“ A COMUNHÃO DESTRÓI A TENTAÇÃO DO DEMÔNIO” - LITURGIA DIÁRIA , 12 DE SETEMBRO DE 2013

quinta-feira, 12 de setembro de 2013


“ A COMUNHÃO DESTRÓI A TENTAÇÃO DO DEMÔNIO”

“O ato de comungar apenas porque o católico vai à missa é um abuso e precisa ser corrigido. Muitas vezes, o responsável pela comunhão deve se recusar a dar a hóstia para algumas pessoas - entre elas, aquelas que foram excomungadas e as que insistem em cometer pecados graves” ― PAPA BENTO XVI

 

Os soldados quando vão para a guerra, eles levam consigo não só as armas de combate, mas também o suprimento alimentar para terem forças e vencer o adversário, este alimento é chamado “ o pão dos fortes” (SL 77,25), na verdade nós já sabemos, que depois da consagração quando o sacerdote diz “ Hoc est corpus meum” “Tomai e comei; isto é o meu corpo” ( Mt 26,16), o pão se converte em carne de Cristo, em uma linguagem mais comum “ Corpu Cristi”,Corpo de Cristo. Santo Inácio de Antioquia que é do Século II da santa Igreja ensinava “ O pão Eucaristico é remédio de imortalidade, antídoto para não morrer” , ou como o doutor do Ocidente Santo Agostinho afirmava “ A Eucaristia é o nosso pão cotidiano. A virtude própria desse alimento divino é uma força de união que nos une ao corpo do salvador e nos faz seus membros, a fim de que nos transformemos naquilo  que recebemos...” também diz o doutor do Oriente São João Crisóstomo “ Jesus nos da o seu corpo sob a espécie de pão, a fim de nos tornarmos com ele uma coisa só”

 

Em um combate se desgasta muito a tropa, por esta razão antes de Jesus Cristo morrer, ele instituiu este sacramento de amor ( Lc 22,14-20), para fortalecer o seu exército e deixando organizado e fortalecido; já dizia São João Crisóstomo “ na verdade um General deixa nos mais extasiados quando, apesar de sua ausência, as tropas continuam disciplinadas”, na Igreja primitiva os cristãos “ perseveravam na doutrina dos apóstolos nas reuniões em comum, na fração do pão e nas orações” ( At 2,42)

                                                                         

Para vencermos o nosso adversário satanás, devemos resisti lo (Tg 4,7), não se pode ter medo deste leão enfurecido, pois quando comungamos o “pão dos Fortes” nos tornamos como Sansão que matava leão como se fosse um cabrito ( Jz 14,5-6), São Tomas de Aquino escreveu a respeito da comunhão que “ A comunhão destrói a tentação do demônio”. Todavia só podemos vencer o nosso oponente se estivermos revestido de Cristo ( Gl 3,27), e ai sim, poderemos dizer como São Paulo disse “ eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim”( Gl 2,20)

 

Santa Tereza de Ávila foi uma mulher violenta no combate espiritual, vejamos o que ela mesma diz a esse respeito :

 

“Se este Senhor ( Jesus Cristo) é tão poderoso como sei e vejo; se os demônios não são senão seus escravos, como a fé não me permite duvidar, que mal podem fazer eles, se eu sou a serva deste rei e senhor? Antes por que não me sentir tão forte que seja capaz de enfrentar o inferno inteiro? Tomando a cruz as mãos me parecia que Deus me dava coragem, em breve espaço de tempo me vi tão transformada, que não teria temido sair em luta com todos os demônios, que me parecia que com aquela cruz, facilmente venceria a todos; e lhes gritava “ avancem agora! Sendo eu a serva do senhor, quero ver o que me podem fazer!”, somente esta mulher colocou legiões inteiras de demônios para correr; qual era o seu segredo espiritual? Se não o pão dos fortes, ela mesma declara “ É um pão vivo, e por ser vivo tem o poder de vivificar aqueles que o recebem”

 

