Sábado III Semana do Tempo Comum

sábado, 28 de janeiro de 2012




São Tomás de Aquino LAUDES

V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino


Doutor eterno, vos louvamos, Cristo,
que revelais a salvação aos povos.
Só vós, Senhor, tendes palavras vivas
que nos dão vida e geram homens novos.

Nós proclamamos, Bom pastor do orbe,
que vós, do alto, confirmais a Esposa
e suas palavras, pelas quais, constante,
está no mundo como luz radiosa.

Também nos destes refulgentes servos,
que resplandecem como estrelas de ouro,
e nos explicam a doutrina santa
da vida eterna, singular tesouro.

Por isso, ó Mestre, a vossa glória soa,
pois dos doutores pela voz nos dais
maravilhosos bens do Santo Espírito,
mostrando a luz com que no céu brilhais.

Implore o justo, celebrado agora,
que o vosso povo posa andar também
pelos caminhos de uma luz crescente,
até vos ver na plena luz. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Vós sois a luz do mundo.
Não se pode esconder uma cidade situada
sobre o cimo da montanha. Aleluia.

Salmo 62 (63), 2-9.

Sede de Deus
Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)

— 2Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!*
Desde a aurora ansioso vos busco!
= A minh'alma tem sede de vós,+
minha carne também vos deseja,*
como terra sedenta e sem água!

— 3Venho, assim, contemplar-vos no templo,*
para ver vossa glória e poder.
— 4Vosso amor vale mais do que a vida:*
e por isso meus lábios vos louvam.

— 5Quero, pois, vos louvar pela vida,*
e elevar para vós minhas mãos!
— 6A minh'alma será saciada,*
como em grande banquete de festa;
— cantará a alegria em meus lábios,*
ao cantar para vós meu louvor!

- 7Penso em vós no meu leito, de noite,*
nas vigílias suspiro por vós!
— 8Para mim fostes sempre um socorro;*
de vossas asas à sombra eu exulto!
— 9Minha alma se agarra em vós;*
com poder vossa mão me sustenta.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Vós sois a luz do mundo.
Não se pode esconder uma cidade situada
sobre o cimo da montanha. Aleluia.

Ant. 2 Brilhe aos homens vossa luz;
vendo eles vossas obras,
dêem glória ao Pai celeste. Aleluia.

No cânticos que se segue o refrão entre parênteses é opcional.

Cântico Dn 3,57-88.56

Louvor das criaturas ao Senhor
Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

- 57Obras do Senhor, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 58Céus, bendizei o Senhor!
59Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Ou
R. A ele glória e louvor eternamente)

- 60Águas do alto céu, bendizei o Senhor!*
61Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
- 62Lua e sol, bendizei o Senhor!*
63Astros e estrelas bendizei o Senhor!
(R.)
- 64Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!*
65Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
- 66Fogo e calor, bendizei o Senhor!*
67Frio e ardor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 68Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!*
69Geada e frio, bendizei o Senhor!
- 70Gelos e neves, bendizei o Senhor!*
71Noites e dias, bendizei o Senhor!
(R.)
- 72Luzes e trevas, bendizei o Senhor!*
73Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
-74Ilhas e terra, bendizei ao Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- 75Montes e colinas, bendizei o Senhor!*
76Plantas da terra, bendizei o Senhor!
- 77Mares e rios, bendizei o Senhor!*
78Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!
(R.)
- 79Baleias e peixes, bendizei o Senhor!*
80Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
- 81Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!*
82Filhos dos homens, bendizei o Senhor!
(R.)
- 83Filhos de Israel, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 84Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!*
85Servos do Senhor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 86Almas dos justos, bendizei o Senhor!*
87Santos e humildes, bendizei o Senhor!
- 88Jovens Misael,Ananias e Azarias, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo*
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
- 56Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!*
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

(R.)
No fim deste cântico não se diz Glória ao Pai

Ant. Brilhe aos homens vossa luz;
vendo eles vossas obras,
dêem glória ao Pai celeste. Aleluia.

Ant. 3 A palavra do Senhor é viva e eficaz;
é cortante e penetrante como espada de dois gumes. Aleluia.

