PAPA FRANCISCO E A IGREJA DE 2000 ANOS - LITURGIA DIÁRIA , 30 DE JULHO DE 2013

terça-feira, 30 de julho de 2013

PAPA FRANCISCO E A IGREJA DE 2000 ANOS
"A JUVENTUDE TEM QUE SER FORTE, SE ALIMENTAR DE SUA FÉ, E NÃO SE EMPANTURRAR COM OUTRAS COISAS" – [PAPA FRANCISCO , JMJ 2013]

Quem não pôde participar da Jornada Mundial da Juventude e teve de se contentar com as análises da mídia perdeu aspectos fundamentais desse evento que movimentou o país. É bem verdade que as lentes das câmeras conseguiram alcançar pontos importantes e, muitas vezes, belos da Jornada, mas nenhuma delas foi capaz de atingir o coração da JMJ-Rio 2013. Não obstante o clima de festa ocasionado pelo encontro, o que, de fato, marcou a alma dos jovens foi muito mais que a sensação simplista de uma viagem, mas o toque concreto com todos os artigos da fé que compõem o corpo da Igreja que é o próprio Corpo de Cristo
A começar pela chegada dos peregrinos ao Rio de Janeiro, o Brasil e as demais partes do planeta puderam experimentar a universalidade da Igreja, desde os alegres cantos africanos à acolhida fraternal do povo carioca. Cada bandeira hasteada na praia de Copacabana revelava a dimensão da Noiva de Cristo que a acolhia e a vigiava de braços abertos de cima do Corcovado. Uma cena que deixou a Cidade Maravilhosa ainda mais... maravilhosa. Dos confins do mundo, aonde chegaram os profetas missionários de outrora, vieram as novas gerações de adoradores do Senhor, cuja única missão, concedida pelo Santo Padre, é ir novamente pelo mundo e anunciar o Evangelho a toda criatura
O Rio de Janeiro que amargava tristes depredações e padecia sob um clima de guerra civil sem precedentes semanas atrás se convergiu num mar de pessoas que cantava louvores a Deus e pedia a intercessão da Mãe Aparecida. Imagem suficiente para arrancar lágrimas de policiais e sorrisos de bebês que, mesmo sem compreender concretamente o que lá acontecia, sabiam que era algo santo. O ódio dos protestos dos indignados foi afogado pela amor de Cristo. As profanações de meia-dúzia de coitados foram ofuscadas pela sacralidade de 3,5 milhões de batizados. De filhos do Altíssimo. De pessoas que, como pediu o Santo Padre na cerimônia de sua acolhida, botaram fé na verdade, no caminho e na vida que só se encontram em Jesus

O Santo Padre ressaltou a importância de uma vida fecunda, "que dê vida a outros", e condenou o egoísmo e a idolatria de si mesmo. "Todos temos muitas vezes a tentação de nos colocarmos no centro, de crermos que somos o eixo do universo, que nós sozinhos construímos nossa vida, ou de pensar que o ter, o dinheiro e o poder são o que dá a felicidade. Mas todos sabemos que não é assim. O ter, o dinheiro e o poder podem oferecer um momento de embriaguez, a ilusão de ser felizes, mas, ao final, nos dominam e nos levam a querer ter cada vez mais, a não estar nunca satisfeitos. E acabamos empanturrados, mas não alimentados, e é muito triste ver uma juventude empanturrada, porém débil. A juventude tem que ser forte, se alimentar de sua fé, e não se empanturrar com outras coisas"

Lembrou a importância de recorrer aos sacramentos da Penitência e da Eucaristia : "Ele te acolhe no Sacramento do perdão, com sua misericórdia cura todas as feridas do pecado. Não tenhais medo de pedir-lhe perdão, porque Ele em seu grande amor nunca se cansa de nos perdoar, como um pai que nos ama. (...) Ele te espera também na Eucaristia, Sacramento de sua presença, de seu sacrifício de amor"

Um pouco antes da Santa Missa em Aparecida , pausa para uma breve oração diante da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Com os olhos fixos em Maria e uma profunda atitude de devoção e reverência, o Santo Padre mostrou-nos a importância do amor à Virgem Santíssima. Ao contrário do que sugerem muitos protestantes, temos consciência de que a honra à Mãe não ofusca o culto de adoração devido só a Deus. "Quem muito enaltece a mãe – ensina Santo Afonso de Ligório –, não precisa ter receio de obscurecer a glória do filho". Pelo contrário, como poderia Jesus se entristecer ou incomodar com os obséquios e atos de amor dirigidos à sua Mãe?”

