de presente uma medalha milagrosa, com os votos de que Nossa Senhora lhe faça um milagre. Chama-se milagrosa porque fez muitos milagres: um a mais, um a menos!!...” 

“Nossa Senhora disse: ‘Sem Deus vocês não terão futuro nem vida eterna’. Estamos criando hoje um mundo sem Deus. Estamos criando hoje um mundo terrível, descartável. Amizades descartáveis. Casamentos descartáveis. Sacerdotes descartáveis. Tudo! Nós temos agora uma cultura descartável! As nossas escolas não querem mais Deus, tiramos as cruzes porque somos livres, mas quem sabe o que procuramos. Eu me lembro... Na Croácia tínhamos tido um presidente que havia feito a consagração a Nossa Senhora. Uma alegria imensa. Depois da guerra, disseram que aquele presidente era democrático demais. ‘Ele quer ser padrinho de cada décimo filho! É que quer um monte de filhos!’... Disseram que não queriam mais um presidente assim, porque é muito católico, muito democrático, muito apaixonado por sua terra. Precisamos de um liberal, alguém que seja moderno. E o encontraram: ex-comunista, um homem que acreditava na nova era. Depois, o avião presidencial, em lugar de levá-lo a Medjugorje, levou-o a um guru, na Índia!” 

“Nossa Senhora disse: ‘Não é da vontade de Deus o que vocês estão fazendo. Voltem para Deus, vivam Seus mandamentos’. Quantos de nós gostamos de ir à igreja para depois falar do pároco... ‘Se vocês forem santos e rezarem pelo seu pároco, ele pode tornar-se santo: depende de vocês’. Disseram-nos que todos os sacerdotes são pedófilos. Não, não é assim! Nossa Senhora está preparando uma nova, a Sua era! Este é o tempo de Maria! E depende de mim e de você proteger os nossos sacerdotes, a nossa igreja, Cristo. Aquele que em Milão, faz pouco tempo, ofenderam com aquela peça de teatro obscena! Nós devemos proteger Jesus... A poucos dias do encontro com Bento XVI aqui nesta diocese (o Encontro Mundial com as Famílias), nós queremos dizer: ‘Estamos com ele! E rezamos para que este encontro com as famílias seja uma bomba atômica de amor’.”

“Ano passado conheci um médico de um importante hospital da Lombardia que me disse: ‘Eu sou abortista, mas sou um abortista que protege as meninas de quinze ou dezesseis anos de todos os açougueiros que não sabem fazer bem o aborto’. Mas eu lhe disse: ‘O que você acha que está dentro daquelas meninas grávidas, um rato? Um gato? Um coelho? Ou um ser humano?’. Pensem em Bocelli: haviam aconselhado sua mãe a abortar, porque ele não seria normal. Hoje, quando ouvimos Bocelli, nosso coração se abre quando ele canta a Ave-Maria. Digam-me se não é assim! Ou se a mãe de Vicka tivesse dito: ‘Chega, já tenho quatro filhos!’, não teríamos a vidente Vicka, que abraça e beija a todos, que é a alegria de Deus. Certo? E quem sabe quantos outros”. 

“Eu desejo convidá-los: ‘Votem à oração, voltem ao jejum’, porque Jesus disse que certos espíritos malignos só podem ser expulsos com a oração e com o jejum. Existe o bem, existe também o mal. O diabo existe, mas também existe a santidade, também existe Deus e nós escolhemos viver nossa vida junto com Nossa Senhora, nós escolhemos que cada dia seja dedicado a Deus. Tudo que fazemos queremos fazê-lo em nome de Jesus, para que Ele possa usar-nos como Seus instrumentos, para que Ele possa usar-nos para criar um mundo novo, para que a nossa vida se torne um sinal para esta humanidade, que é pobre e necessitada. Então, entreguemo-nos de todo coração à oração, para que Nosso Senhor nos dê a força de mudar a nossa vida, renunciar a todo o mal, a todo o ódio, a tudo aquilo que é pecado... para que nos tornemos aquele fermento, aquele sal, aquela luz para este mundo que tem necessidade de Deus, tem necessidade de que nos tornemos Suas testemunhas, de que nos tornemos as Suas mãos estendidas. Assim seja e obrigada.”
Traduzido do italiano para o português por Tania
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by