Salmo 149

A alegria e o louvor dos santos
Os filhos da Igreja, novo povo de Deus, se alegrem no seu Rei Cristo Jesus (Hesíquio)

— 1Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*
e o seu louvor na assembléia dos fiéis!
— 2Alegre-se Israel em quem o fez,*
e Sião se rejubile no seu Rei!
— 3Com danças glorifiquem o seu nome,*
toquem harpa e tambor em sua honra!

— 4Porque, de fato, o Senhor ama seu povo*
e coroa com vitória os seus humildes.
— 5Exultem os fiéis por sua glória,*
e cantando se levantem de seus leitos,
— 6com louvores do Senhor em sua boca*
e espadas de dois gumes em sua mão,

— 7para exercer sua vingança entre as nações,*
e infligir o seu castigo entre os povos,
— 8colocando nas algemas os seus reis,*
e seus nobres entre ferros e correntes,
— 9para aplicar-lhes a sentença já escrita:*
Eis a glória para todos os seus santos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. A palavra do Senhor é viva e eficaz;
é cortante e penetrante como espada de dois gumes. Aleluia.

Leitura breve Sb 7,13-14

Aprendi a Sabedoria sem maldade e reparto-a sem inveja; não escondo a sua riqueza. É um
tesouro inesgotável para os homens; os que a adquirem atraem a amizade de Deus, porque
recomendados pelos dons da instrução.

Responsório breve

R. Que os povos da terra proclamem
* A sabedoria dos santos. R. Que os povos.
V. E a Igreja anuncie, cantando,
os louvores que eles merecem. * A sabedoria...
Glória ao Pai. R. Que os povos.

CÂNTICO EVANGÉLICO(BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. Ó Senhor, sede bendito!
Santo Tomás, por vosso amor,
dedicou-se ao estudo, à oração e ao trabalho.
O Messias e seu Precursor

–68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *
porque a seu povo visitou e libertou;
–69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor,

–70 como falara pela boca de seus santos, *
os profetas desde os tempos mais antigos,
–71 para salvar-nos do poder dos inimigos *
e da mão de todos quantos nos odeiam.

–72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *
recordando a sua santa Aliança
–73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *
de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo,
= a ele nós sirvamos sem temor †
75 em santidade e em justiça diante dele, *
enquanto perdurarem nossos dias.

=76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †
pois irás andando à frente do Senhor *
para aplainar e preparar os seus caminhos,
–77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados;

–78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,
–79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
= e na sombra da morte estão sentados
e para dirigir os nossos passos, *
guiando-os no caminho da paz.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Ó Senhor, sede bendito!
Santo Tomás, por vosso amor,
dedicou-se ao estudo, à oração e ao trabalho.
Preces

Agradeçamos a Cristo, o bom Pastor que deu a vida por suas ovelhas; e lhe peçamos:

R. Apascentai, Senhor, o vosso rebanho!

Cristo, quisestes mostrar vosso amor e misericórdia nos santos pastores;
– por meio deles, sede sempre misericordioso para conosco. R.

Através dos vossos representantes na terra, continuais a ser o Pastor das nossas almas;
– não vos canseis de nos dirigir por intermédio de nossos pastores. R.

Em vossos santos, que guiamos povos, sois o médico dos corpos e das almas;
– não cesseis de exercer para conosco o ministério da vida e da santidade. R.

Pela sabedoria e caridade dos santos, instruístes o vosso rebanho;
– guiados pelos nossos pastores, fazei-nos crescer na santidade. R.

(intenções livres)

Pai nosso...

Oração

Ó Deus, que tornastes Santo Tomás de Aquino um modelo admirável, pela procura da
santidade e amor à ciência sagrada, dai-nos compreender seus ensinamentos e seguir
seus exemplos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito
Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.


Vésperas

V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Eterno Sol, que envolveis
a criação de esplendor,
a vós, Luz pura das mentes,
dos corações o louvor.

Pelo poder do Espírito,
lâmpadas vivas brilharam.
Da salvação os caminhos
a todo o mundo apontaram.

Por estes servos da graça
fulgiu com novo esplendor
o que a palavra proclama
e que a razão demonstrou.

Tem parte em suas coroas,
pela doutrina mais pura,
este varão que louvamos
e como estrela fulgura.

