TUDO TEM O SEU TEMPO

terça-feira, 27 de agosto de 2013

                      TUDO TEM O SEU TEMPO


Numa das mensagens Nossa Senhora pede que prestemos atenção ao nosso coração, que devemos limpar cada cantinho do nosso coração.
Nos disse: “ Vocês agora têm mais tempo , já que os trabalhos nos campos terminaram. Vocês limpam cada cantinho das vossas casas, mas esquecem de limpar os vossos corações.” E nos convida a abrirmos o nosso coração.. Aqui é muito importante sentir que cada coisa tem o seu tempo, que somos convidados a encontrar um equilíbrio no nosso dia a dia, um equilíbrio no nosso tempo, isto é, encontrar o tempo para a oração , para a vida espiritual, como se deve encontrar o tempo para o trabalho, para estudar, para repousarmos.
Nossa Senhora nos propõe de rezarmos: quando se reza bem, eu acredito que em uma e meia se pode rezar bem. E se ainda formos à Missa algumas vezes, isto dará um pouco mais de equilíbrio para nossa vida.
Olhem, também quando se vai ao trabalho ou a escola, não saímos sem nos lavarmos, e dispomos de um tempo para nos banharmos, lavarmos o rosto, para fazermos a barba, sobretudo as mulheres precisam de mais tempo pela manhã. E isto é bom, isto é normal, pois não devemos sair de qualquer jeito.
Mas devemos nos perguntar  quanto tempo damos  para a oração pela manhã?
Se dizemos “não tenho tempo”, como posso ter tempo para o café da manhã, mas para a oração não? Saímos com a alma que tem fome, alma que não se alimentou pela manhã. Como podemos então suportar o dia, a jornada? Como podemos encontrar os outros? Como podemos dar a paz? Como podemos perdoar? Reconciliar-nos? Uma alma vazia, um coração vazio não pode perdoar, uma alma vazia está em conflito.
Assim, vejam que Nossa Senhora nos diz: “Tudo tem o seu tempo”,então devemos encontrar um tempo pela manhã, para a oração, para a alma. Também à noite devemos encontrar um tempo para a oração. E Nossa Senhora pediu numa de suas mensagens que sejamos ativos na oração .
Nossa Senhora disse: “Tudo tem o seu tempo”: esta mensagem é muito importante para os pais. Vocês devem saber que tudo tem o seu tempo, mas se vocês não sabem, como podem saber os jovens? Como podem saber as crianças? Se começarem cedo, no inicio, não será difícil que também os jovens, e as crianças encontrem este tempo.
Porque Nossa Senhora nos pede a oração? A oração é um meio para obtermos a paz, a alegria, para podermos nos reconciliar. Todos desejamos a paz, todos desejamos a reconciliação: sermos amados e amarmos, mas é uma outra coisa se todos nós desejamos os meios para recebermos esta graça.
Eu digo um exemplo: na escola é certo que cada estudante deseja no final do ano, um bom sucesso: isto é verdadeiro, mas não é verdadeiro que todos desejam estudar. Assim também para todos nós: todos nós desejamos a paz, a reconciliação, o amor, mas nem todos desejamos tomar este meio que é a oração para receber a paz. Somente quando encontramos um valor maior podemos deixar outro valor não tão importante.
Então se alguém de vós diz agora: “ não posso renunciar à maledicência”, eu penso que seja porque ainda não descobriu a oração, a alegria da oração.
Desejo repetir o que disse Nossa Senhora: “Eu estou salva, mas desejo que cada um de vocês sejam salvos” e sem começarem com a oração, com o jejum, com esta fé, não se pode ser salvo neste mundo.
Numa das mensagens Nossa Senhora nos convida a nos consagrarmos à Cruz e isto significa estar com a Cruz, sentir a Cruz, falar com a Cruz, e deixá-la falar.
Sabem o que fala a Cruz?:”Eis o teu Filho, eis a Tua Mãe”. A Cruz fala sobre o perdão, o sacrifício, sobre o amor, sobre a vida eterna. Se nós, em nossa casa, continuamos a maldizer e reclamar, e fazemos o mal diante da Cruz, e nos comportamos como egoístas diante da Cruz, podemos então dizer que a Cruz não fala nunca, que ela é muda.
Mas a Cruz deseja falar-nos, Nossa Senhora deseja que nos fale a Cruz.. Consagrai-vos, abram os vossos corações e verão que coisa ela vos dirá: talvez como a S. Francisco, ela dirá:”Vai e renova a tua vida, a tua família, i teu amor, a tua paróquia, a tua Igreja, a tua comunidade.”
Não digas: “Não posso”, porque o Senhor sabe o que diz e quando nos convida a qualquer coisa nos dá antes a graça, antes a força.Com as nossas forças não podemos nada, mas quando nos abrimos à oração, ao jejum, nos dará a experiência que teve S. Paulo quando disse:”Eu sou um homem fraco, mas na minha fraqueza eu experimentei a gloria da Cruz, a força da Graça”
 Pe. Slavko Barbaric -18/10/1985



Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by