Entrevista com Marija - parte I

quarta-feira, 4 de setembro de 2013


Queridos irmãos, queridas irmãs, a paz! Publicaremos a seguir uma entrevista com Marija Pavlivic Lunetti, uma dos seis videntes de Medjugorje.
Marija nasceu em 01.04.1965 na vila de Bijakovic, pertencente à paróquia de Medjugorje (a paróquia divide-se nas seguintes vilas: Medjugorje, Bijakovic, Melitina, Vionica e Surmanci). Marija continua tendo aparições diárias da Santíssima Virgem Maria, que lhe revelou nove dos dez segredos de Medjugorje. É através desta vidente que a Gospa (Nossa Senhora, em croata) envia, todos os dias 25 de cada mês, Sua mensagem à paróquia e ao mundo. Marija é casada e tem 4 filhos. Ela vive na Itália e em Medjugorje.
Passemos à entrevista. 
 
Perg.: Creio que as pessoas desejam saber se Maria de Nazaré é uma pessoa que está viva hoje.
Resp.: Maria de Nazaré está viva hoje porque esta experiência que eu vivo com Ela mudou a minha vida de maneira concreta. Aprendi muito com Ela e vi como, através da simplicidade da vida quotidiana, Nossa Senhora nos levou à profundidade da vida espiritual.
 
P.: Descreva exatamente o que acontece antes, durante e depois da aparição.
R.: Na primeira vez, Nossa Senhora nos apareceu de repente e nós fugimos. Foi no dia 24 de junho de 1981. Agora estamos habituados e não temos mais medo dela. Nos primeiros dias, rezávamos, porque pensávamos que, se não rezássemos, Ela não viria e não permaneceria conosco. Assim, nos esforçávamos para rezar. Agora, no entanto, isso é uma coisa normal, um ritmo habitual da nossa vida. Agora nos recolhemos em oração e, depois que começamos a recitar o Pai-nosso, a Ave-Maria e o Glória, Nossa Senhora aparece. Um pouco antes, nós sempre vemos uma luz por três vezes. No início, era graças a essa luz que nós víamos em que lugar Nossa Senhora iria aparecer.
 
P.: Ela se pré-anuncia com flashes de luz?
R.: Sim, tipo um flash de uma máquina fotográfica. Em seguida, é o momento da aparição. Naquele momento (fizeram experiências conosco), ficamos insensíveis, embora permanecendo muito sensíveis e conscientes de todas as pessoas que estão presentes conosco.
 
P.: Por exemplo, se alguém tira uma fotografia, você vê?
R.: Quando fui operada, disse ao médico: me dê uma bela dose de anestesia! (nota: Marija explicará mais adiante que teve a aparição sob anestesia). Quando Nossa Senhora chega, eu me ajoelho, porque agora se tornou uma coisa normal e nós estamos conscientes, em nossas mentes, de que há pessoas presentes, mas naquele momento não as vemos. Não vemos ninguém. Vemos uma grande luz.
 
P.: Ah, não veem nem mesmo o ambiente ao seu redor?
R.: Não, não, para nós as paredes desaparecem e se torna como que um grande prado.
 
P.: Descreva Nossa Senhora para nós. Imagino que seja uma criatura celeste.
R.: Não exatamente, porque eu digo sempre que Nossa Senhora está sim no céu, mas é mãe. É uma pessoa que está no meio de nós. A tantos que perguntam por que Nossa Senhora aparece assim há tanto tempo, eu respondo sempre: Nossa Senhora é mãe. É uma presença física, porque nós a podemos tocar, podemos falar com Ela e ouvir a sua voz. Para mim, é como a minha mãe. Eu sempre digo que Nossa Senhora é muito mais doce do que a minha mãe. Nossa Senhora tem todas as coisas mais belas.
 
P.: Isto é, vê-se que é mãe?
R.: Vê-se que é mãe, mas, além disso, quando nos fala, tem uma expressão que não se pode descrever. Por exemplo, quando fazemos algo errado, Ela não tem necessidade de dizê-lo, porque já o percebemos pelo seu olhar, que é muito profundo, tanto que uma vez Jakov disse: “Quando Nossa Senhor me olha, não vê só o que está no meu coração, mas também o que está dentro do dedo do meu pé”. Isso para significar como é o olhar de Nossa Senhora, tão profundo!
 
P.: Portanto, pelo olhar Ela faz compreender o que está pensando?
R.: Sim.
 
P.: Então, pelo Seu olhar, vocês compreendem o quanto Ela lhes quer bem?
R.: Sim. Mesmo quando somos ruins, mesmo quando somos maus, sabemos que Nossa Senhora nos ama. Nós sabemos, estamos conscientes de que Nossa Senhora vê os nossos defeitos, mas nos ama!
 
P.: E se compadece.
R.: Ela se compadece e diz: “Vocês podem mudar!”
 
P.: Querendo, pode-se mudar. Convidando-nos a mudar, Ela demonstra amar-nos.
R.: Eu vejo que Nossa Senhora quer de nós uma vida perfeita, porém não uma vida fanática ou estranha, mas que sejamos sempre mais perfeitos no ambiente em que estamos. Nossa Senhora mesma disse: “Desejo que cada um de vocês escolha o caminho da santidade”. Portanto, viver a santidade no ambiente, na vida em que nos encontramos. Eu, como mãe, como esposa, posso expressar de mil modos esta santidade. Isto aprendi com Nossa Senhora.
 
P.: Sigamos em frente e continuemos a descrever Nossa Senhora. Depois dos três flashes de luz, Ela aparece como uma pessoa viva, muito jovem, de uma beleza extraordinária. Diga-me, como é a Sua voz?
R.: É uma voz doce, muito jovem, mas, ao mesmo tempo, muito séria. Porém, às vezes ri conosco.
 
P.: Ri ou sorri?
R.: Sorri, mas também ri.

P.: Às vezes ri?
R.: Sim, e sorri frequentemente, por exemplo, quando está contente.
 
P.: Está às vezes com o semblante sério?
R.: Sim, como quando precisa dizer-nos alguma coisa e nós gostaríamos de encontrar um buraco para nos escondermos. Mas, por outro lado, ouvimos esta voz tão profunda, tão doce! Sua voz, como o olhar, é tão profunda que não podemos descrever sua beleza. Podemos dizer que é como uma música, porque, se estamos sofrendo por dentro, ouvindo Nossa Senhora ficamos curados.
 
P.: É uma coisa extraordinária. E como são seus olhos?
R.: Os olhos são azuis.
 
P.: Sim, concordo que são azuis, mas como são?
R.: Profundos.
 
P.: Sabe por que faço essa pergunta? Tendo tido a oportunidade de assistir a muitas aparições, observei em todos vocês, os seis videntes, que, depois da aparição, os olhos de vocês brilham como estrelas.
R.: Provavelmente seja o reflexo dos olhos de Nossa Senhora. Para nós, o momento da aparição é especial. Não sabemos dizer se Nossa Senhora nos apareceu por cinco minutos, porque perdemos a noção do tempo.
 
P.: Então vocês ficam sabendo apenas depois quanto tempo durou a aparição?
R.: Ficamos sabendo se olhamos o relógio. Também quando a aparição dura pouquíssimo e Nossa Senhora se limita a rezar conosco e a dar-nos a Sua bênção, para nós é como se tivesse ficado uma hora ou um dia. (a ser continuado) 
 
Fonte: “Dopo questa vita c’è l’eternità - Intervista a Marija” 
 
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by