Por seu auxílio pedimos:
dai-nos, ó Deus, caminhar
na direção da verdade
e assim a vós alcançar.

Ouvi-nos, Pai piedoso,
e vós, ó Filho, também,
com o Espírito Santo,
Rei para sempre. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Sou ministro do Evangelho pela graça do Senhor. Aleluia.

Salmo 14(15)

–1 'Senhor, quem morará em vossa casa *
e em vosso Monte santo habitará?'

–2 É aquele que caminha sem pecado *
e pratica a justiça fielmente;
– que pensa a verdade no seu íntimo *
3 e não solta em calúnias sua língua;

– que em nada prejudica o seu irmão, *
nem cobre de insultos seu vizinho;
–4 que não dá valor algum ao homem ímpio, *
mas honra os que respeitam o Senhor;

– que sustenta o que jurou, mesmo com dano; *
5 não empresta o seu dinheiro com usura,
– nem se deixa subornar contra o inocente. *
Jamais vacilará quem vive assim!

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Sou ministro do Evangelho pela graça do Senhor. Aleluia.

Ant. 2 Eis o servo fiel e prudente,
a quem Deus confiou sua família. Aleluia.

Salmo 111(112)

–1 Feliz o homem que respeita o Senhor *
e que ama com carinho a sua lei!
–2 Sua descendência será forte sobre a terra, *
abençoada a geração dos homens retos!

–3 Haverá glória e riqueza em sua casa, *
e permanece para sempre o bem que fez.
–4 Ele é correto, generoso e compassivo, *
como luz brilha nas trevas para os justos.

–5 Feliz o homem caridoso e prestativo, *
que resolve seus negócios com justiça.
–6 Porque jamais vacilará o homem reto, *
sua lembrança permanece eternamente!

–7 Ele não teme receber notícias más: *
confiando em Deus, seu coração está seguro.
–8 Seu coração está tranqüilo e nada teme, *
e confusos há de ver seus inimigos.

=9 Ele reparte com os pobres os seus bens, †
permanece para sempre o bem que fez, *
e crescerão a sua glória e seu poder.

=10 O ímpio, vendo isto, se enfurece, †
range os dentes e de inveja se consome; *
mas os desejos do malvado dão em nada.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Eis o servo fiel e prudente,
a quem Deus confiou sua família. Aleluia.

Ant. 3 Minhas ovelhas ouvirão a minha voz,
e haverá um só rebanho e um só pastor. Aleluia.

Cântico Ap 15,3-4

–3 Como são grandes e admiráveis vossas obras, *
ó Senhor e nosso Deus onipotente!
– Vossos caminhos são verdade, são justiça, *
ó Rei dos povos todos do universo!

(R.São grandes vossas obras, ó Senhor!)

=4 Quem, Senhor, não haveria de temer-vos, †
e quem não honraria o vosso nome? *
Pois somente vós, Senhor, é que sois santo!

(R.)

= As nações todas hão de vir perante vós, †
e prostradas haverão de adorar-vos, *
pois vossas justas decisões são manifestas!

(R.)

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Minhas ovelhas ouvirão a minha voz,
e haverá um só rebanho e um só pastor. Aleluia.

Leitura breve Tg 3,17-18

A sabedoria que vem do alto é, antes de tudo, pura, depois pacífica, modesta, conciliadora,
cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem fingimento. O fruto da justiça é
semeado na paz, para aqueles que promovem a paz.

Responsório breve

R. No meio da assembléia
* Falou palavras sábias. R.No meio.
V. Deus o encheu com seu Espírito de saber e inteligência.
* Falou. Glória ao Pai. R.No meio.

Cântico evangélico (MAGNIFICAT) Lc1,46-55

Ant. Deu-lhe o Senhor grande saber;
ele soube assimilá-lo e foi humilde ao transmiti-lo.

A alegria da alma no Senhor

–46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e exulta meu espírito em Deus, meu Salvador;
–48 porque olhou para humildade de sua serva, *
doravante as gerações hão de chamar-me de bendita.

