NÃO É SÓ A FUMAÇA DE SATANÁS! - CARTA DE DOM MANOEL PESTANA - LITURGIA DIÁRIA , 04 DE ABRIL DE 2013

quinta-feira, 4 de abril de 2013


NÃO É SÓ A FUMAÇA DE SATANÁS!

CARTA DE DOM MANOEL PESTANA FILHO PARA DOM LUCAS MOREIRA NEVES E PARA O DOM LUCIANO MENDES

 
Quanto pior melhor?" Esta é a pergunta que sempre fazem aqueles que se assustam quando a verdade sobre a crise na Igreja é anunciada com sobriedade e firmeza; esta é a frase que falam quem teme aceitar que para além da fumaça está o pai de toda mentira, inteiro, completo, livre. Não, não se trata de falar "quanto pior melhor", mas de "quanto mais verdade, melhor", isso para que os filhos das trevas sejam desmascarados diante dos filhos da luz, afinal, os primeiros são mais astutos

Em tempos de pouquíssima sinceridade pastoral, onde tudo é feito para agradar somente os de fora e romper a unidade da Igreja, trazemos à baila duas cartas escritas por Dom Manoel Pestana Filho sobre a CNBB. A sentença do Bispo é certeira: chegamos ao limite do tolerável, e isso na década de 1980. O destinatários são certos: Dom Lucas Moreira Neves, um Bispo conservador, e Dom Luciano Mendes, onde a CNBB sob seu governo desceu a níveis inimagináveis de comunismo. Aos leitores a decisão sobre os frutos bons ou maus da Conferência Episcopal Brasileira. Entendemos que a pior faceta daquelas que perderam o senso do sagrado se dá na liturgia, entender a mecânica de todo o boicote à Tradição, venha de onde vier, será salutar para devolver o trono da ordem social para Cristo Rei

 

CARTA A DOM LUCAS MOREIRA NEVES

 PRESIDENTE DA CNBB

 20 de janeiro de 1988
 

“Creio que já ultrapassamos os limites do tolerável. Nem mais seríamos canes non valentes latrare [Cães incapazes de latir Is 56,10], responsáveis diante de Deus e da Igreja pelas inimagináveis consequências do nosso silêncio no meio do sofrido povo de Deus, se, estupidificados pelo engodo da 'unidade', continuássemos engolindo a infidelidade e apostasia que escorrem do alto. Não é apenas a fumaça de Satanás que entrou na Igreja, por alguma fenda oculta, como lamentava o Santo Padre Paulo VI: é, transpondo triunfalmente os portões, o diabo inteiro, presente nos mais altos postos, através de seus fiéis seguidores.

Um Cardeal, que depois de comunicar que nem tomaria conhecimento da passagem da imagem de Fátima pela sua Arquidiocese, pronuncia-se, na televisão, a favor da abolição do celibato eclesiástico – ou melhor, declara-o contra o direito – e defende o homossexualismo; a CNBB que assume oficialmente, para espanto dos Constituintes que ainda respeitam a Igreja, a posição do sinistro Frei Betto pela despenalização do aborto, como em vão propugnou Dom Cândido Padim em Itaici, na Comissão da Constituição e em plenário; a imposição prática de um texto da Campanha da Fraternidade, complementado pelo que a AEC, avançando ainda mais, preparou para os pobres colégios católicos, em que não sobra nem fraternidade nem fé; os cursos de lavagem cerebral para Bispos que, apenas transferidos de Itaici para o Embu, são agora apresentados como 'cursos para bispos novos' – e V. Exa. sabe muito bem quais são os seus organizadores e professores – TUDO ISSO claramente indica que o caminho que estamos seguindo não leva a Jerusalém nem muito menos a Roma: vai direto a Sodoma e Gomorra, que já não estão muito longe”

 

CARTA A DOM LUCIANO MENDES

 19 de fevereiro de 1988
 

“Agradecendo-lhe o envio de parabéns e a garantia de orações pelo aniversário de minha consagração episcopal, peço-lhe a caridade de ouvir-me ainda uma vez.

