ADORADORES DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO- LITURGIA DIÁRIA , 16 DE MAIO DE 2013

quarta-feira, 15 de maio de 2013


ADORADORES DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO
QUAL AMOROSO FOI JESUS AO INSTITUIR A SANTA EUCARISTIA!
ENTRETANTO, NÓS CORREMOS ATRÁS DE MILAGRES! COMO É INVISÍVEL A NOSSA FÉ! JESUS EUCARÍSTICO É O MILAGRE CONSTANTE EM TODOS OS SACRÁRIOS DA TERRA! É O MESMO SACRIFÍCIO DA CRUZ MANTIDO, POR SUA ONIPOTÊNCIA DIVINA, DENTRO DAS FRÁGEIS PELÍCULAS DE PÃO! SENHOR, ESSE PÃO, NUNCA NÓS DEIXE FALTAR!


Ler com muita atenção, e procurar seguir as instruções. É de extrema importância incentivar e praticar a Adoração ao Santíssimo Sacramento, e neste caso, sem mesmo estar diante de um sacrário. É por Maria, pela Eucaristia que venceremos

(Adoratio in domus-AID) “É assim que os leigos consagram a Deus o próprio mundo, prestando por toda a parte, a Deus, na santidade de sua vida, um culto de Adoração” (L.G.,34)

Diz SANTA ALEXANDRINA à JESUS : “Vós conheceis os meus desejos que são estar na Vossa presença no Santíssimo Sacramento; mas já que não posso, mando-Vos o meu coração, a minha inteligência para aprender todas as Vossas lições; mando-Vos os meus pensamentos para que eu pense só em Vós, ó meu Amor, porque Vos amo só a Vós, só a Vós eu busco, só por Vós suspiro, só Vós, Jesus, em tudo e por tudo”. E Jesus faz-lhe um convite:”Minha esposa bem fiel, anda com o teu amor e com a tua reparação curar-Me as feridas que com os crimes Me vão ser feitas. São mais horríveis as dores do que as do Calvário. Quantos cravos! Quantas coroas de espinhos e quantas lanças! Anda passar parte da noite nos meus sacrários, com muito amor e fervor. Eu te ajudarei. Estou contigo no sacrário do teu coração e tu nos Meus por esse mundo além.” (14-1-35)

Diz-lhe JESUS , a propósito da sua missão : “ A missão que te confiei são os Meus sacrários e os pecadores. “Escreve que Eu quero que se pregue a devoção aos sacrários; quero que se acenda nas almas a devoção para com estas prisões de amor; não fiquei aqui somente por amor daqueles que Me amam, mas por todos; em todo o trabalho Me podem consolar; que seja bem pregada e bem propagada a devoção aos sacrários porque são tantos aqueles que, embora entrando nas igrejas, nem sequer me saúdam e não param um momento a adorar-Me” (1-11-34)

De facto, sempre tem sido recomendado que as pessoas que não podem deslocar-se às Igrejas para um tempo de adoração ao Senhor, de forma presencial, seja numa visita diária ou semanal ou com outra frequência, podem, ainda assim, honrar o Senhor Sacramentado, dirigindo-se-Lhe em espírito, tanto nas suas casas como em qualquer outro local que facilite essa mesma atitude de amor, de piedade, de adoração, tanto no louvor como na acção de graças, na súplica ou na meditação... É por isso que parece de todo recomendável que se estabeleça uma rede de adoradores em casa que prestem esse serviço de amor ao Senhor que quase mendiga dos seus filhos um tempo de visita espiritual, sobretudo quando não possam deslocar-se ao templo para oração

ASSIM FALOU JESUS À ALEXANDRINA : ”Queres consolar-Me? Queres consolar o Santificador da tua alma? (…) Vai praticar obra de misericórdia: vai consolar os tristes. Eu estou tão triste. Sou tão ofendido!”(8-11--39).”Não tens pena de Mim? Estou sozinho nos sacrários, tão escarnecido e abandonado e tão ofendido...Anda reparar tudo isto...Visitar os presos da cadeia e consolá-los é boa obra. Eu estou preso e preso pelo amor. Eu sou o preso dos presos.”(4-10-34)

