MARIA , A PRIMEIRA A ADORAR A JESUS EUCARÍSTICO - LITURGIA DIÁRIA , 26 DE AGOSTO DE 2013

domingo, 25 de agosto de 2013


MARIA , A PRIMEIRA A ADORAR A JESUS EUCARÍSTICO

“Maria foi a primeira a adorar a Jesus Eucarístico, pois em seu seio virginal, ele fez morada” - (São Pedro Julião Eymard)

 

 

“Maria é fonte de bênçãos e graças, como assegura São Bernardo e muitos outros santos; todas as graças vêm através de Maria . A honra que prestamos à Eucaristia não deve diminuir a devoção para com a Santíssima Virgem Maria . Seria uma insensatez pensar que basta o Santíssimo Sacramento e esquecer Nossa Senhora. Sempre encontramos Jesus nos braços de sua Mãe . Não foi ela que nos deu Jesus?

 

Foi através do seu consentimento que o Verbo se encarnou e iniciou o grande mistério de reparação; graças a esta anuência podemos nos unir a Jesus sacramentado . Sem Maria não podemos encontrar Jesus, o coração de Cristo pertence a ela, aí Cristo encontra suas delícias; todos que desejam conhecer as virtudes íntimas de Jesus, seu amor recôndito e privilegiado, devem procurar no Coração de Maria; quem realmente ama esta boa Mãe encontra Jesus em seu coração puríssimo

 

Jamais devemos separar Jesus e Maria; sem ela não chegamos até Jesus . Ouso afirmar que quanto mais amamos a Eucaristia, mais cresce o nosso amor para com a Santíssima Virgem . Existe alguma criatura mais amada por Deus ou uma mãe que tenha sido mais ternamente querida por seu filho que a Santíssima Virgem Maria? Seria uma grande falta de delicadeza com Nosso Senhor, não honrar sua Mãe; na Encarnação Jesus recebeu a natureza humana de Maria; foi por essa carne recebida de Maria que glorificou o Pai, que nos salvou e que continua a alimentar o mundo através do Santíssimo Sacramento

 

Nosso Senhor deseja que a honremos; sem dúvida o Filho honrou sua Mãe no aconchego do lar de Nazaré, porém a vida pública obrigou que Maria ficasse oculta, o Filho de Deus precisava cumprir sua missão . Hoje, podemos retribuir todo o sacrifício da Virgem Santíssima, honrando-a como Mãe de Deus e nossa Mãe. Devemos um culto particular a Maria . Pertencer ao Filho é pertencer a Maria, adorar o Filho é honrar a Mãe . Para ser verdadeiros cristãos devemos prestar um culto de especial veneração à Santíssima Virgem invocando-a como Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento . Quando honramos Jesus Cristo na Cruz, oramos a Nossa Senhora das Dores; quando meditamos a vida retirada de Nazaré, tomamos como modelo Maria; a Santíssima Virgem acompanha a vida inteira de Jesus” - (FONTE : São Pedro Julião Eymard. Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento: Um mês com Maria. São Paulo: Factash Editora, 2008, p. 16 – 18)

 

“A Virgem Imaculada, preservada imune de toda a mancha da culpa original, terminado o curso da vida terrena, foi elevada ao céu em corpo e alma e exaltada pelo Senhor como rainha do universo” – (Catecismo da Igreja Católica, 966)

 

Primeiras palavras do Papa João Paulo II , depois de ser eleito papa: (16 de outubro de 1978) : "Eu tinha medo de aceitar esta nomeação, mas eu fiz isso em um espírito de obediência a Nosso Senhor Jesus Cristo e em total entrega e confiança a Sua Mãe, a Santíssima Virgem . Então eu estou diante de vocês, para confessar a nossa fé comum, esperança e confiança na Mãe de Cristo e da Igreja "

 