A situação eclesial brasileira se deteriora a olhos vistos, dia a dia. Lembra-me o espantoso processo de autodemolição de que falava Paulo VI. Um incrível masoquismo estéril e suicida, com graves danos para o Reino de Deus. O senhor tem uma posição privilegiada nesse contexto. Pelo amor de Deus, pare um pouco. A velocidade embriaga. E há gente demais ligada ao seu desempenho.

Não se pode mais aceitar como conselheiros e mestres nas Assembleias da CNBB, muito menos como representantes da CNBB na Constituinte, tipos como Plínio da Arruda Sampaio, que vota pelo aborto e pelo divórcio; ou Hélio Bicudo que, conhecido por posições opostas aos princípios cristãos, ameaça de público levar o Papa ao Tribunal de Haia; ou outros confessadamente trotskistas (já os tivemos em Itaici), marxistas, etc, como, em livro, acaba de confirmar antigo assessor da Conferência.

Seria bem mais vantajoso desligar-me, acomodado, se a paralisia não fosse consciente e dolorosa. Veja nisto, desajeitada que pareça, a contribuição que posso oferecer para que a situação, que nos querem fazer irreversível, seja superada energicamente, enquanto é tempo.

Sei que muitos não creem em Fátima. Problema deles. Entretanto, o que vem acontecendo, ademais da atitude do Magistério eclesiástico autêntico, me leva a confiar, apreensivo, na Senhora da Mensagem, como chamou João Paulo II. E muita coisa diz respeito ao que agora se está vendo”

No início de 1988, o monge Dom Marcos Barbosa, do Mosteiro de São Bento (Rio de Janeiro) irradiava em seu programa Encontro Marcado (Rádio Jornal do Brasil) uma pequena palestra intitulada “Um novo Atanásio”. Eram tempos difíceis aqueles. A "teologia da libertação" marxista tinha o apoio de vários bispos. Leonardo Boff era defendido contra o Papa João Paulo II, que lhe impusera silêncio por causa da obstinação em seus erros teológicos.

Dom Marcos Barbosa, ao afirmar que a CNBB não era mais confiável "por estar criando uma Igreja paralela (sic)", fazia uma ressalva de vários bispos fiéis, entre os quais Dom Eugênio Sales (Rio de Janeiro), Dom Luciano Cabral Duarte (Aracaju), Dom José Freire Falcão (Brasília), Dom José Veloso (Petrópolis), Dom Boaventura Kloppenburg (Novo Hamburgo) e Dom Lucas Moreira Neves (Salvador). O herói da crônica, porém, era o Bispo de Anápolis, Dom Manoel Pestana Filho, em quem o monge beneditino descobrira "a ortodoxia e a fibra de um novo Atanásio"

“Ter uma fé clara, segundo o Credo da Igreja, freqüentemente é etiquetado como fundamentalismo. Enquanto o relativismo, isto é o deixar-se levar "aqui e acolá por qualquer vento de doutrina", aparece como a única atitude que não reconhece nada como definitivo e que deixa como última medida somente o próprio eu e as suas vontades”JOSEPH RATZINGER

Chegamos ao grande momento. A Fé está agora na presença não de uma heresia particular como no passado – o arianismo, o maniqueísmo, dos albigenses, dos maometanos – nem está na presença de algum tipo de heresia generalizada, como ocorreu quando enfrentou a revolução protestante trezentos a quatrocentos anos atrás. O inimigo que a Fé tem de enfrentar agora, e que pode ser chamado de “O Ataque Moderno”, é um assalto indiscriminado aos fundamentos da Fé, à própria existência da Fé. E o inimigo que agora avança contra nós está cada vez mais consciente do fato de que não pode haver qualquer neutralidade. As forças que agora se opõem à Fé têm o propósito de destruí-la. A batalha é doravante travada em uma linha definida de clivagem, envolvendo a sobrevivência ou a destruição da Igreja Católica. E toda – não uma parte – de sua filosofia