–49 O Poderoso fez em mim maravilhas *
e Santo é o seu nome!
–50 Seu amor para sempre se estende *
sobre aqueles que o temem;

–51 manifestou o poder de seu braço, *
dispersou os soberbos;
–52 derrubou os poderosos de seus tronos *
e elevou os humildes;

–53 saciou de bens os famintos, *
despediu os ricos sem nada.
–54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

–55 como havia prometido a nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Deu-lhe o Senhor grande saber;
ele soube assimilá-lo e foi humilde ao transmiti-lo.

Preces

Rendamos a devida glória a Cristo, constituído Pontífice em favor dos homens nas suas
relações com Deus; e lhe peçamos humildemente:

R. Senhor, salvai o vosso povo!

Fizestes resplandecer admiravelmente a vossa Igreja por meio de santos e insignes
Pastores;
– que os cristãos se alegrem sempre com o mesmo esplendor. R.

Quando os santos Pastores vos suplicavam, a exemplo de Moisés, perdoastes os pecados
do povo;
– por intercessão deles, santificai a vossa Igreja mediante uma contínua purificação.R.

Tendo-os escolhido entre seus irmãos, consagrastes vossos santos, enviando sobre eles o
vosso Espírito;
– que o mesmo Espírito Santo inspire aqueles que governam vosso povo. R.

Sois vós a herança dos santos Pastores;
– concedei que nenhum daqueles que foram resgatados pelo vosso sangue fique longe
de vós. R.

(intenções livres)

Por meio dos Pastores da Igreja, dais a vida eterna a vossas ovelhas, e não permitis que
ninguém as arrebate de vossas mãos;
– salvai os que adormeceram em vós, pelos quais destes a vida. R.

Pai nosso...

Oração

Ó Deus, que tornastes Santo Tomás de Aquino um modelo admirável, pela procura da
santidade e amor à ciência sagrada, dai-nos compreender seus ensinamentos e seguir
seus exemplos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito
Santo.

Conclusão da Hora
O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém

SANTO TOMÁS DE AQUINO, PRESBÍTERO

E DOUTOR DA IGREJA



Memória



Nasceu por volta do ano 1225, da família dos Condes de Aquino. Estudou primeiramente no mosteiro de

Monte Cassino e depois em Nápoles. Ingressou na Ordem dos Frades Pregadores e completou os estudos

em Paris e em Colônia, tendo tido como professor Santo Alberto Magno. Escreveu muitas obras de

grande erudição, e, como professor, lecionou disciplinas filosóficas e teológicas, o que lhe valeu grande

reputação. Morreu nas proximidades de Teracina, a 7 de março de 1274. Sua memória é celebrada a 28

de janeiro, data em que seu corpo foi trasladado para Toulouse (França), em 1369.

____________________________________________________________________________________________



Invitatório

___________________________________________________



Ofício das Leituras


V. Vinde, ó Deus em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.



Hino



Eterno Sol, que envolveis

a criação de esplendor,

a vós, Luz pura das mentes,

dos corações o louvor.



Pelo poder do Espírito,

lâmpadas vivas brilharam.

Da salvação os caminhos

a todo o mundo apontaram.



Por estes servos da graça

fulgiu com novo esplendor

o que a palavra proclama

e que a razão demonstrou.



Tem parte em suas coroas,

pela doutrina mais pura,

este varão que louvamos

e como estrela fulgura.



Por seu auxílio pedimos:

dai-nos, ó Deus, caminhar

na direção da verdade

e assim a vós alcançar.



Ouvi-nos, Pai piedoso,

e vós, ó Filho, também,

com o Espírito Santo,

Rei para sempre. Amém.


Salmodia



Ant. 1 Quem quiser ser o primeiro,
seja o servo, seja o último. Aleluia.



Salmo 20(21),2-8.14



–2 Ó Senhor, em vossa força o rei se alegra; *

quanto exulta de alegria em vosso auxílio!

–3 O que sonhou seu coração, lhe concedestes; *

não recusastes os pedidos de seus lábios.



–4 Com bênção generosa o preparastes; *

de ouro puro coroastes sua fronte.

–5 A vida ele pediu e vós lhe destes, *

longos dias, vida longa pelos séculos.



–6 É grande a sua glória em vosso auxílio; *

de esplendor e majestade o revestistes.

