DEVEMOS IMITAR A SAGRADA FAMILIA.SE COMEÇARMOS A VIVER COMO JOSÉ, MARIA E JESUS MENINO, NOS TORNAREMOS SANTOS!

terça-feira, 3 de janeiro de 2012







ENTREVISTA DE PADRE LIVIO COM MARIJA PAVLOVIC LUNETTI – 27/02/1998

Padre Livio: Marija, é uma opinião pessoal que lhe peço: uma imagem de Nossa Senhora de Medjugorje, tem chorado lágrimas de sangue nas mãos do Bispo de Civitavecchia, Mons. Girolamo Grillo. Recordo-me de uma mensagem de Nossa Senhora de 24/05/1984, onde Ela disse que Seu coração chora lágrimas de sangue pelos filhos que se perdem no pecado. Você já ouviu falar neste fato e por isto lhe peço uma opinião pessoal.



Marija: Sim, eu já ouvi falar e escutei certa ocasião na Radio Maria, o Bispo dando o seu testemunho. Para mim tem um significado muito grande, não tanto porque Nossa Senhora chora, pois mesma já a vi chorar, mas porque há pranto de lágrimas de sangue e há pranto vizinho a Roma.

Padre Livio: Sim, Civitavecchia é uma Diocese vizinha àquela de Roma.



Marija: Tudo isto junto quer dizer muito.




Padre Livio: Se você tivesse a possibilidade de falar com o Santo Padre, o que você lhe diria?



Marija: Tantas coisas... Primeiramente e sobretudo que todos nós o amamos e que rezamos por ele como ele mesmo nos pediu, mas não somente com um Pai Nosso, Ave Maria e Glória, mas muito mais. Nós , através desta nossa experiência com Nossa Senhora, nos sentimos na Igreja e apesar dos problemas com o nosso Bispo, nós sempre dizemos que nos deixamos guiar pela Igreja e assim sentimos, sobretudo depois que Nossa Senhora disse que este Papa foi escolhido por Ela. Tantas vezes, não somente hoje por exemplo, Nossa Senhora fala e amanhã de manhã o Papa fala a mesma coisa...




Padre Livio: também nós da Radio Maria temos percebido esta coincidência...



Marija: A coisa mais importante é de estar consciente da nossa responsabilidade como cristãos, porque, também vendo esta situação na Itália, eu vivo aqui agora, parece-me que andamos em direção ao comunismo...Tenho visto um comunismo ateu e materialista. Através do consumismo se coloca o dinheiro em primeiro lugar e Deus fica por último.. Eu vejo assim.





Padre Livio: Marija , o fato de que você veio para a Itália, foi providencial? O que pensa o seu marido?



Marija: Sim, eu penso que sim. Quanto ao meu marido, perguntemos a ele...


Padre Livio: Paolo, o que você pensa deste fato de que Marija, depois que se tornou sua esposa, veio morar aqui na Itália?



Paolo: Estou também convencido de que não foi um fato casual. Tenho sempre pensado e pensamos juntos desde o primeiro momento. Podemos dizer que ainda não compreendemos tudo hoje, e efetivamente o porque. É agora uma pergunta aberta, uma pergunta sem resposta, mas da qual estamos convencidos nós dois.





Padre Livio: Paolo, não cai uma folha sem que Deus o deseje. Eu sou amigo de Marija há muitíssimo tempo e quando vi que se casava, fiquei muito feliz, porque sabia que ela havia escolhido deixando-se guiar pela vontade de Deus. Ora, Marija é tua esposa e mãe de teus filhos, mas ao mesmo tempo me parece que você vê com clareza que há uma espécie de missão a cumprir e que você está muito motivado a ajudá-la.



Paolo: Sim, sem duvida muito motivado, muito comprometido. Fiz minha esta missão desde o principio e se não fosse assim, penso que não estaríamos aqui e nem estaríamos casados.




Padre Livio: A ajuda na execução de uma tarefa é uma missão importantíssima.



Paolo: A minha ajuda é estar ao seu lado. Na realidade, não é que minha ajuda seja particular. A sua tarefa é de testemunhar tudo que tem visto, esta experiência excepcional que tem vivido agora. Aquilo de testemunhar vê uma tarefa toda dela. Eu porem, estarei ao seu lado, um estar próximo. Decidimos de conviver a nossa vida e por isto estou ao seu lado, estou ao lado dela.




Padre Livio: Estou convencido de que para aceitar esta luminosidade de Medjugorje, é necessário uma graça particular...



