BENTO XVI ADVERTE CONTRA SINCRETISMO NA LITURGIA - LITURGIA DIÁRIA , 16 DE JUNHO DE 2013

terça-feira, 16 de julho de 2013

Diferentes religiões abrem as portas de seus templos para a JMJ, no Rio de Janeiro (Foto: Tássia Thum/G1)
BENTO XVI ADVERTE CONTRA SINCRETISMO NA LITURGIA



Confusão, destruição do sagrado, profanação do santo sacrifício do altar, apostasia quase que geral do clero, debandada do rebanho, etc, etc, etc.....


CIDADE DO VATICANO, quinta-feira, 15 de abril de 2010 (ZENIT.org).- Bento XVI advertiu nessa quinta-feira que aqueles que, em nome da inculturação, decaem no sincretismo estão distantes da verdadeira liturgia cristã. O Papa falou a bispos do norte do Brasil (Estados do Pará e Amapá), recebidos em audiência no contexto da visita ad Limina Apostolorum


Em seu discurso, Bento XVI enfatizou sua preocupação “por tudo o que possa ofuscar o ponto mais original da fé católica: hoje Jesus Cristo continua vivo e realmente presente na hóstia e no cálice consagrados”


O pontífice reconheceu que “uma menor atenção que por vezes é prestada ao culto do Santíssimo Sacramento é indício e causa de escurecimento do sentido cristão do mistério”


Isso “sucede quando na Santa Missa já não aparece como proeminente e operante Jesus, mas uma comunidade atarefada com muitas coisas em vez de estar recolhida e deixar-se atrair para o Único necessário: o seu Senhor”


“Ora, a atitude primária e essencial do fiel cristão que participa na celebração litúrgica não é fazer, mas escutar, abrir-se, receber… É óbvio que, neste caso, receber não significa ficar passivo ou desinteressar-se do que lá acontece, mas cooperar”, disse o Papa


Bento XVI enfatizou que “se na liturgia não emergisse a figura de Cristo, que está no seu princípio e está realmente presente para a tornar válida, já não teríamos a liturgia cristã, toda dependente do Senhor e toda suspensa da sua presença criadora”


“Como estão distantes de tudo isto quantos, em nome da inculturação, decaem no sincretismo introduzindo ritos tomados de outras religiões ou particularismos culturais na celebração da Santa Missa”, disse


O Papa assinalou, citando João Paulo II, que o mistério eucarístico “é um dom demasiado grande para suportar ambiguidades e reduções, particularmente quando, despojado do seu valor sacrificial, é vivido como se em nada ultrapassasse o sentido e o valor de um encontro fraterno ao redor da mesa”


Bento XVI considera que uma das razões dessa descaracterização está numa “mentalidade incapaz de aceitar a possibilidade duma real intervenção divina neste mundo em socorro do homem”


“A confissão duma intervenção redentora de Deus para mudar esta situação de alienação e de pecado é vista por quantos partilham a visão deísta como integralista, e o mesmo juízo é feito a propósito de um sinal sacramental que torna presente o sacrifício redentor. Mais aceitável, a seus olhos, seria a celebração de um sinal que corresponda a um vago sentimento de comunidade”


Mas –prossegue o Papa – o culto “não pode nascer da nossa fantasia ; seria um grito na escuridão ou uma simples auto-afirmação. A verdadeira liturgia supõe que Deus responda e nos mostre como podemos adorá-Lo”


“A Igreja pode celebrar e adorar o mistério de Cristo presente na Eucaristia, precisamente porque o próprio Cristo Se deu primeiro a ela no sacrifício da Cruz. A Igreja vive desta presença e tem como razão de ser e existir ampliar esta presença ao mundo inteiro”, afirmou o pontífice – [Sua Santidade , Bento XVI , Ao receber bispos do norte do Brasil , 15 de abril de 2010]


 ------------------------------------------------------------------------------------------------------------


SÃO PIO X E O ECUMENISMO :  Já nos tempos apostólicos houve homens perversos que, por interesse e ambição, turbavam a corrompiam no povo a pureza da fé com erros abomináveis. Opuseram-se-lhes os Apóstolos com a pregação, com os escritos e com as infalíveis sentenças do primeiro Concílio que celebraram em Jerusalém“


Já no século V escrevia São Vicente de Lerins : “foi um fato sempre muito frequente na Igreja, que quanto mais religiosa era uma pessoa com mais facilidade saía ao encontro de novas invenções” (Commo. VI, 2)


Ou seja, que diante dos hereges que corrompiam a fé dos mais simples, os Apóstolos se opuseram defendendo a Santa Fé com palavras, escritos e condenações. Nada de diálogos com os “irmãos separados”


“Desde então, aqui não cessou o espírito das trevas em seus venenosos ataques contra a Igreja e as verdades divinas de que é depositária indefectível; e suscitando constantemente novas heresias, foram atentando seguidamente contra todos os dogmas da religião cristã“


O “espírito das trevas”. Este é o maléfico indutor de todas as heresias


“O Protestantismo ou religião reformada, como orgulhosamente a chamam seus fundadores, é o compêndio de todas as heresias que houve antes dele, que houve depois e que pode ainda nascer para a ruína das almas“


Para a ruína das almas, são as heresias!