As pessoas criam hábitos rotineiros de que muito dificilmente se libertam e as escravizam, fazendo-as perder tempo em coisas absolutamente secundárias: ir ao café uma, duas ou três vezes por dia; fumar um cigarro, uma e muitas vezes, ver televisão, uma, duas, três ou mais horas... E nunca ou quase nunca encontram tempo para entrar numa igreja, nem para rezar sequer um Pai Nosso ou uma Avé Maria, mesmo em casa... E neste grupo de pessoas há católicos, muitos, que perdem tanto tampo em coisas inúteis, com tantos interesses perfeitamente supérfluos. Como Jesus ficaria consolado se se multiplicassem os seus adoradores e amigos, compensando assim as ausências de amigos junto dos Seus sacrários, nas igrejas!

1.2. A IGREJA RESPONDE À NECESSIDADE DE AMOR DE DEUS AMOR na exortação apostólica “Sacramento da Caridade” (2007), no seu nº 67, o SANTO PADRE PAPA BENTO XVI encoraja “as associações de fiéis, nomeadamente as confrarias, que assumem a prática da adoração eucarística como seu compromisso especial, tornando-se assim fermento de contemplação para toda a Igreja e apelo à centralidade de Cristo na vida dos indivíduos e da comunidade”

No mesmo documento, o Santo Padre realça a grande necessidade 
de se cultivar “a piedade eucarística” como geradora de santidade. E refere que “a celebração e a adoração eucarística permitem abeirar-nos do amor de Deus e a Ele aderir pessoalmente até à união com o bem-amado Senhor.” Dirigindo-se aos leigos e famílias, exorta “todos os leigos, e as famílias em particular, a encontrarem continuamente no Sacramento do Amor de Cristo a energia de que precisam para transformar a própria vida num sinal autêntico da presença do Senhor ressuscitado”

Incentivando a prática da Adoração Eucarística, o Santo Padre refere, no nº 66 do citado documento, que “a Adoração Eucarística é apenas o prolongamento visível da celebração eucarística.” Por outro lado, “ o acto de adoração fora da Santa Missa prolonga e intensifica aquilo que se fez na própria celebração litúrgica”, e frisa que “somente na adoração pode maturar um acolhimento profundo e verdadeiro”, adoração essa que deve ser tomada seriamente durante a celebração litúrgica da Santa Missa já que, como diz o Papa, “a celebração eucarística é o maior acto de adoração da Igreja: receber a Eucaristia significa colocar-se em atitude de adoração d’Aquele que comungamos.” Esta exortação contraria o laxismo que se instalou em muitas celebrações eucarísticas, nos últimos anos, nas quais a maioria dos fiéis não toma atitudes de adoração e, com frequência, nem sequer de respeito para com o Senhor pois ao entrarem nas igrejas não se ajoelham para uma breve oração e nem se ajoelham no momento da consagração das espécies eucarísticas, num claro desrespeito pelas orientações dos Papas neste sentido

Esta ideia foi também realçada por D. JOSÉ POLICARPO , na sua homilia da festa do Santíssimo Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, em 22-5-08, quando afirma que “as expressões tradicionais da adoração, que envolvem todo o nosso ser, corpo e espírito, exprimem essa verdade de Deus perante 
nós e de nós perante Deus: a prostração, o dobrar os joelhos, o abandono de todo o nosso ser à majestade de Deus”; ou seja, “aceitarmo-nos na nossa pequenez e fragilidade, sentindo que a nossa grandeza nos vem de Jesus Cristo (…)”

A presença de Jesus nos Sacrários é o dom mais maravilhoso concedido à Igreja e ao Mundo; só Deus poderia ter “inventado” tão grande dom em favor dos Homens. É, por isso mesmo, o mais belo e mais excelso tesouro da Igreja e que os inimigos da Fé mais desejariam ver derrubado ou ofuscado. “Na celebração e na adoração a Igreja reconhece-se como um Povo centrado na Eucaristia, em todo o tempo e em todas as expressões da vida.”- afirma D. JOSÉ POLICARPO  (idem)