Cada fase da vida de João Paulo II consagrou à Santíssima Virgem , O lema papal "Totus Tuus" (de São Luis Maria Grignion de Montfort) : "Eu sou todo seu, e tudo o que é meu é teu, ó Bendito Jesus, através de Maria Vossa Mãe Santíssima"

 

O termo "Totus Tuus" , deriva de São Luís Maria Grignon de Montfort , É a abrviação para a mais completa devoção à Mãe de Deus, dizendo :

 

Totus tuus ego sum et omnia mea Tua sunt. Totus tuus ego sum ​​et omnia mea Tua sunt . Accipio Te in mea omnia. Accipio você em mea omnia . Praebe mihi cor Tuum, Maria. Mihi cor Praebe Tuum, Maria

 
 
No momento em que Nossa Senhora recebeu, por obra do Espírito Santo, Jesus Cristo em Seu ventre, Ela viveu intensamente sua vida para Ele. Assim também nós, quando O recebemos na Eucaristia, devemos viver para Ele. É claro que de uma hora para outra não vamos nos isolar do mundo, vivendo num mosteiro ou num convento. Não! Basta ter a essência da bondade no coração. É preciso que sejamos imitação de Cristo através da Eucaristia recebida
 
 
Assim como Jesus se fez presente no seio de Maria durante a gestação, quando recebemos Cristo, na Hóstia Consagrada, Ele está presente dentro em nós. Então, como Ela, podemos cantar o Magnificat. Jesus se encarna no corpo de cada um de nós, também com o desígnio de nos salvar. Ele tem uma paixão enorme pela nossa essência, a nossa alma, por isso tenta de todas as maneiras salvá-la. Diante disso, cabe a nós olharmos para Cristo na Eucaristia com a mesma adoração que Isabel recebeu Maria, quando grávida, ao visitá-la (cf. Lucas 1,39-56). Maria está presente na Igreja, como Mãe da Igreja em cada uma das Celebrações Eucarísticas. Assim como a Igreja e a Eucaristia não se separam; Maria e a Eucaristia também não se separam. Quem entra na comunhão com Cristo, entra na escola de Maria, pois Ela tem muito a nos ensinar!
 
 
O Papa João Paulo II escreveu o documento Ecclesia de Eucharistia falando da extrema ligação de Nossa Senhora com a Eucaristia. Há um nexo profundo entre Maria Santíssima e a Eucaristia; o próprio papa João Paulo II diz que Ela fora o primeiro sacrário do mundo, então, Ela em tudo tem a ver com Jesus Eucarístico. A primeira coisa que o papa lembra: Maria não estava presente no momento da instituição da Eucaristia, na Santa Ceia, pois não era o papel dela estar lá, mas através de sua intercessão, realizou-se o milagre da transubstanciação pelo poder do Espírito Santo
 
 
TEXTOS DE SÃO JOSEMARIA ESCRIVÁ  :

“Mais que Ela só Deus Assumpta est Maria, in coelum, gaudent angeli. Maria foi levada por Deus, em corpo e alma, para os Céus. Há alegria entre os anjos e os homens . Qual a razão desta satisfação íntima que descobrimos hoje, com o coração que parece querer saltar dentro do peito e a alma cheia de paz?  Celebramos a glorificação da nossa Mãe e é natural que nós, seus filhos, sintamos um júbilo especial ao ver como é honrada pela Trindade Beatíssima (…) . Todos somos seus filhos; ela é Mãe de toda a Humanidade. E agora, a Humanidade comemora a sua inefável Assunção: Maria sobe aos céus, Filha de Deus Pai, Mãe de Deus Filho, Esposa de Deus Espírito Santo. Mais do que Ela, só Deus” – (FONTE : Cristo que passa,171)

 

“Naturalidade. Assim Maria viveu . Se Deus quis, por um lado exaltar a sua Mãe, por outro, durante a sua vida terrena, não foram poupados a Maria a experiência da dor, nem o cansaço do trabalho, nem o claro-escuro da fé. Àquela mulher do povo, que, certo dia, irrompe em louvores a Jesus, exclamando Bem aventurado o ventre que te trouxe e os peitos a que foste amamentado, o Senhor responde: Antes bem aventurados aqueles que ouvem a palavra de Deus, e a põem em prática . Era o elogio da sua Mãe, do seu fiat, do faça-se, sincero, entregue, cumprido até às últimas consequências, que não se manifestou em acções aparatosas, mas no sacrifício escondido e silencioso de cada dia (…)..