“Com uma luta que dura sem trégua há vinte séculos, não cessou a Igreja Católica de defender o depósito sagrado da verdade que Deus lhe encomendou e de amparar os fiéis contra o veneno das doutrinas heréticas”


A Igreja desde sempre “luta”, não dialoga -, “defende”, não entrega – o tesouro da fé que Deus lhe confiou, e protege os fiéis do veneno dos hereges . Eis a razão e virtude do “verdadeiro ecumenismo” : TRAZER OS AFASTADOS , INDEPENDENTE DE QUE RELIGÃO OU SEITA , PARA A UNIDADE NA ÚNICA E VERDADEIRA IGREJA DE CRISTO , A CATÓLICA , NECESSÁRIA A SALVAÇÃO


“À imitação dos Apóstolos, sempre que o exigiu a pública necessidade, a Igreja, congregada em Concílio ecumênico ou geral, definiu com toda claridade a verdade católica, propôs como dogma de fé a seus filhos e tirou de seu seio os hereges, lançando contra eles a excomunhão e condenando seus erros“


Sempre em conformidade com os Santos Padres: “Anatematizar aqueles que anunciam algo fora do que já foi uma vez recebido, nunca deixou de ser necessário; nunca deixará de ser necessário” - (São Vicente de Lerins, Commo. IX, S)


O concílio que condenou o protestantismo foi o Sacrosanto Concílio de Trento, denominado assim pela cidade onde foi celebrado. Ferido com esta condenação, o protestantismo (…) “encerra um apinhamento, o mais monstruoso, de erros privados e individuais, recolhe todas as heresias e representa todas as formas de rebelião contra a Santa Igreja Católica“


Conclusão: Seguindo o exemplo dos Apóstolos, a Igreja sempre condenou as heresias e expulsou de seu seio os hereges. Nada de diálogo, nem de “louvar a unidade na legítima diversidade” do falso ecumenismo, ou confraternizar publicamente em atos reprováveis com os hereges


O verdadeiro ecumenismo, a verdadeira caridade com os que estão no erro, é mostrar-lhes a verdade plena, e rezar por eles – não “com” eles – para que se convertam à verdadeira fé, tal e como rezava toda a santa Igreja na sagrada liturgia da Sexta-feira Santa :


“Oremos também pelos hereges e cismáticos, para que Deus nosso Senhor os tire de todos os seus erros, e se digne trazê-los à santa Madre Igreja Católica e Apostólica”


“Oremos também pelos incrédulos judeus; para que Deus nosso Senhor aparte o véu de seus corações, e, eles também, reconheçam nosso Senhor Jesus Cristo”


“Oremos também pelos pagãos, para que Deus Onipotente tire a perversidade de seus corações; e abandonando seus ídolos se convertam ao Deus vivo e verdadeiro e a seu único Filho e Senhor nosso Jesus Cristo”


CONVERSÃO de judeus, maometanos e pagãos; e RETORNO de hereges e cismáticos

Esta sim é nossa fé de sempre; a fé dos apóstolos; a fé que nos gloriamos de professar

Glória e adoração somente a Ti, Santíssima Trindade, único e verdadeiro Deus! – [Retirado da Revista Tradición Católica,da Casa Autônoma da FSSPX em Espanha-Portugal nº 209. Janeiro-Fevereiro 2007, APUD apostoladoeucaristico.blogspot.com]





LITURGIA DO DIA 16 DE JULHO DE 2013
PRIMEIRA LEITURA: ZACARIAS 2, 14-17

NOSSA SENHORA DO CARMO , (BRANCO, GLÓRIA, PREFÁCIO DE MARIA - OFÍCIO DA FESTA) - LEITURA DA PROFECIA DE ZACARIAS - 14Solta gritos de alegria, regozija-te, filha de Sião. Eis que venho residir no meio de ti - oráculo do Senhor. 15Naquele dia se achegarão muitas nações ao Senhor, e se tornarão o meu povo: habitarei no meio de ti, e saberás que fui enviado a ti pelo Senhor dos exércitos. 16O Senhor possuirá Judá como seu domínio, e Jerusalém será de novo (sua cidade) escolhida. 17Toda criatura esteja em silêncio diante do Senhor: ei-lo que surge de sua santa morada - Palavra do Senhor

SALMO RESPONSORIAL (LC 1)

REFRÃO: O SENHOR SE LEMBROU DE MOSTRAR SUA BONDADE

1. A minh'alma engrandece ao Senhor, / e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador, -R.

2. pois, ele viu a pequenez de sua serva, / eis que agora as gerações hóo de chamar-me de bendita. / O Poderoso fez por mim maravilhas / e Santo é o seu nome! -R.

3. Seu amor, de geração em geração, / chega a todos que o respeitam. / Demonstrou o poder de seu braço, / dispersou os orgulhosos. -R.

4. Derrubou os poderosos de seus tronos / e os humildes exaltou. / De bens saciou os famintos / e despediu, sem nada, os ricos. -R.

5. Acolheu Israel, seu servidor, / fiel ao seu amor, / como havia prometido aos nossos pais, / em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. -R.

EVANGELHO: MATEUS 12, 46-50


PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO MATEUS - Naquele tempo, 46Jesus falava ainda à multidão, quando veio sua mãe e seus irmãos e esperavam do lado de fora a ocasião de lhe falar. 47Disse-lhe alguém: Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar-te. 48Jesus respondeu-lhe: Quem é minha mãe e quem são meus irmãos? 49E, apontando com a mão para os seus discípulos, acrescentou: Eis aqui minha mãe e meus irmãos. 50Todo aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe - Palavra da salvação





 

MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE – “Hoje, mais uma vez, convido-os à oração, a fim de que vocês se preparem para a vinda de Jesus através da oração, do jejum e de pequenos sacrifícios. Filhinhos, que este tempo seja para vocês um tempo de graça. Aproveitem cada momento e façam o bem, porque somente assim poderão sentir o nascimento de Jesus em seus corações. Se vocês, com suas vidas, derem o exemplo e se tornarem sinal do amor de Deus, a alegria reinará nos corações dos homens” – MENSAGEM DO DIA 25.11.96


Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by