”Tudo aquilo que os adoradores Me pedem na Santíssima Eucaristia será concedido; é a medicina para todos os males. (...) E, depois, faz um pedido: “Que rezem pelos infelizes pecadores, os quais, escravos das paixões, não se lembram que têm uma alma para salvar e que uma eternidade em breve os espera.”(3-4-35)

O PAPA PAULO VI salienta que “ A Igreja tem o seu coração na Eucaristia e nada existe mais doce sobre a terra…”. (“Carta ao Clero”, Milão, 1963).E o PAPA JOÃO PAULO II : “No centro da Igreja e do novo universo está a Eucaristia onde Cristo habita operando nos homens e no mundo inteiro através do Espírito Santo

Ora, neste tempo em que há tantos ataques à Eucaristia e sobretudo à presença de Jesus nos Sacrários, é necessário uma tomada de posição de renovado amor para com o Santíssimo Sacramento que contrarie a tendência para o laxismo e para a desresponsabilização dos cristãos quanto à presença eucarística de Jesus, parecendo ser absolutamente necessário, mais do que nunca, estar alerta em relação a quaisquer tentativas camufladas de desprezo para com esta devoção ao Senhor e Sua adoração, apesar das muitas insistências sobre o tesouro da Eucaristia e da necessidade da adoração eucarística, tantas vezes e de muitos modos expressas, no passado recente, sobretudo pelos dois últimos papas, os SANTOS PADRES JOÃO PAULO II E BENTO XVI, bem cientes das correntes contrárias a este desiderato

É Jesus vivo que está no sacrário, não um símbolo sagrado. Merece-nos todo o respeito, toda a adoração que se deve a Deus como Deus que é! Ele deseja a nossa companhia. Quer ser amado e adorado! Amemo-LO e adoremo-LO de todo o nosso coração, com todas as nossas forças, com todo o nosso entendimento

No santíssimo sacramento da Eucaristia estão contidos verdadeiramente, realmente e substancialmente o Corpo e o Sangue juntamente com a alma e a divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo e, por conseguinte, o Cristo todo. Esta presença chama-se 'real' não por exclusão, como se as outras não fossem 'reais', mas por antonomásia, porque é substancial e porque por ela Cristo, Deus e homem, se torna presente completo" – [Texto retirado do Catecismo da Igreja Católica §1373 a § 1375]

Olhamos para Jesus na hóstia consagrada e percebemos que a brancura da hóstia-consagrada nos lembra o leite virginal com que Jesus foi alimentado. Adorar Jesus presente em nossa alma em união com Maria é o meio mais seguro de Lhe fazermos uma grata recepção, ao mesmo tempo rica de graças para nós. Assim como ela apresentou Jesus para os pastores após o seu nascimento ela nos apresenta, Ela nos dá Jesus… Gosto muito de ver na pessoa que me entrega Jesus quando vou comungar a pessoa de Maria, e vou ainda mais além, peço para Ela cuidar Dele dentro de mim, digo: “Cuida do Teu filho como cuidaste naquela noite em Belém, cuida de Jesus dentro de mim!Faz do meu coração uma manjedoura que não tem outra riqueza,além de Jesus”. Podemos ver que da mesma maneira que Maria procurava um lugar para que Jesus nascesse, hoje Ela procura almas que verdadeiramente O Adorem, O amem e tenham O Lugar que Jesus merece em seu coração, em sua vida. Nos abrigos onde eles pediam abrigo, já estava ocupada por outros hóspedes que pela ilusão e engano de satanás tomaram o lugar de Jesus, o próprio Rei e Salvador do mundo. Eis que a Virgem Maria bate na porta do seu coração e pede abrigo, para que, ela possa dar a luz a Jesus. E aí tem lugar? ¨Quem começa a servir verdadeiramente o Senhor, o mínimo que pode oferecer é a própria vida¨ - [Santa Teresa D Ávila]

“Restaura, ó Senhor, os costumes, alimenta as virtudes, consola os aflitos, fortifica os fracos, leva à sua imitação todos que se lhe aproximam… Logo, quem quer que se aproxime do Santíssimo Sacramento, com particular devoção, e se oferece por amor com zelo ardente e generosidade a Cristo, que nos ama infinitamente, experimenta e compreende a fundo, não sem prazer e fruto para o espírito, quão preciosa seja a vida oculta com Cristo em Deus, quanto vale estar em demorado colóquio com Cristo. Nada há mais suave na terra, nem mais eficaz para conduzir-nos pelos caminhos da santidade" – [PAPA PAULO VI, Mysterium fidei – Mistério da fé, 69]