Papa Francisco lembrou justamente isto. Disse que "a Igreja, quando busca Cristo, bate sempre à casa da Mãe". "Eu venho hoje bater à porta da casa de Maria, que amou e educou Jesus, para que ajude a todos nós, os Pastores do Povo de Deus, aos pais e aos educadores, a transmitir aos nossos jovens os valores que farão deles construtores de um País e de um mundo mais justo, solidário e fraterno"

Frisou a necessidade da adoração ao verdadeiro Deus para se chegar à autêntica felicidade. "Hoje, mais ou menos todas as pessoas, e também os nossos jovens, experimentam o fascínio de tantos ídolos que se colocam no lugar de Deus e parecem dar esperança: o dinheiro, o poder, o sucesso, o prazer. Frequentemente, uma sensação de solidão e de vazio entra no coração de muitos e conduz à busca de compensações, destes ídolos passageiros"

A Jornada Mundial da Juventude apresentou novamente às nações a pujança da Igreja e a sua capacidade de se renovar. Não, a Igreja não está morta. Pelo contrário, vive e se multiplica para além daqueles que profetizaram seu enterro e que, aliás, já estão enterrados. A história se repete e mais uma vez é a Igreja quem sai vitoriosa. Se em Madrid foram dias em que Deus parecia existir, como confessou o jornalista agnóstico Vargas Llosa, no Rio foram dias em que Ele confirmou sua existência. Diferente do que se viu dias atrás, dessa vez os jovens não saíram às ruas para depredar, mas para construir. E construir em cima da Rocha. E por isso gritavam: Esta é a juventude do Papa! MELHOR, DOS PAPAS. DE BENTO E DE FRANCISCO, POIS A ÚNICA RUPTURA PROPOSTA POR ELES É A RUPTURA COM O PECADO, NÃO COM A FÉ DE DOIS MIL ANOS COMO SUGEREM ALGUNS TEÓLOGOS MAL INTENCIONADOS POR AÍ


"Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo!" [PAPA FRANCISCO , 23/07/2013] . O Papa pediu aos jovens "a coragem de ir contra a corrente", contra a "cultura do provisório, do relativo"

Os cantos que tomaram as ruas do Rio de Janeiro ainda encontrarão eco em muitos corações. Naquela praia, onde se celebrou a Missa de envio dos peregrinos, novamente exortou Jesus pela boca do Santo Padre: "Ide pelo mundo e fazei discípulos de todas as nações". E neste momento, em que muitos jovens ainda se encontram em ônibus ou aviões voltando para suas casas, também a cruz de Cristo vai com eles para indicar o caminho da Luz da Fé, a única capaz de conduzir o homem para a salvação eterna, onde as portas do inferno não prevalecerão

A constante rejeição à doutrina moral da Igreja pelo mesmo povo brasileiro recorda-nos a necessidade de uma conversão verdadeira, que transforme os nossos "católicos de IBGE" em pessoas comprometidas de fato com Cristo. Ademais, iluminados pela presença de Pedro, somos chamados a fortalecer nosso vínculo com a Igreja

Este é um ponto no qual vale a pena insistir, já que é muito difusa em nossa sociedade uma visão relativista da religião, da espiritualidade e da própria verdade . Fala-se muito do suposto "amor" a Cristo, mas, geralmente, adere-se a um Cristo decapitado – como aquele grito do qual fala o venerável PIO XII ser o primeiro que conduz à perdição humana: Cristo sim, Igreja não. Contra esta mentalidade perversa, devemos – e queremos – dizer "sim" a Cristo, mas ao Cristo total, e não a esta caricatura frágil modelada pela modernidade . O próprio PAPA FRANCISCO disse, em uma de suas homilias matutinas, repetindo um ensinamento de PAULO VI, que "NÃO É POSSÍVEL ENCONTRAR JESUS FORA DA IGREJA" E QUE "É UMA DICOTOMIA ABSURDA QUERER VIVER COM JESUS SEM A IGREJA, SEGUIR JESUS FORA DA IGREJA, AMAR JESUS SEM A IGREJA"

E por que diz isto o Santo Padre? Porque conhece muito bem esta tendência hodierna de dizer que "religião não importa" ou "o que importa é o coração". Esta visão irresponsável de fé é endossada pelos protestantes, que dizem com insistência que "placa de igreja não salva ninguém". Reconhecemos: "placa de igreja", entendida como um edifício físico ou uma denominação religiosa – como há muitas no protestantismo –, realmente não salva ninguém. O que salva é a pertença à Igreja, que é o Corpo Místico de Cristo

DIZ-NOS O CATECISMO QUE "ESTA IGREJA, PEREGRINA NA TERRA, É NECESSÁRIA PARA A SALVAÇÃO. O ÚNICO SALVADOR E CAMINHO DA SALVAÇÃO É CRISTO, QUE SE NOS TORNA PRESENTE EM SEU CORPO, QUE É A IGREJA"

"Os homens dizem que Cristo está morto, mas põem sentinelas em Seu túmulo. Dizem que Ele é inofensivo enquanto criança, contudo Herodes manda os seus soldados matar a Criança indefesa. A verdade é que eles odeiam porque creem – não com a fé dos redimidos, mas com a fé dos condenados" -  VENERÁVEL FULTON SHEEN

