Mãe, quando eu crescer quero ser como meu super-herói... gay!

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Já dizia meu maravilhoso professor de psicologia e semiótica Dr. Paulo Vasconcelos: - O mundo é gay!!! Ouvi isso pela primeira vez em 1996...
Ontem aconteceu a parada gay em São Paulo, quem assistiu ao noticiário pode acompanhar a multidão de pessoas fazendo uma passeata na Av. Paulista, pode ver inúmeras famílias levando seus filhos para se divertir e começar desde cedo a conhecer e a lidar com a “diversidade”.

Creio que nunca na história tínhamos convivido com tantas palavras expressando a nossa necessidade de diversidade, hoje convivemos com essas palavras inúmeras vezes ao dia, ouvimos e dizemos: diversidade, pluralidade cultural, variedade, multiplicidade, diferenças, diferentes ângulos de visão, diversidade sexual, biodiversidade... e, com isso surge a necessidade de vivenciarmos algumas palavras, sentimentos como: tolerância, antirracismo, paciência, respeito.

Respeito!!! Sentimento profundo e fácil de vivermos... porém hoje eu questiono um pouco essa condição, pois me sinto muitas vezes desrespeitada por tantas coisas. Geralmente começa em casa, perdemos o respeito com o próximo por coisas em gerais simples, usamos palavrões quando falamos algo que o outro não quer ouvir, gritamos – pois estamos tão distantes do coração daquela pessoa que talvez a voz alta resolva, batemos a porta enquanto o outro fala, olhamos para a pessoa que está falando e fazemos um sinal com a mão que quer dizer: - Você fala de mais, chega!!!, ignoramos a pessoa,... isso acontece na sua casa?

Bem, assim começa o desrespeito na família e o mesmo invade o mundo fora do nosso lar e, é daí pra pior, por isso tantas mortes no trânsito, tantas brigas nas ruas, tantas famílias desunidas e separadas...

Mas creio que a forma que estamos conduzindo as coisas não está correta, eu posso passar por uma pessoa homofóbica por demonstrar insatisfação de ver um casal gay se beijando na rua, ao meu lado no shopping, na porta da minha casa, e isso é certo?

Eu tenho amigos homossexuais, já trabalhei com homossexual, já contratei homossexual e semper me respeitaram, e meus amigos, pessoas próximas sabem que eu faço a maior campanha para que todos vivam bem e se respeitem, mas eu não gosto de ver um casal homossexual se beijando, por exemplo. É disso que eu estou falando... precisamos repensar algumas coisas e encontrar o equilíbrio. Eu quero ser respeitada também!!!

Sou uma pessoa muito diferente do que o mundo prega hoje - sou reservada; não aguento o uso abusivo das redes sociais repletas de narcisistas; odeio falar da vida dos outros e odeio mais ainda que falem da minha; sou loucamente apaixonada por privacidade; não permito que qualquer pessoa entre em minha vida, em meu lar “simplesmente porque hoje é assim e vamos ser assim também”; não tenho mil amigos, nem mil colegas – odeio quantidade, busco qualidade;...não suporto a globo e afins; odeio novela e reality shows; não passo 10 horas na frente da tv; não aguento ler Contigo, Caras...; não tolero fofocas ou falar mal dos outros; sou loucamente apaixonada por fazer o bem; sou fiel aos meus princípios, minha moral, minha ética, minha fé/religião; não tenho paciência para o senso comum...

E busco ser respeitada por ser assim e viver assim, não posso aceitar viver sem o que é importante pra mim, porque outros estão querendo que eu aceite e viva de determinado jeito? Por que estão impondo o homossexualismo? Por que as coisas não fluem naturalmente e com respeito? Afinal todos nós podemos conviver com nossas diferenças e não com imposições.

Graças ao Obama e sua campanha eleitoral a favor do casamento gay a indústria de historias em quadrinhos vai se modernizar, os tempos mudaram e agora alguns super-heróis serão gays...Lanterna verde é o mais novo super-herói gay, o personagem, que apareceu nos quadrinhos pela primeira vez em 1940, reapareceu como gay no segundo número da HQ "Earth 2" (Terra 2), já lançado nos EUA.

E tem mais, agora teremos um casamento gay nos quadrinhos: “E para tornar as coisas mais chocantes, a Marvel, agora de propriedade da Disney, seguido DC Comics anunciou uma surpresa. Northstar, primeiro herói da Marvel, abertamente gay, vai se casar com seu namorado na edição atual de "Astonishing X-Men." Este é o primeiro casamento do mesmo sexo de super-herói de quadrinhos. Em "Astonishing X-Men 50, que bateu prateleiras da loja de quadrinhos quarta-feira, Northstar propõe ao seu namorado, Kyle, um companheiro entusiasta dos esportes de neve que não possui nenhum superpoderes." O casal vai selar o acordo na edição de lançamento 51, programado para 20 de junho. "A história de Northstar e Kyle é universal, e no centro de tudo que eu escrevo: um poderoso amor entre duas pessoas que têm que lutar por ela contra todas as probabilidades", disse o X-Men escritor de quadrinhos Marjorie Liu em um comunicado.”
E agora pais? O que vamos fazer? Como vamos lidar com a diversidade? Vamos continuar a levar nossos filhos de colo, em formação a participar de eventos como a parada gay?

Como educar seu filho a não seguir os passos de seu super-herói?

Viva a diversidade, respeitando e amando o próximo, mas não aceitando o que é errado.

Estamos rezando pouco!!! Não estamos jejuando o suficiente!!!

Seja feliz, lutando pelos seus princípios, respeitando o próximo e se respeitando.




Fonte - http://www.bleedingcool.com/2012/05/24/one-million-bigots-targets-marvel-and-dc-comics-over-gay-characters/
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by