LITURGIA DO DIA 16 DE MAIO DE 2013
PRIMEIRA LEITURA: ATOS DOS APÓSTOLOS 22, 30; 23, 6-11

VII SEMANA DA PÁSCOA , (BRANCO, PREFÁCIO DA ASCENSÃO - OFÍCIO DO DIA) - LEITURA DOS ATOS DOS APÓSTOLOS - Naqueles dias, 30No dia seguinte, querendo saber com mais exatidão de que os judeus o acusavam, soltou-o e ordenou que se 6Paulo sabia que uma parte do Sinédrio era de saduceus e a outra de fariseus e disse em alta voz.: Irmãos, eu sou fariseu, filho de fariseus. Por causa da minha esperança na ressurreição dos mortos é que sou julgado. 7Ao dizer ele estas palavras, houve uma discussão entre os fariseus e os saduceus, e dividiu-se a assembléia. 8(Pois os saduceus afirmam não haver ressurreição, nem anjos, nem espíritos, mas os fariseus admitem uma e outra coisa.) 9Originou-se, então, grande vozearia. Levantaram-se alguns escribas dos fariseus e contestaram ruidosamente: Não achamos mal algum neste homem. (Quem sabe) se não lhe falou algum espírito ou um anjo... 10A discussão fazia-se sempre mais violenta. O tribuno temeu que Paulo fosse despedaçado por eles e mandou aos soldados que descessem, o tirassem do meio deles e o levassem para a cidadela. 11Na noite seguinte, apareceu-lhe o Senhor e lhe disse: Coragem! Deste testemunho de mim em Jerusalém, assim importa também que o dês em Roma - Palavra do Senhor

SALMO RESPONSORIAL(15)

REFRÃO: GUARDAI-ME, Ó DEUS, PORQUE EM VÓS ME REFUGIO!

1. Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! / Digo ao Senhor: 'Somente vós sois meu Senhor. / Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, / meu destino está seguro em vossas mãos! -R.

2. Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, / e até de noite me adverte o coração. / Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, / pois se o tenho a meu lado não vacilo. -R.

3. Eis por que meu coração está em festa, / minha alma rejubila de alegria, / e até meu corpo no repouso está tranqüilo; / pois não haveis de me deixar entregue à morte, / nem vosso amigo conhecer a corrupção. -R.

4. Vós me ensinais vosso caminho para a vida; / junto a vós, felicidade sem limites,/ delícia eterna e alegria ao vosso lado! -R.

EVANGELHO: JOÃO 17, 20-26

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO JOÃO - Naquele tempo, 20Não rogo somente por eles, mas também por aqueles que por sua palavra hão de crer em mim. 21Para que todos sejam um, assim como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, para que também eles estejam em nós e o mundo creia que tu me enviaste. 22Dei-lhes a glória que me deste, para que sejam um, como nós somos um: 23eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitos na unidade e o mundo reconheça que me enviaste e os amaste, como amaste a mim. 24Pai, quero que, onde eu estou, estejam comigo aqueles que me deste, para que vejam a minha glória que me concedeste, porque me amaste antes da criação do mundo. 25Pai justo, o mundo não te conheceu, mas eu te conheci, e estes sabem que tu me enviaste. 26Manifestei-lhes o teu nome, e ainda hei de lho manifestar, para que o amor com que me amaste esteja neles, e eu neles - Palavra da salvação




MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE – “Queridos filhos! Hoje os convido a colocarem a oração em primeiro lugar em sua vida. Rezem, e que a oração, filhinhos, seja alegria para vocês. Eu estou com vocês, e intercedo por todos vocês; e vocês, filhinhos, sejam alegres portadores das minhas mensagens. Que sua vida Comigo seja alegria. Obrigada por terem correspondido a Meu apelo” – MENSAGEM DO DIA 25.05.2002



Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by