–7 Transformastes o seu nome numa bênção, *

e o cobristes de alegria em vossa face.



–8 Por isso o rei confia no Senhor, *

e por seu amor fiel não cairá,

–14 Levantai-vos com poder, ó Senhor Deus, *

e cantaremos celebrando a vossa força!



– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.



Ant. Quem quiser ser o primeiro,
seja o servo, seja o último. Aleluia.



Ant. 2 Quando vier o supremo Pastor de nossas almas,
recebereis a coroa de glória imperecível. Aleluia.



Salmo 91(92)



I

–2 Como é bom agradecermos ao Senhor *

e cantar salmos de louvor ao Deus Altíssimo!

–3 Anunciar pela manhã vossa bondade, *

e o vosso amor fiel, a noite inteira,

–4 ao som da lira de dez cordas e da harpa, *

com canto acompanhado ao som da cítara.



–5 Pois me alegrastes, ó Senhor, com vossos feitos, *

e rejubilo de alegria em vossas obras.

–6 Quão imensas, ó Senhor, são vossas obras, *

quão profundos são os vossos pensamentos!



–7 Só o homem insensato não entende, *

só o estulto não percebe nada disso!

–8 Mesmo que os ímpios floresçam como a erva, *

ou prosperem igualmente os malfeitores,

– são destinados a perder-se para sempre. *

9 Vós, porém, sois o Excelso eternamente!



– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.



Ant. Quando vier o supremo Pastor de nossas almas,
recebereis a coroa de glória imperecível. Aleluia.



Ant. 3 Servo bom e fiel,
vem entrar na alegria de Jesus, teuSenhor. Aleluia.



II

=10 Eis que os vossos inimigos, ó Senhor, †

eis que os vossos inimigos vão perder-se, *

e os malfeitores serão todos dispersados.



–11 Vós me destes toda a força de um touro, *

e sobre mim um óleo puro derramastes;

–12 triunfante, posso olhar meus inimigos, *

vitorioso, escuto a voz de seus gemidos.



–13 O justo crescerá como a palmeira, *

florirá igual ao cedro que há no Líbano;

–14 na casa do Senhor estão plantados, *

nos átrios de meu Deus florescerão.



–15 Mesmo no tempo da velhice darão frutos, *

cheios de seiva e de folhas verdejantes;

–16 e dirão: “É justo mesmo o Senhor Deus: *

meu Rochedo, não existe nele o mal!”



– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.



Ant. Servo bom e fiel,
vem entrar na alegria de Jesus, teuSenhor. Aleluia.



V. Ouvirás uma palavra de meus lábios. Aleluia.

R. E haverás de transmitir-lhes em meu nome. Aleluia.



Primeira leitura

Do Livro do Eclesiástico 39,1b-14



O sábio, versado nas Escrituras

1bO sábio busca a sabedoria de todos os antigos

e dedica o seu tempo às profecias.

2Conserva as narrações dos homens célebres,

penetra na sutileza das parábolas.

3Investiga o sentido oculto dos provérbios,

deleita-se com os segredos das parábolas.

4Presta serviços no meio dos grandes

e apresenta-se diante dos que governam.

5Percorre as terras dos povos estrangeiros,

experimentando o que é bom e mal entre os homens.

6Empenha bem cedo o coração,

a dirigir-se ao Senhor que o criou,

elevando suas orações ao Altíssimo.

7Abre a sua boca para rezar

e pede perdão pelos próprios pecados.

8E se o Senhor, em sua grandeza, quiser,

ele será repleto do espírito de inteligência.

9Fará chover as palavras da sua sabedoria,

e em sua oração dará graças ao Senhor.

10Conservará retos o seu conselho e a sua ciência,

e aprofundará os segredos divinos.

11Ensinará publicamente a instrução recebida

e se gloriará na Lei da Aliança do Senhor.

12Muitos louvarão a sua sabedoria,

a qual jamais será esquecida.

13Sua lembrança nunca se apagará,

e seu nome vai ser recordado de geração em geração.

14As nações hão de proclamar a sua sabedoria

e a assembléia celebrará o seu louvor.