Por: Equipe Christo Nihil Praeponere





LITURGIA DO DIA 30/07/2013
PRIMEIRA LEITURA: ÊXODO 33, 7-11; 34, 5-9.28

XVII SEMANA COMUM (VERDE - OFÍCIO DO DIA) - LEITURA DO LIVRO DO ÊXODO - Naqueles dias, 7Moisés foi levantar a tenda a alguma distância fora do acampamento. (E chamou-a tenda de reunião.) Quem queria consultar o Senhor, dirigia-se à tenda de reunião, fora do acampamento. 8Quando Moisés se dirigia para a tenda, todo mundo se levantava, cada um diante da entrada de sua tenda, para segui-lo com os olhos até que entrasse na tenda. 9E logo que ele acabava de entrar, a coluna de nuvem descia e se punha à entrada da tenda, e o Senhor se entretinha com Moisés. 10É vista da coluna de nuvem, todo o povo, em pé à entrada de suas tendas, se prostrava no mesmo lugar. 11O Senhor se entretinha com Moisés face a face, como um homem fala com seu amigo. Voltava depois Moisés ao acampamento, mas seu ajudante, o jovem Josué, filho de Nun, não se apartava do interior da tenda. 5O Senhor desceu na nuvem e esteve perto dele, pronunciando o nome de Javé. 6O Senhor passou diante dele, exclamando: "Javé, Javé, Deus compassivo e misericordioso, lento para a cólera, rico em bondade e em fidelidade, 7que conserva sua graça até mil gerações, que perdoa a iniquidade, a rebeldia e o pecado, mas não tem por inocente o culpado, porque castiga o pecado dos pais nos filhos e nos filhos de seus filhos, até a terceira e a quarta geração". 8Moisés inclinou-se incontinenti até a terra e prostrou-se, 9dizendo: "Se tenho o vosso favor, Senhor, dignai-vos marchar no meio de nós: somos um povo de cabeça dura, mas perdoai nossas iniquidades e nossos pecados, e aceitai-nos como propriedade vossa". 28Moisés ficou junto do Senhor quarenta dias e quarenta noites, sem comer pão nem beber água. E o Senhor escreveu nas tábuas o texto da aliança, as dez palavras - Palavra do Senhor

SALMO RESPONSORIAL(102)

 REFRÃO: O SENHOR É INDULGENTE, É FAVORÁVEL

1.
 O Senhor realiza obras de justiça e garante o direito aos oprimidos; revelou os seus caminhos a Moisés, e aos filhos de Israel, seus grandes feitos. -R.

2. O Senhor é indulgente, é favorável, é paciente, é bondoso e compassivo. Não fica sempre repetindo as suas queixas, nem guarda eternamente o seu rancor. -R.

3. Não nos trata como exigem nossas faltas, nem nos pune em proporção às nossas culpas. Quanto os céus por sobre a terra se elevam, tanto é grande o seu amor aos que o temem. -R.

4. quanto dista o nascente do poente, tanto afasta para longe nossos crimes. Como um pai se compadece de seus filhos, o Senhor tem compaixão dos que o temem. -R.

EVANGELHO: MATEUS 13, 36-43

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO MATEUS - Naquele tempo, 36Então despediu a multidão. Em seguida, entrou de novo na casa e seus discípulos agruparam-se ao redor dele para perguntar-lhe: Explica-nos a parábola do joio no campo. 37Jesus respondeu: O que semeia a boa semente é o Filho do Homem. 38O campo é o mundo. A boa semente são os filhos do Reino. O joio são os filhos do Maligno. 39O inimigo, que o semeia, é o demônio. A colheita é o fim do mundo. Os ceifadores são os anjos. 40E assim como se recolhe o joio para jogá-lo no fogo, assim será no fim do mundo. 41O Filho do Homem enviará seus anjos, que retirarão de seu Reino todos os escândalos e todos os que fazem o mal 42e os lançarão na fornalha ardente, onde haverá choro e ranger de dentes. 43Então, no Reino de seu Pai, os justos resplandecerão como o sol. Aquele que tem ouvidos, ouça - Palavra da salvação





MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE – “Queridos filhos! Hoje convido-os a se prepararem, através da oração e do sacrifício, para a vinda do Espírito Santo. Filhinhos, este é um tempo de graça e, por isso, convido-os, novamente, a decidirem-se por Deus-Criador. Permitam-Lhe que os transforme e os mude. Que o coração de vocês esteja pronto a escutar e a viver tudo aquilo que o Espírito Santo tem em Seu projeto para cada um de vocês. Filhinhos, permitam ao Espírito Santo conduzi-los pela estrada da verdade e da salvação rumo à vida eterna. Obrigada por terem correspondido a Meu apelo” – MENSAGEM DO DIA 25.05.98
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by