PREPARAÇÃO PARA O NATAL , PARTE 4 : O NATAL DE JESUS , O NATAL DE MARIA.....O NOSSO NATAL - LITURGIA DIÁRIA , 20 DE DEZEMBRO DE 2013

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013


 
PREPARAÇÃO PARA O NATAL , PARTE 4 : O NATAL DE JESUS , O NATAL DE MARIA.....O NOSSO NATAL

Denominação de uma festa religiosa específica da comemoração do nascimento de Jesus, o Natal transforma-se, freqüentemente, em uma variedade de festejos onde há lugar para tudo, menos para o aniversariante. Luzes, presentes, ceias fartas e um substituto, um velho de roupas estranhas, chamado "Papai Noel".  É verdade que muitos ainda procuram ir à "missa do galo" e fazem até um presépio em seus lares. Mas poucos compreendem toda a grandiosidade dessa representação

O NATAL DE JESUS : O nascimento de Jesus na "Manjedoura" de Belém é a realização mais sublime do amor que Deus nos tem, como nos lembra o próprio Salvador: "Deus tanto amou o mundo que nos deu o seu próprio Filho" (Jo 3,16). E São João reafirma: "Foi assim que o amor de Deus se manifestou entre nós: Deus enviou o seu Filho único ao mundo, para que tenhamos vida por meio dele" (1 Jo 4,9)

É a proclamação da Nova Aliança de Deus com o seu povo, como Jesus nos lembra:"Não quiseste sacrifícios nem oblações, mas me preparaste um corpo" (Hb 10,5). E São Paulo sublinha:''Quando chegou a plenitude dos tempos, Deus enviou o seu próprio Filho, nascido de uma mulher" (Gl 4,4).  No Natal de Cristo "surge para toda a humanidade a esperança da verdadeira vida e felicidade porque a chave, o centro e o fim de toda a história humana se encontra no seu Senhor e Mestre" (GS 10) que agora faz parte da nossa história

O NATAL DE MARIA : Nos desígnios de Deus o Natal de Jesus tem, para Maria, uma significação única. "A bem-aventurada Virgem, predestinada, desde toda a eternidade, junto com a encarnação do Verbo divino, para ser Mãe de Deus, foi na terra, por disposição da divina Providência, a Mãe do Redentor divino, mais que ninguém sua companheira generosa e a humilde escrava do Senhor" (LG 61)

Toda mãe, no nascimento de um filho, sente uma grande alegria por haver nascido um homem no mundo (Jo 16,21). Maria, no entanto, sabia que aquela criança deitada nas palhas da manjedoura, seu filho, era o "Filho do Altíssimo" (Lc 1,32). No seu íntimo se misturavam, como num só sentimento, o amor de mãe e a adoração da humilde serva. Santo Agostinho comenta: "Jesus veio por meio de uma mulher que foi sua mãe, Ele que é Deus e Senhor do céu e da terra

Enquanto Senhor do mundo, Senhor do céu e da terra, é certamente Senhor também de Maria; enquanto Criador do céu e da terra, é Criador também de Maria. Mas, enquanto gerado de uma mulher, é filho de Maria" (S.Agost. Com. Ao Evang. de João 8,9). No Natal se demonstra a excepcional grandeza de Maria, pois só Ela pode dizer a Jesus o que o Pai lhe diz desde toda a eternidade:"Tu és meu filho"(Hb 1,5)

O NOSSO NATAL : Mas, em seu olhar de fé, Maria via mais longe. Sabia que esse filho fora enviado por Deus para "salvar o povo de seus pecados" (Mt 1,21); que deveria ser o "primogênito entre muitos irmãos" (Rm 8,29 Cf. Cl 1,15; Apo 1.5)

Por isso, ao abraçá-lo e beijá-lo, sente-se mãe solícita que deverá acompanhar carinhosamente "todos os irmãos de seu Filho que ainda peregrinam rodeados de perigos e dificuldades, até que sejam conduzidos à feliz Pátria" (LG 62). Por isso, o Natal de Cristo e de Maria é também o nosso Natal, a comemoração de nosso nascimento em Cristo e por Cristo. E no nosso Natal, como no de Cristo, é indispensável a presença de Maria

 

LITURGIA DO DIA 20 DE DEZEMBRO DE 2013

PRIMEIRA LEITURA (IS 7,10-14)

LEITURA DO LIVRO DO PROFETA ISAÍAS - Naqueles dias, 10o Senhor falou com Acaz, dizendo: 11“Pede ao Senhor teu Deus que te faça ver um sinal, quer provenha da profundeza da terra, quer venha das alturas do céu”. 12Mas Acaz respondeu: “Não pedirei nem tentarei o Senhor”. 13Disse o profeta: “Ouvi então, vós, casa de Davi; será que achais pouco incomodar os homens e passais a incomodar até o meu Deus? 14Pois bem, o próprio Senhor vos dará um sinal. Eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Emanuel” - Palavra do Senhor

SALMO RESPONSORIAL (SL 23)

O SENHOR VAI ENTRAR, É O REI GLORIOSO!

— Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, o mundo inteiro com os seres que o povoam; porque ele a tornou firme sobre os mares, e sobre as águas a mantém inabalável

— “Quem subirá até o monte do Senhor, quem ficará em sua santa habitação? Quem tem mãos puras e inocente coração, quem não dirige sua mente para o crime

— O Senhor vai entrar, é o Rei glorioso!

— Sobre este desce a bênção do Senhor e a recompensa de seu Deus e Salvador”. “É assim a geração dos que o procuram, e do Deus de Israel buscam a face”

EVANGELHO (LC 1,26-38)

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO + SEGUNDO LUCAS - 26No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 27a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria. 28O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!”. 29Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. 30O anjo então disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”. 34Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?” 35O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37porque para Deus nada é impossível”. 38Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se - Palavra da Salvação

 

 
Mensagem do dia 29 de dezembro de 1983 - “A gente reza de um modo errado.  Se vai na Igreja e nos Santuários para pedir qualquer graça material.  Pouquíssimos, pelo contrário, pedem o dom do Espírito Santo. A coisa mais importante para vós é preciso implorar que o Espírito Santo desça, porque, se tendes o dom do Espírito Santo, tendes tudo” – Mensagem de Nossa Senhora em Medjugorje
 
 

A IGREJA CELEBRA HOJE , SÃO DOMINGOS DE SILOS - Os santos da Igreja de Cristo foram verdadeiros luzeiros para o mundo, pois levaram com sua vida e palavras a Luz do Mundo que é Jesus Cristo. São Domingos nasceu em Cañas, vila da província de Navarra (Espanha), isto no ano 1000, dentro de uma humilde família cristã. Quando o pai do pastorinho de ovelhas Domingos enxergou a inclinação do filho para os estudos religiosos, tratou logo de encaminhar Domingos para a formação que o levou – por vocação – ao Sacerdócio. Ordenado Sacerdote, passou mais de um ano na família e depois viveu dezoito meses na solidão. Com o passar do tempo entrou para a família beneditina, ingressando no mosteiro de Santo Emiliano, onde logo foi feito mestre dos noviços pelo abade do mosteiro. Em seguida, foi encarregado de restaurar o priorado de Santa Maria de Cañas. Após isso, foi feito prior do mosteiro de Santo Emiliano. Um dia, o príncipe de Navarra, sem dinheiro para as suas guerras, veio ao mosteiro exigir uma contribuição exorbitante. Os monges estavam dispostos a ceder, mas o prior deu uma recusa humilde e categórica. Fugindo da vingança do príncipe, Domingos exilou-se em Burgos onde Fernando Magno, rei de Castela e Aragão, recebeu o fugitivo em seu palácio. São Domingos retirou-se, todavia, para um eremitério fora da cidade. O rei pensou então no mosteiro de São Sebastião de Silos, quase abandonado, e deu-o ao recém-chegado, a 14 de janeiro de 1041. Na Ordem de São Bento, São Domingos de Silos descobriu seu chamado a uma contemplação profunda e ações que salvassem almas, sendo assim recebeu de um anjo em sonho a promessa de 3 coroas que significavam: uma por ter abandonado o mundo mal e se ter encaminhado para a vida perfeita; outra por ter construído Santa Maria de Cañas e ter observado castidade perfeita; e a terceira pela restauração de Silos. De fato, esta última coroa se realizou perfeitamente, pois durante os 30 anos de pai (abade) no mosteiro de São Sebastião em Silos, este local tornou-se centro de cultura e cenáculo de evangelização para a Igreja e o Mundo. O abade de Silos faleceu a 20 de dezembro de 1073, entre os seus numerosos filhos espirituais e assistido pelo Bispo de Burgos. Foi sepultado no claustro. São Domingos amado pelo povo e respeitado por reis e rainhas, operou em vida e também depois da morte muitos milagres, os quais provaram com clareza o quanto se encontra no Céu tão íntimo, quanto buscava ser aqui na terra. Em 1076, o Bispo de Burgos transferiu o corpo de São Domingos para a igreja de São Sebastião. E a abadia foi perdendo pouco a pouco o nome de São Sebastião para adotar o de São Domingos - São Domingos de Silos, rogai por nós!
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by