Os homens de Deus são como uma tocha inflamada, por este “ Pão dos fortes”, por isso o inimigo não pode o resistir. São Macário foi um destes homens, ele era um dos grandes padres do deserto, teve que lutar muito contra o demônio. Em um dia o viu chegar com uma força de fogo na mão, São Macário imediatamente se humilhou junto do Senhor, e caiu a força da mão do demônio, satanás então exclamou com ira e ódio “ Escuta Macário, tu tens boas qualidades mas eu tenho mais...tu comes pouco mas eu não como nada, tu dormes pouco, mas eu nunca, tu fazes milagres, eu também faço prodígios, uma coisa só sabes fazer que eu não sei: TU SABES HUMILHAR TE!”

 

O PODER DA ORAÇÃO E DO JEJUM

 

“Queridos filhos,…O melhor jejum é a pão e água. Através do jejum e da oração, podem-se parar guerras, suspender as leis da natureza. A caridade não pode substituir o jejum. Aqueles que não são capazes de jejuar, podem alguma vez substituí-lo com oração, caridade e uma confissão, mas todos, exceto os doentes, devem jejuar” - (Trecho da Mensagem de Nossa Senhora em Medjugorie, de Julho 1982)

 

A Bem-Aventurada Virgem estabeleceu em Medjugorje os pilares das mensagens de Medjugorje: oração, jejum e penitencia. Destes, o jejum é normalmente o mais difícil de manter e inevitavelmente o primeiro diminue ou cessa de ser uma parte ativa do processo de conversão

 

Todos os pilares são dons do Espírito Santo e devem ser pedidos com o coração de uma criança fiel. Cada um suporta a liga com os outros em uma forte base

 

O jejum não é só uma opção de alguém para viver as mensagens de Medjugorje. É requerido de todos, inclusive os jovens

 

O dom do jejum é visto por Deus em muito da mesma maneira. Todo jejum, independente de seu valor – se é restrito à pão e água, ou uma fraca tentativa que falha ou permanece por algumas horas – é um tesouro precioso para ELE. Não é o valor material do jejum, mas o amor sincero e o esforço aplicado

 

Para a maioria dos adolescentes e muitos adultos, jejuar é quase impossível. Por isso Nossa Senhora nos diz para rezar pelos dons. Como ELA diz enfaticamente em uma de Suas mensagens, com oração e jejum podemos parar guerras e alterar as leis da natureza. Leva-se um esforço combinado e centrado de oração e jejum para criar milagres da carne e milagres da alma

 

No Livro do Profeta Jonas, nos é ensinado que o jejum e a oração tem o poder de mudar o curso natural dos acontecimentos. Isso aconteceu quando Deus, que já havia decidido pela destruição de Nínive (com já havia feito em relação a Sodoma e Gomorra), mudou de idéia e resolveu preservar a cidade, em razão do jejum, oração e arrependimento de seus moradores. Você percebeu? O jejum + oração movem o coração de Deus

 

 

LITURGIA DO DIA 12/09/2013

PRIMEIRA LEITURA: COLOSSENSES 3, 12-17

XXIII SEMANA COMUM - (VERDE - OFÍCIO DO DIA) - LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO AOS COLOSSENSES - Irmãos, 12Portanto, como eleitos de Deus, santos e queridos, revesti-vos de entranhada misericórdia, de bondade, humildade, doçura, paciência. 13Suportai-vos uns aos outros e perdoai-vos mutuamente, toda vez que tiverdes queixa contra outrem. Como o Senhor vos perdoou, assim perdoai também vós. 14Mas, acima de tudo, revesti-vos da caridade, que é o vínculo da perfeição. 15Triunfe em vossos corações a paz de Cristo, para a qual fostes chamados a fim de formar um único corpo. E sede agradecidos. 16A palavra de Cristo permaneça entre vós em toda a sua riqueza, de sorte que com toda a sabedoria vos possais instruir e exortar mutuamente. Sob a inspiração da graça cantai a Deus de todo o coração salmos, hinos e cânticos espirituais. 17Tudo quanto fizerdes, por palavra ou por obra, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai - Palavra do Senhor

SALMO RESPONSORIAL(150)

REFRÃO: LOUVE O SENHOR TUDO O QUE VIVE E QUE RESPIRA

 

1. Louvai o Senhor Deus no santuário, louvai-o no alto céu de seu poder! Louvai-o por seus feitos grandiosos, louvai-o em sua grandeza majestosa! -R.