 

Para sermos divinos, para nos “endeusarmos”, temos de começar por ser muito humanos, vivendo face a Deus dentro da nossa condição de homens correntes, santificando esta aparente pequenez . Assim viveu Maria. A cheia de graça, a que é objecto das complacências de Deus, a que está acima dos anjos e dos santos teve uma existência normal. Maria é uma criatura como nós, com um coração como o nosso, capaz de gozo e de alegrias, de sofrimento e de lágrimas. Antes de Gabriel lhe comunicar o querer de Deus, não sabe que tinha sido escolhida desde toda a eternidade para ser Mãe do Messias . Considera-se a si mesma cheia de baixeza; por isso, reconhece logo, com profunda humildade, que fez em mim grandes coisas Aquele que é Todo-poderoso – (FONTE : Cristo que passa, 172)

 

Servir com alegria : “Servi ao Senhor com alegria. Não há outro modo de servi-Lo, Deus ama quem dá com alegria, quem se entrega totalmente num sacrifício gostoso porque não há motivo algum que justifique o desânimo! Talvez julgueis que este optimismo é excessivo, porque todos os homens conhecem as suas insuficiências e os seus fracassos, experimentam o sofrimento, o cansaço, a ingratidão, talvez até o ódio. Nós, os cristãos, se somos iguais aos outros, como poderemos estar livres dessas constantes da condição humaniza? (…)

 

A festa da Assunção de Nossa Senhora apresenta-nos a realidade dessa feliz esperança. Somos ainda peregrinos, mas a Nossa Mãe precedeu-nos e aponta-nos já o termo do caminho. Repete-nos que é possível lá chegar e que, se formos fiéis, lá chegaremos, pois a Santíssima Virgem não é só nosso exemplo, mas também auxílio dos cristãos. E perante a nossa petição – Monstra te esse Matrem mostra que és Mãe – não pode nem quer negar-se a cuidar dos seus filhos com solicitude maternal – (FONTE : Cristo que passa, 177)

 

Maria Santíssima foi a primeira adoradora eucarística e com Ela aconteceu a primeira procissão de Corpus Christi, quando foi visitar Isabel :

“Naqueles dias, Maria pôs-se a caminho para a região montanhosa, dirigindo-se apressadamente a uma cidade de Judá”.(Lc 1,39-41) . Vejamos que Maria não partiu de qualquer forma, mas APRESSADAMENTE para levar o Seu Jesus aos demais. Sabem o por quê? Porque após receber a visita do Anjo Gabriel, no momento da Anunciação e após seu “sim”, Maria foi invadida por uma alegria interior imensa

 

A alegria verdadeira que só Jesus nos dá.....Então, após o seu silêncio, pois Ela “meditava tudo em seu coração”, Maria sentiu a necessidade de com-par-tilhar sua imensa alegria com os outros . Essa deve ser a nossa postura. Lembremos que a vida da Virgem Maria é um testemunho integral de entrega a DEUS . À imitação de Maria, temos que ser mais adoradores do Santíssimo Corpo de Cristo e evangelizadores – devemos levar Jesus a todos . Vale destacar alguns pensamentos de Santos acerca da Eucaristia e de Maria Santíssima : “Glória ao remédio da vida” ,  Santo Efrém Sírio (306-444)

 