Como uma cidade sitiada, a Igreja está cercada pelos erros e perigos do nosso tempo. Infelizmente, alguns católicos não só não estão compenetrados desses perigos, mas se acham em vários graus infeccionados por eles

Amar mais a liturgia do que a polêmica, amar a Igreja mais do que os embates e opiniões, amar Jesus Cristo sem Quem a palavras dos letrados são meramente palavras. Ainda que tudo indique a aparente impossibilidade do domínio social de Cristo Rei, devemos lutar até nosso último suspiro, para que não se chegue o dia que de tanto omitir essa verdade, acabemos por negá-la.  Maria Santíssima Rainha é nossa Rainha . Não existe mais espaço para o progressismo, somente para a doçura da Santa Igreja de Cristo, Católica e Apostólica, que para o bem dos homens foi edificada como meio exclusivo da Salvação, não importando quantas crises pelas quais Ela tenha passado e pela qual passa. A IGREJA SEMPRE SERÁ VITORIOSA . Bendito seja o Nome do Senhor por todos os séculos, pois no Nome Santo do Cordeiro será salvo o servo bom e fiel

 

LITURGIA DO DIA 04 DE ABRIL DE 2013

 

PRIMEIRA LEITURA: ATOS DOS APÓSTOLOS 3, 11-26

OITAVA DA PÁSCOA , (BRANCO, GLÓRIA, PREF.DA PÁSCOA I - OFÍCIO PRÓPRIO) - LEITURA DOS ATOS DOS APÓSTOLOS - Naqueles dias, 11Como ele se conservava perto de Pedro e João, uma multidão de curiosos afluiu a eles no pórtico chamado Salomão. 12Ao ver isto, falou Pedro ao povo: Homens de Israel, por que vos admirais assim? Ou por que fitais os olhos em nós, como se por nossa própria virtude ou piedade tivéssemos feito este homem andar? 13O Deus de Abraão, de Isaac, de Jacó, o Deus de nossos pais glorificou seu servo Jesus, que vós entregastes e negastes perante Pilatos, quando este resolvera soltá-lo. 14Mas vós renegastes o Santo e o Justo e pedistes que se vos desse um homicida. 15Matastes o Príncipe da vida, mas Deus o ressuscitou dentre os mortos: disso nós somos testemunhas. 16Em virtude da fé em seu nome foi que esse mesmo nome consolidou este homem, que vedes e conheceis. Foi a fé em Jesus que lhe deu essa cura perfeita, à vista de todos vós. 17Agora, irmãos, sei que o fizestes por ignorância, como também os vossos chefes. 18Deus, porém, assim cumpriu o que já antes anunciara pela boca de todos os profetas: que o seu Cristo devia padecer. 19Arrependei-vos, portanto, e convertei-vos para serem apagados os vossos pecados. 20Virão, assim, da parte do Senhor os tempos de refrigério, e ele enviará aquele que vos é destinado: Cristo Jesus. 21É necessário, porém, que o céu o receba até os tempos da restauração universal, da qual falou Deus outrora pela boca dos seus santos profetas. 22Já dissera Moisés: O Senhor, nosso Deus, vos suscitará dentre vossos irmãos um profeta semelhante a mim: a este ouvireis em tudo o que ele vos disser. 24Todos os profetas, que têm falado sucessivamente desde Samuel, anunciaram estes dias. 25Vós sois filhos dos profetas e da aliança que Deus estabeleceu com os nossos pais, quando disse a Abraão: Na tua descendência serão abençoadas todas as famílias da terra (Gn 22,18). 26Foi em primeiro lugar para vós que Deus suscitou o seu servo, para vos abençoar, a fim de que cada um se aparte da sua iniquidade - Palavra do Senhor

                                       SALMO RESPONSORIAL(8)

REFRÃO: Ó SENHOR, NOSSO DEUS, COMO É GRANDE VOSSO NOME POR TODO O UNIVERSO!

1. Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo! Perguntamos: “Senhor, que é o homem para dele assim vos lembrardes e o tratardes com tanto carinho?” -R.

2. Pouco abaixo de Deus o fizestes, coroando-o de glória e esplendor; vós lhe destes poder sobre tudo, vossas obras aos pés lhe pusestes. -R.

3. As ovelhas, os bois, os rebanhos, todo o gado e as feras da mata; passarinhos e peixes dos mares, todo ser que se move nas águas. -R.

 EVANGELHO: LUCAS 24, 35-48

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO LUCAS - Naquele tempo, 35Eles, por sua parte, contaram o que lhes havia acontecido no caminho e como o tinham reconhecido ao partir o pão. 36Enquanto ainda falavam dessas coisas, Jesus apresentou-se no meio deles e disse-lhes: A paz esteja convosco! 37Perturbados e espantados, pensaram estar vendo um espírito. 38Mas ele lhes disse: Por que estais perturbados, e por que essas dúvidas nos vossos corações? 39Vede minhas mãos e meus pés, sou eu mesmo; apalpai e vede: um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que tenho. 40E, dizendo isso, mostrou-lhes as mãos e os pés. 41Mas, vacilando eles ainda e estando transportados de alegria, perguntou: Tendes aqui alguma coisa para comer? 42Então ofereceram-lhe um pedaço de peixe assado. 43Ele tomou e comeu à vista deles. 44Depois lhes disse: Isto é o que vos dizia quando ainda estava convosco: era necessário que se cumprisse tudo o que de mim está escrito na Lei de Moisés, nos profetas e nos Salmos. 45Abriu-lhes então o espírito, para que compreendessem as Escrituras, dizendo: 46Assim é que está escrito, e assim era necessário que Cristo padecesse, mas que ressurgisse dos mortos ao terceiro dia. 47E que em seu nome se pregasse a penitência e a remissão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. 48Vós sois as testemunhas de tudo isso - Palavra da salvação 
 
 

MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE“Queridos filhos! Hoje, mais uma vez, convido todos vocês à oração. Somente com a oração, queridos filhos, seus corações serão transformados, tornar-se-ão melhores e mais sensíveis à Palavra de Deus. Filhinhos, não permitam que satanás os seduza e faça de vocês o que deseja. Eu os convido a se tornarem responsáveis e decididos e, na oração, consagrar a Deus cada dia. Que a Santa Missa, filhinhos, não seja para vocês um hábito, mas vida. Vivenciando diariamente a Santa Missa, vocês sentirão necessidade de santidade e crescerão na santidade. Eu estou perto de vocês e intercedo junto a Deus por cada um de vocês, a fim de que Ele lhes conceda a força para transformar seus corações. Obrigada por terem correspondido a Meu apelo” MENSAGEM DO DIA 25.01.98

A IGREJA CELEBRA HOJE , SANTO ISIDORO - O santo de hoje é resultado de uma família de santos, gente que buscou a vontade de Deus em tudo. Nasceu na Espanha no ano de 560, perdeu os pais muito cedo e ficou aos cuidados dos irmãos que, recebendo dos pais uma ótima formação cristã, puderam introduzir o pequeno Isidoro a este relacionamento com Deus. Ele se deparou com muitos limites, por exemplo, nos estudos. E fugia desse compromisso. No entanto, com a graça divina e o esforço humano, ele transcendeu e retomou os estudos, tornando-se um dos homens mais cultos, versados e reconhecido pela Igreja como doutor. Santo Isidoro foi um homem humilde, de oração e penitência, que buscava a salvação das almas, a edificação das pessoas. Com o falecimento de um irmão seu, foi eleito bispo em Sevilha, consumindo-se de amor a Cristo, no povo.  Santo Isidoro, rogai por nós!

 

 

 
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by