Paolo: É verdade. Direi que deste ponto de visto estou de acordo com padre Jozo quando ele diz que quem vai a Medjugorje é chamado por Nossa Senhora. Eu vejo muitas situações em que as pessoas não desejando, não pensando, improvisamente chegam lá e outras pessoas que ao contrário, desejam ir mas não conseguem, encontram muitas dificuldades.

Padre Livio: E você Marija, que coisa espera do futuro?



Marija: Esperamos o paraíso...


Padre Livio: Vicka e Jacov foram levados fisicamente para o outro mundo para verem o paraíso, o purgatório e o inferno e a mesma experiência teve Ivan sozinho. Para você, no que diz respeito a estes lugares, o que te fez ver Nossa Senhora?



Marija: Nós todos vimos durante uma aparição, como uma imagem que se vê de uma janela: o paraíso, o purgatório e o inferno e N nos disse que nos mostrava para acreditarmos que existe, que existe uma outra vida.




Padre Livio: Você pode nos descrever o paraíso, o purgatório e o inferno?



Marija: Sim, primeiramente o paraíso: vimos um grande lugar com muitas pessoas vestidas com túnicas de diversas cores e vimos que louvavam a Deus e eram repletas de felicidade e alegria e Nossa Senhora nos disse que aquelas pessoas que estavam no paraíso haviam procurado e fizeram a vontade de Deus aqui nesta terra e que agora estando no paraíso era para elas um continuo conhecer Deus ainda mais e agradecer por tudo que Ele fez por elas.
Depois vimos o purgatório: Ali não vimos pessoas mas escutamos as suas vozes. Nos disse que as pessoas que se encontram no purgatório, quando se encontravam sobre a terra, em algum momento estavam certas de que Deus existe e em outros momentos, não, assim por isto se encontravam no purgatório. O maior sofrimento deles é saber de que Deus existe, e não poderem estar com Ele. Nossa Senhora nos pediu para rezarmos muito pelas almas do purgatório de tal maneira que possam chegar logo ao paraíso.
Enfim vimos o inferno: vimos um grande fogo e o centro uma jovem e muito bela, que quando entrou no fogo, saiu transformada como semelhante a uma besta... Nossa Senhora disse que Deus dá a liberdade a todos e que cada um de nós com a nossa própria liberdade respondemos. Aquelas pessoas haviam escolhido o mal, o pecado e com a própria liberdade haviam escolhido o inferno, e Deus não é aquele que nos manda para lá, mas são as pessoas que escolhem andaram para lá...




Padre Livio: E para concluir, o que nos reserva o futuro, que coisas contem os segredos que Nossa Senhora vos deu? Segundo você temos que ter medo destes segredos?



Marija: Nós dizemos sempre que segredos são segredos, e não desejamos exprimir nenhuma opinião. Alguns são alegres e outros tristes. Podemos dizer que o 7º segredo foi atenuado pela orações e jejuns ( pedidos a Mirjana)...




Padre Livio: Marija, peço-vos uma mensagem ás pessoas doentes.



Marija: Sim , durante o momento da aparição, recomendamos sempre todas as pessoas. Eu esta noite penso que concluindo, devo saudar diversas pessoas, também os avós que estão esperando com as crianças em casa, e tomara que tenham resistido à batalha! Pois todas as pessoas que encontraram Medjugorje, sobretudo os doentes que encontramos e encorajamos a rezar e tantas outras pessoas, cheias de problemas que encontro todos os dias. Vejo que são tantos sofrimentos que temos aprendido a oferecer sempre. Amanhã quando vier o momento da aparição, eu recomendarei a Nossa Senhora todas as pessoas presentes esta noite e todas aquelas que nos ouviram. Nossa Senhora coloca todos em Seu coração imenso. Eu estou certa de que quando amanhã estivermos no paraíso, quando não existir nem dor, nem pranto, compreenderemos o valor do sofrimento e vamos sorrir. Agora estamos neste vale de lágrimas, como dizemos quando rezamos, mas num amanhã, quando estivermos no paraíso, sem todas as dores, então vamos sorrir e agradecer porque através destes sofrimentos conquistamos um lugar no paraíso. Eu convido, sobretudo os doentes que deixem nenhum sofrimento perdido por ninguém, mas que tudo ofereçam a Deus, e pelas almas do purgatório que precisam tanto e das quais Nossa Senhora disse que intercedem por nós quando chegam ao céu.




Padre Livio: E para os jovens?