“O pão de cada dia, que se torna como o remédio para a nossa fraqueza de cada dia.”… “Ó reverenda dignidade do sacerdote, em cujas mãos o Filho de Deus se encarna como no Seio da Virgem”. “A virtude própria deste alimento divino é uma força de união que nos une ao Corpo do Salvador e nos faz seus membros a fim de que nos transformemos naquilo que recebemos” , (Santo Agostinho - 354-430)

 

“Ao comungarmos o corpo de Cristo nos transformamos em “Cristóforos”, portadores de Cristo” , (São Cirilo de Alexandria (370-444)

 

“Maria foi a primeira a adorar a Jesus Eucarístico, pois em seu seio virginal, ele fez morada” ,  (São Pedro Julião Eymard)

 

“(Maria) Ela serve de ‘sacrário’ – o primeiro ‘sacrário’ da história –, para o Filho de Deus, que, ainda invisível aos olhos dos homens, Se presta à adoração” (EE 55) -  (Encíclica Ecclesia de Eucharistia – Beato João Paulo II)

 

Sigamos nos passos de Maria, a primeira adoradora, a fim de encontrarmos o caminho seguro que nos leva ao céu

 

“A águia, para ensinar os filhotes a voar nas mais altas regiões, apresenta-lhes o alimento colocando-se muito acima deles, elevando-se sempre mais à medida que eles se aproximam, até fazê-los subir insensivelmente aos astros . Assim Jesus, a Águia divina, vem ao nosso encontro, trazendo-nos o alimento de que temos necessidade, e, logo em seguida, eleva-se convidando-nos a segui-lO. Enche-nos de doçuras a fim de nos fazer desejar a felicidade do Céu . A Comunhão nos prepara, portanto, para o Céu"  - (São Pedro Julião Eymard)

 

 

LITURGIA DO DIA 26/08/2013
PRIMEIRA LEITURA: 1º TESSALONICENSES 1, 1-5.8-10

XXI SEMANA COMUM - (VERDE - OFÍCIO DO DIA) - LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO PAULO AOS TESSALONICENSES -  1Paulo, Silvano e Timóteo à igreja dos tessalonicenses, reunida em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo. A vós, graça e paz! 2Não cessamos de dar graças a Deus por todos vós, e de lembrar-vos em nossas orações. 3Com efeito, diante de Deus, nosso Pai, pensamos continuamente nas obras da vossa fé, nos sacrifícios da vossa caridade e na firmeza da vossa esperança em nosso Senhor Jesus Cristo, sob o olhar de Deus, nosso Pai. 4Sabemos, irmãos amados de Deus, que sois eleitos. 5O nosso Evangelho vos foi pregado não somente por palavra, mas também com poder, com o Espírito Santo e com plena convicção. Sabeis o que temos sido entre vós para a vossa salvação. 8Em verdade, partindo de vós, não só ressoou a palavra do Senhor pela Macedônia e Acaia, mas também se propagou a fama de vossa fé em Deus por toda parte, de maneira que não temos necessidade de dizer coisa alguma. 9De fato, a nosso respeito, conta-se por toda parte qual foi o acolhimento que da vossa parte tivemos, e como abandonastes os ídolos e vos convertestes a Deus, para servirdes ao Deus vivo e verdadeiro, 10e aguardardes dos céus seu Filho que Deus ressuscitou dos mortos, Jesus, que nos livra da ira iminente - Palavra do Senhor

SALMO RESPONSORIAL (149)

REFRÃO:  O SENHOR AMA SEU POVO DE VERDADE

 

1. Cantai ao Senhor Deus um canto novo, / e o seu louvor na assembléia dos fiéis! / Alegre-se Israel em Quem o fez, / e Sião se rejubile no seu Rei! -R.

 

2. Com danças glorifiquem o seu nome, / toquem harpa e tambor em sua honra! / Porque, de fato, o Senhor ama seu povo / e coroa com vitória os seus humildes. -R.

