CONSTITUIÇÃO BENEDICTUS DEUS DO PAPA BENTO XII - LITURGIA DIÁRIA , 25 DE MAIO DE 2013

sábado, 25 de maio de 2013

CONSTITUIÇÃO BENEDICTUS DEUS

BENTO XII
BISPO, SERVO DOS SERVOS DE DEUS
PARA PERPÉTUA MEMÓRIA DA MATÉRIA

Por esta constituição, que permanecerá perpetuamente em vigência, Nós, com apostólica autoridade, definimos :

Que, conforme a disposição geral de Deus, as almas de todos os santos que partiram deste mundo antes da paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, assim como as dos santos apóstolos, mártires, confessores, virgens e dos outros fiéis que morreram após o recebimento do santo batismo de Cristo – dado que não tinham necessidade de serem purificadas ao morreram, ou não há de ser quando no futuro morrerem, ou se, então, nelas tiver havido algo a purificar e tiverem sido purificadas após a morte – e as almas das crianças renascidas pelo mesmo batismo de Cristo e das que serão quando forem batizadas, e morreram antes do uso do livre-arbítrio, logo depois de sua morte e da purificação mencionada aos que precisavam de tal purificação, mesmo antes de reassumir os seus corpos e antes do juízo universal, após a ascensão ao céu de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, estiveram, estão e estarão no céu, no reino dos céus e no paraíso celeste, com Cristo, junto da companhia dos santos Anjos

E que depois da paixão e morte de Nosso Senhor Jesus Cristo viram e vêem a essência divina com uma visão intuitiva e até face a face – sem a mediação de qualquer criatura como objeto de visão, mas a essência divina se revela a eles de forma imediata, desnuda, clara e manifesta –; E QUE AQUELES QUE VÊEM ASSIM, GOZAM PLENAMENTE DA MESMA ESSÊNCIA DIVINA, E, DESSA FORMA, POR ESSA VISÃO E FRUIÇÃO, AS ALMAS DAQUELES QUE JÁ MORRERAM SÃO VERDADEIRAMENTE BEM-AVENTURADAS E POSSUEM A VIDA E O DESCANÇO ETERNO, como também as dos que mais tarde hão de morrer verão a essência divina e gozarão dela antes do juízo universal; e que esta visão da essência divina a sua fruição fazem cessar nessas almas os atos de fé e de esperança, uma vez que a fé e a esperança são propriamente virtudes teologais; e, depois que esta visão intuitiva face a face e esta fruição teve e tiver nelas início, esta visão e fruição – sem qualquer interrupção ou privação desta visão e fruição –, permanecem ininterruptos e hão de assim continuar até o juízo final e, a partir dele, por toda a eternidade

DEFINIMOS TAMBÉM QUE, DE ACORDO COM A GERAL DISPOSIÇÃO DE DEUS, AS ALMAS DAQUELES QUE MORREM EM PECADO MORTAL ATUAL, LOGO DEPOIS DE SUA MORTE DESCEM AO INFERNO , ONDE COM AS PENAS INFERNAIS SÃO ATORMENTADAS, e que, todavia, no dia do juízo, todos os homens hão de comparecer “diante do tribunal de Cristo” com os seus corpos para prestar contas de suas ações, “para que cada um receba o que lhe toca segundo o que fez quando estava no corpo, seja de bem ou de mal” (II Cor. V, 10)


Decretado no 29º dia de janeiro, do ano de Nosso Senhor de 1336, segundo de nosso pontificado

BENTO PP. XII




LITURGIA DO DIA 25 DE MAIO DE 2013
PRIMEIRA LEITURA: ECLESIÁSTICO 17, 1-13

VII SEMANA COMUM , (VERDE - OFÍCIO DO DIA) - LEITURA DO LIVRO DO ECLESIÁTICO - 1Deus criou o homem da terra, formou-o segundo a sua própria imagem; 2e o fez de novo voltar à terra. Revestiu-o de força segundo a sua natureza; 3determinou-lhe uma época e um número de dias. Deu-lhe domínio sobre tudo o que está na terra. 4Fê-lo temido por todos os seres vivos, fê-lo senhor dos animais e dos pássaros. 5De sua própria substância, deu-lhe uma companheira semelhante a ele, com inteligência, língua, olhos, ouvidos, e juízo para pensar; cumulou-os de saber e inteligência. 6Criou neles a ciência do espírito, encheu-lhes o coração de sabedoria, e mostrou-lhes o bem e o mal. 7Pôs o seu olhar nos seus corações para mostrar-lhes a majestade de suas obras, 8a fim de que celebrassem a santidade do seu nome, e o glorificassem por suas maravilhas, apregoando a magnificência de suas obras. 9Deu-lhes, além disso, a instrução, deu-lhes a posse da lei da vida; 10concluiu com eles um pacto eterno, e revelou-lhes a justiça de seus preceitos. 11Viram com os próprios olhos as maravilhas da sua glória, seus ouvidos ouviram a majestade de sua voz: Guardai-vos, disse-lhes ele, de toda a iniquidade. 12Impôs a cada um (deveres) para com o próximo. 13O proceder deles lhe está sempre diante dos olhos, nada lhe escapa - Palavra do Senhor

SALMO RESPONSORIAL(102)

REFRÃO: O AMOR DO SENHOR POR QUEM O RESPEITA,
É DE SEMPRE E PARA SEMPRE


1. Como um pai se compadece de seus filhos, / o Senhor tem compaixão dos que o temem. / Porque sabe de que barro somos feitos, / e se lembra que apenas somos pó. -R.

2. Os dias do homem se parecem com a erva, / ela floresce como a flor dos verdes campos; / mas apenas sopra o vento ela se esvai, / já nem sabemos onde era o seu lugar. -R.

3. Mas o amor do Senhor Deus por quem o teme / é de sempre e perdura para sempre; / e também sua justiça se estende / por gerações até os filhos de seus filhos, / aos que guardam fielmente sua Aliança. -R.

EVANGELHO: MARCOS 10, 13-16

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO MARCOS - Naquele tempo, 13Apresentaram-lhe então crianças para que as tocasse; mas os discípulos repreendiam os que as apresentavam. 14Vendo-o, Jesus indignou-se e disse-lhes: "Deixai vir a mim os pequequinos e não os impeçais, porque o Reino de Deus é daqueles que se lhes assemelham. 15Em verdade vos digo: todo o que não receber o Reino de Deus com a mentalidade de uma criança, nele não entrará." 16Em seguida, ele as abraçou e as abençoou, impondo-lhes as mãos - Palavra da salvação



 
MENSAGEM DO DIA 18 DE AGOSTO DE 1982 - “Pela cura dos doentes é necessário uma fé constante, uma oração perseverante acompanhada da oferta de jejuns e sacrifícios. Não posso ajudar aqueles que não rezam e não fazem sacrifícios. Também aqueles que não estão bem de saúde devem rezar e jejuar pelos doentes. Quanto mais credes firmemente e jejuais pela mesma intenção de cura, tanto maiores serão a graça e a misericórdia de Deus. É bom rezar impondo as mãos sobre seus doentes e também ungi-los com o óleo bento. Nem todos os sacerdotes tem o dom de cura: para despertar este dom o sacerdote deve rezar com perseverança, jejuar e crer firmemente” – MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE


Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by