 

2. Louvai-o com o toque da trombeta, louvai-o com a harpa e com a cítara! Louvai-o com a dança e o tambor, louvai-o com as cordas e as flautas! -R.

 

3. Louvai-o com os címbalos sonoros, louvai-o com os címbalos de júbilo! Louve a Deus tudo o que vive e que respira, tudo cante os louvores do Senhor! -R

EVANGELHO: LUCAS 6, 27-38

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO LUCAS - Naquele tempo, 27Digo-vos a vós que me ouvis: amai os vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, 28abençoai os que vos maldizem e orai pelos que vos injuriam. 29Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra. E ao que te tirar a capa, não impeças de levar também a túnica. 30Dá a todo o que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho reclames. 31O que quereis que os homens vos façam, fazei-o também a eles. 32Se amais os que vos amam, que recompensa mereceis? Também os pecadores amam aqueles que os amam. 33E se fazeis bem aos que vos fazem bem, que recompensa mereceis? Pois o mesmo fazem também os pecadores. 34Se emprestais àqueles de quem esperais receber, que recompensa mereceis? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para receberem outro tanto. 35Pelo contrário, amai os vossos inimigos, fazei bem e emprestai, sem daí esperar nada. E grande será a vossa recompensa e sereis filhos do Altíssimo, porque ele é bom para com os ingratos e maus. 36Sede misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso. 37Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados; 38dai, e dar-se-vos-á. Colocar-vos-ão no regaço medida boa, cheia, recalcada e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também - Palavra da salvação
 
 
 
 

 
MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE“Queridos filhos! Hoje convido todos vocês a decidirem-se pela santidade. Filhinhos, que para vocês a santidade esteja sempre em primeiro lugar em seus pensamentos e em cada situação, no trabalho e nas conversas. Dessa forma, vocês a colocarão em prática, pouco a pouco e, passo a passo, a oração e a decisão pela santidade entrarão em suas famílias. Sejam verdadeiros com vocês mesmos e não se prendam às coisas materiais, mas a Deus. Não se esqueçam, filhinhos, de que a vida de vocês é passageira como uma flor.  Obrigada por terem correspondido a Meu apelo” MENSAGEM DO DIA 25.08.2001
 

 

A IGREJA CELEBRA HOJE , SÃO NILO - Neste dia mergulhamos na história de São Nilo, onde encontramos um exemplar cristão que viveu no sul da Itália e no fim do primeiro milênio. Nilo, chamado o Jovem, fazia parte de uma nobre família de origem grega, por isso foi considerado o último elo entre a cultura grega e a latina. Era casado e funcionário do governo de Constantinopla, com o nascimento de uma filha, acabou viúvo e depois descobriu sua vocação à vida monástica, segundo a Regra de São Basílio. Após várias mudanças acabou se fixando em Monte Cassino, perto da famosa abadia beneditina. Seu testemunho atraiu a muitos, tendo assim a felicidade de fundar vários mosteiros no Sul da Itália, com o cotidiano pautado pelo trabalho e oração. No trabalho, além da agricultura, transcrevia manuscritos antigos, introduziu um sistema taquigráfico (ítalo-grego) e compôs hinos sacros. São Nilo realizou várias romarias aos túmulos dos santos Pedro e Paulo, aproveitando para enriquecer as bibliotecas de Roma, até que a pedido de Gregório, Nilo fundou um mosteiro em Grottaferrata, perto de Roma. Este pacificador da política e guerras da época, teve grande importância para a história da Igreja, e na consolidação da vida monástica. Morreu com noventa e cinco anos de idade, no dia 25 de setembro de 1005. São Nilo, rogai por nós!

 

 

 

 
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by