Responsório Cf. Eclo 15,5-6



R. No meio da assembléia falou palavras sábias.

* Deus o encheu com seu Espírito de saber e inteligência.

V. Guardou tesouros para ele de alegria e de júbilo.

* Deus o encheu.



Segunda leitura

Das Conferências de Santo Tomás de Aquino, presbítero

(Colatio 6 super Credoin Deum)

(Séc.XIII)



Na cruz não falta nenhum exemplo de virtude

Que necessidade havia para que o Filho de Deus sofresse por nós? Uma necessidade

grande e, por assim dizer, dupla: para ser remédio contra o pecado e para exemplo do

que devemos praticar.



Foi em primeiro lugar um remédio, porque na paixão de Cristo encontramos remédio

contra todos os males que nos sobrevêm por causa dos nossos pecados.



Mas não é menor a utilidade em relação ao exemplo. Na verdade, a paixão de Cristo é

suficiente para orientar nossa vida inteira. Quem quiser viver na perfeição, nada mais

tema fazer do que desprezar aquilo que Cristo desprezou na cruz e desejar o que ele

desejou. Na cruz, pois, não falta nenhum exemplo de virtude.



Se procuras um exemplo de caridade: Ninguém tem amor maior do que aquele que dá

sua vida pelos amigos (Jo 15,13). Assim fez Cristo na cruz. E se ele deu sua vida por

nós, não devemos considerar penoso qualquer mal que tenhamos de sofrer por causa

dele.



Se procuras um exemplo de paciência, encontras na cruz o mais excelente! Podemos

reconhecer uma grande paciência em duas circunstâncias: quando alguém suporta com

serenidade grandes sofrimentos, ou quando pode evitar os sofrimentos e não os evita.

Ora, Cristo suportou na cruz grandes sofrimentos, e com grande serenidade, porque

atormentado, não ameaçava (1Pd 2,23); foi levado como ovelha ao matadouro e não

abriu a boca (cf. Is 53,7; At 8,32).



É grande, portanto, a paciência de Cristo na cruz. Corramos com paciência ao combate

que nos é proposto, com os olhos fixos em Jesus, que em nós começa e completa a obra

da fé. Em vista da alegria que lhe foi proposta, suportou a cruz, não se importando com

a infâmia (cf. Hb 12,1-2).



Se procuras um exemplo de humildade, contempla o crucificado: Deus quis ser julgado

sob Pôncio Pilatos e morrer.



Se procuras um exemplo de obediência, segue aquele que se fez obediente ao Pai até à

morte: Como pela desobediência de um só homem, isto é, de Adão, a humanidade toda

foi estabelecida numa condição de pecado, assim também pela obediência de um só,

toda a humanidade passará para uma situação de justiça (Rm 5,19).



Se procuras um exemplo de desprezo pelas coisas da terra, segue aquele que é Rei dos

reis e Senhor dos senhores, no qual estão encerrados todos os tesouros da sabedoria e

da ciência (Cl 2,3), e que na cruz está despojado de suas vestes, escarnecido, cuspido,

espancado, coroado de espinhos e, por fim, tendo vinagre e fel como bebida para matar

a sede.



Não te preocupes com as vestes e riquezas, porque repartiram entre si as minhas vestes

(Jo 19,24); nem com honras, porque fui ultrajado e flagelado; nem com a dignidade,

porque tecendo uma coroa de espinhos, puseram-na em minha cabeça (cf. Mc 15,17);

nem com os prazeres, porque em minha sede ofereceram-me vinagre (Sl 68,22).



Responsório Sb 7,7-8; 9,17



R. Pedi e foi-me dada inteligência,

roguei e recebi sabedoria.

* Aos tronos e ao poder a preferi;

a ela comparadas, as riquezas

perderam para mim todo o valor.

V. Quem pode conhecer vossos desígnios

se vós não lhe doais sabedoria,

enviando, das alturas celestiais,

o vosso Santo Espírito, Senhor? * Aos tronos.



Oração



Ó Deus, que tornastes Santo Tomás de Aquino um modelo admirável, pela procura da

santidade e amor à ciência sagrada, dai-nos compreender seus ensinamentos e seguir

seus exemplos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.



Conclusão da Hora



V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by