Marija: Para os jovens eu sempre convido e repito: procurem a Deus porque eu mesma era jovem, ainda que agora não estou tanto velha. Não tenho agora 33 anos e portanto aos jovens digo sempre que agradeço a Nossa Senhora por ter-me escolhido no tempo de minha juventude, quando ainda não havia feito a experiência dos tantos perigos nos quais se encontram os jovens hoje. Na América, num encontro do Padre Jozo, um jovem teve a idéia de escrever num bracelete estas palavras: que coisa faria Jesus se fosse ao meu lugar neste momento? Que bela idéia eu pensei, foi mesmo o Espirito Santo que inspirou este rapaz, que deu um bracelete com estas palavras a todos os jovens e também ao Padre Jozo. Sim, é preciso estar consciente sobre que coisa faria Jesus no nosso lugar. Um jovem deve ser consciente de que é um cristão e um católico e que a nossa vida é um dom de Deus. Tantas vezes alguns dizem: tenho 18 anos, sou independente dos meus pais, posso fazer aquilo que desejo... Ao contrário, a nossa vida é um dom de Deus e é preciso estar consciente deste dom e respeitá-lo, seja o dom da vida ou o da saúde, porque tantas vezes abusamos em tantas coisas. E também procurar a Jesus, porque podemos encontrar a Jesus e levá-lo conosco : aproximem-se de Jesus e Ele vos dará a solução para toda a vossa vida!




Padre Livio: E para as famílias?



Marija: Para as famílias, rezem, rezem, rezem... como diz sempre Nossa Senhora. Para nós é um costume, uma tradição, no momento do nosso casamento, quando colocamos as mãos sobre a Cruz e o sacerdote com a estola coloca as mãos junto com as nossas, para significar que não estamos ligados somente eu e meu marido, mas estamos ligados também a Jesus de modo particular e devemos colocá-Lo ao primeiro lugar em nossa vida. Para aqueles que dizem serem cristãos, devo recordar de serem conscientes que sobretudo hoje tantas famílias se separam, que tantos jovens não têm mais o sentido da vida e estão à procura de uma família ideal porque a sua família era separada, estava desesperada. Começam a fazer grandes projetos, mas depois vêm as dificuldades e sofrimentos e eles não encontram mais forças para seguirem adiante. Eu digo sempre que devemos imitar a Sagrada Família.. Se começamos a viver como José, Maria e Jesus menino, nos tornaremos todos santos!




Padre Livio: Para os Sacerdotes e religiosas?



Marija: Para os sacerdotes, que vivam o sacerdócio de maneira concreta, como Nossa Senhora disse sempre, chamando os Sacerdotes de Seus filhos prediletos. Os Sacerdotes devem estar conscientes desta realidade de serem prediletos e chamados de uma maneira toda particular. Se um Sacerdote não reza, se transforma num homem de negocio e não faz o sacerdócio e se vem um momento no qual ele não sabe como fazer, comecem a rezar e Jesus vos abrirá todas as portas e todas as janelas e se tiverem problemas nas suas paróquia ou vossos pessoais, comecem a rezar. Eu tenho notado sempre que quando estou perto dos sacerdotes para falar com eles, que naquele momento em que começamos a rezar e a viver a Santa Missa, naquele momento, descobrem a alegria da sua vocação ao sacerdócio.
As religiosas possuem também um grande carisma. Depois dos Sacerdotes são as pessoas ,ais apropriadas hoje, num mundo no qual existem tantas pessoa com sede e que as procuram. Uma Religiosa pode ser uma grande missionária no mundo e na sociedade, escutando as pessoas, convidando-as a rezar, andando nas casas e ajudando os doentes, os anciãos, as crianças. Nossa Senhora disse certa ocasião que os anciãos são as colunas na nossa família, contra satanás. Se nós os ajudamos e os levamos através da oração, se transformam numa corrente de graças.




Padre Livio: Para concluir, Marija, que conselho você dá a Radio Maria? Segundo voce, Nossa Senhora a escuta?



Marija: Alguma vez!! Digo a todos para rezarem, porque se colocam Jesus em primeiro lugar, ela se torna sempre maior e que esta família da Radio Maria seja construída não sobre a areia mas sobre a rocha que é a oração e Jesus.
Façamos uma oração: Coloquemos no coração de Nossa Senhora esta noite, de maneira particular todos os ouvintes, todos nós aqui presentes a fim de que o Senhor esteja perto de vocês através desta minha experiência. Eu me sinto somente um instrumento através do qual Nossa Senhora deseja aproximar mais corações do Seu coração. Eu agora recitarei um Pai Nosso, Ave Maria e Glória pensando em todos vocês, em todos os vossos problemas, em todas as pessoas que escutam a Radio Maria e estão seguras de que Nossa Senhora nos escuta esta noite, e está sempre conosco, e ouve as nossas necessidades e as nossas orações. Rezemos de modo particular pelas pessoas que Nossa Senhora diz que estão distantes... Rezemos por todos!

Erba, sede da Radio Maria – 27/02 1998
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by