 

3. Exultem os fiéis por sua glória, / e cantando se levantem de seus leitos, / com louvores do Senhor em sua boca / Eis a glória para todos os seus santos. -R.

EVANGELHO: MATEUS 23, 12-22

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO MATEUS - Naquele tempo, 12Aquele que se exaltar será humilhado, e aquele que se humilhar será exaltado. 13Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Vós fechais aos homens o Reino dos céus. Vós mesmos não entrais e nem deixais que entrem os que querem entrar. 14[Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Devorais as casas das viúvas, fingindo fazer longas orações. Por isso, sereis castigados com muito maior rigor.] 15Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Percorreis mares e terras para fazer um prosélito e, quando o conseguis, fazeis dele um filho do inferno duas vezes pior que vós mesmos. 16Ai de vós, guias cegos! Vós dizeis: Se alguém jura pelo templo, isto não é nada; mas se jura pelo tesouro do templo, é obrigado pelo seu juramento. 17Insensatos, cegos! Qual é o maior: o ouro ou o templo que santifica o ouro? 18E dizeis ainda: Se alguém jura pelo altar, não é nada; mas se jura pela oferta que está sobre ele, é obrigado. 19Cegos! Qual é o maior: a oferta ou o altar que santifica a oferta? 20Aquele que jura pelo altar, jura ao mesmo tempo por tudo o que está sobre ele. 21Aquele que jura pelo templo, jura ao mesmo tempo por aquele que nele habita. 22E aquele que jura pelo céu, jura ao mesmo tempo pelo trono de Deus, e por aquele que nele está sentado - Palavra da salvação
 
 

 
MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE - “Queridos filhos! Também hoje, o Altíssimo me concede a graça de estar com vocês e de os conduzir para a conversão. Dia após dia, Eu semeio e os convido à conversão, para que sejam oração, paz, amor, o grão de trigo que, morrendo, gera o cêntuplo. Eu não desejo que vocês, queridos filhos, tenham que se arrepender por tudo o que poderiam ter feito e que não quiseram fazer. Por isso, filhinhos, digam novamente com entusiasmo: ‘Desejo ser um sinal para os outros’. Obrigada por terem respondido ao meu chamado” – MENSAGEM DO DIA 25 DE AGOSTO DE 2013

 

A IGREJA CELEBRA HOJE - Neste dia celebramos a vida de santidade do Papa São Zeferino que no amor de pastor chefiou com o Espírito Santo a Igreja de Cristo. Zeferino era romano, filho de Abôndio e assumiu no século II a Cátedra de Pedro, num período de grande perseguição para os cristãos, tanto assim que os seus treze predecessores morreram todos mártires . O que mais abalava a Igreja não eram as perseguições e massacres, mas sim as heresias que foram surgindo conjuntamente à tentativa de elaborar as Revelações com dados puramente filosóficos. Os gnósticos chegavam a negar a divindade de Cristo; Teodoro subordinou de tal forma Cristo ao Pai que fez dele uma simples criatura e Montano profetizava e pregava sobre o fim do mundo a partir da consciência de ser a revelação do Espírito Santo . Diante de todas as agitações, São Zeferino, mesmo não sendo um teólogo e nem escritor, soube com o bom senso e a ajuda do Espírito Santo unir-se a grande sábios da ortodoxia da época, como Santo Irineu, Hipólito e Tertuliano, a fim de livrar os cristãos da mentira e rigorismos. São Zeferino foi martirizado e entrou na Igreja Triunfante no ano de 217 - São Zeferino, rogai por nós!
Compartilhe este artigo, evangelize! :

Um comentário:

  1. Maria Mãe de Deus . Exemplo de obediência e humildade, Amor e doação aos desígnios do PAI. A Ela devo minha vida, sobrevivente de um assalto, e a vida de minha filha, de uma gravidez de risco. Sou sua fiel serva na Caridade e na adoração Eucarística.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by