SANTA TERESA D’ÁVILA : “ESTE MUNDO É UMA HOSPEDARIA BARATA‏” - LITURGIA DIÁRIA , 12 DE JUNHO DE 2013

terça-feira, 11 de junho de 2013

SANTA TERESA D’ÁVILA  : “ESTE MUNDO É UMA HOSPEDARIA BARATA‏”


Dizia Santa Teresa d’Ávila que este mundo é uma hospedaria barata, razão pela qual não podemos levá-lo demasiadamente a sério, nem nos deixar prender por seus laços, sobretudo quando estes nos afastam de Deus, pelo pecado — malogro da inteligência e da vontade desviadas dos seus objetos formais: a verdade e o bem


Para a notável mística do Carmelo, assim como para o Magistério da Igreja, somos peregrinos rumo a uma dimensão que transcende à corruptibilidade — instância onde o amor de Deus mantém as coisas no ser. A propósito, o advérbio “onde” é impreciso para definir tal realidade, pois o Todo que é tudo não cabe em lugares: Deus é absolutamente trans-total, supra-local . É a totalidade sem partes quantitativas, meta-dimensional, super-essencial


Trata-se, pois, de uma analogia, ou seja, o recurso de denominar pelo mesmo nome — no caso, a palavra “onde” — realidades distintas quanto à essência, porém relacionadas segundo certa proporção conceptual. Ocorre que, em Si mesmo, Deus é o agora eterno impossível de circunscrever-se pelo espaço. N’Ele não existe onde


Pois bem. Na medíocre hospedaria do mundo alberga-se o amor humano, que, que parece ser feito de corações de cera . Por isso o tempo atreve-se a gastá-lo, a maltratá-lo, a impor-lhe as fadigas do uso continuado, a letargia do tédio. Em síntese, um amor não firmado em Deus, por mais que arda, é fagulha; por mais que cresça, é nanico; por mais que satisfaça, não sacia; por mais que apraza, dói; por mais que preencha, tem lacunas; por mais que viva, vive a morrer


Assim é o amor humano : 


ele só se torna perdurável, perene, ao ancorar-se n’Aquele que está além de todas as durações. Caso contrário acaba tornando-se um grilhão, e muitas vezes o justificamos apelando culpavelmente às nossas próprias debilidades


O amor que tem como pilar a Deus não é fuga em busca de conforto psicológico ou de catarses fisiológicas, mas o êxodo das potências superiores da alma em direção ao mistério. E isto não são trevas, pois o amor mesmo é a luz que dá sentido às coisas, sem contudo revelar como haure o seu próprio sentido


Ora, se a medida do amor é amar sem medida, como dizia Santo Agostinho, leve-se em conta que a sua semelhança com Deus é ser partícipe da infinitude, quer dizer, do Incomensurável não passível de ser medido. Noutra formulação, o amor é a infinitude de Deus participada às criaturas dotadas de inteligência e vontade abertas ao influxo deste “raio de trevas luminosas”, expressão com que se referia a Deus o Pseudo Dionísio Areopagita, grande neoplatônico cristão. No amor, e somente nele, o homem chega à interseção entre o tempo e a eternidade

Se as coisas são como aqui se descrevem, é lógico deduzir que o sentido do verdadeiro amor conjugal — como de qualquer outro amor — é Deus. Assim, não pode haver casamento, em sentido próprio, fora do sagrado amor de Deus; pode, isto sim, haver entendimento circunstancial entre os corpos, união civil,união até de almas, porém frágil porque baseada no que é instável, e nada tão instável e sujeito a crises como o coração humano, quando abandona-se a si mesmo


Profanar o matrimônio tem sido prática continuada das sociedades de nossa era globalista, na qual só um cristianismo fake pode ter lugar, como o das seitas evangélicas e o de uma Igreja Católica magisterialmente tíbia, infiltrada por elementos alienígenas que a minam por dentro. Era fechada ao mistério e, portanto, à luz benemerente do amor


Que chamemos, pois, a qualquer união entre duas (ou mais) pessoas de “casamento”, é apenas um dentre tantos signos distintivos do declínio civilizacional em que caminhamos. Da perda da noção de que o matrimônio tem como pilar metafísico o Próprio Ser Subsistente, daí que alcance uma intimidade para muito além da dos corpos, embora também abarque este plano físico, que tem a sua bondade e a sua funcionalidade próprias


Numa época tão materialista e hedonista, consolam-nos as palavras de São Paulo segundo as quais “o amor jamais acabará”. Ele é maior que o mundo . É a razão de ser do mundo



LITURGIA DO DIA 12 DE JUNHO DE 2013
PRIMEIRA LEITURA: 2º CORÍNTIOS 3, 4-11


X SEMANA COMUM , (VERDE - OFÍCIO DO DIA) - LEITURA DA SEGUNDA CARTA DE SÃO PAULO AOS CORÍNTIOS - Irmãos, 4Tal é a convicção que temos em Deus por Cristo. 5Não que sejamos capazes por nós mesmos de ter algum pensamento, como de nós mesmos. Nossa capacidade vem de Deus. 6Ele é que nos fez aptos para ser ministros da Nova Aliança, não a da letra, e sim a do Espírito. Porque a letra mata, mas o Espírito vivifica. 7Ora, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, se revestiu de tal glória que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos no rosto de Moisés, por causa do resplendor de sua face (embora transitório), 8quanto mais glorioso não será o ministério do Espírito! 9Se o ministério da condenação já foi glorioso, muito mais o há de sobrepujar em glória o ministério da justificação ! 10Aliás, sob esse aspecto e em comparação desta glória eminentemente superior, empalidece a glória do primeiro ministério. 11Se o transitório era glorioso, muito mais glorioso é o que permanece! - Palavra do Senhor

SALMO RESPONSORIAL(98)

REFRÃO: SANTO É O SENHOR NOSSO DEUS!

1. Exaltai o Senhor nosso Deus e prostrai-vos perante seus pés, pois é santo o Senhor nosso Deus! -R

2. Eis Moisés e Aarão entre os seus sacerdotes. E também Samuel invocava seu nome, e ele mesmo, o Senhor, os ouvia. -R
3. Da coluna de nuvem falava com eles. E guardavam a lei e os preceitos divinos, que o Senhor nosso Deus tinha dado. -R.

4. Respondíeis a eles, Senhor nosso Deus, porque éreis um Deus paciente com eles, mas sabíeis punir seu pecado. -R.

5. Exaltai o Senhor nosso Deus e prostrai-vos perante seu monte, pois é santo o Senhor nosso Deus! -R.

EVANGELHO: MATEUS 5, 17-19

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO MATEUS - Naquele tempo, 17Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição. 18Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei. 19Aquele que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens, será declarado o menor no Reino dos céus. Mas aquele que os guardar e os ensinar será declarado grande no Reino dos céus - Palavra da salvação




 

MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE – “Eu sou a Mãe de vocês e os convido a aproximarem-se de Deus através da oração, porque somente Ele é a sua Paz e o seu Salvador. Por isso, filhinhos, não procurem consolações materiais, mas busquem a Deus. Eu rezo por vocês e intercedo junto a Deus por cada um de vocês. Peço as suas orações para que possam aceitar-Me e acolher também as Minhas mensagens, como nos primeiros dias das aparições. E somente então, quando abrirem os seus corações e rezarem, se realizarão milagres” – MENSAGEM DO DIA 25.09.93
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by