Estamos Todos Doentes?

segunda-feira, 1 de outubro de 2012


Hoje li uma reportagem no jornal Valor Econômico e quero compartilhar com vocês. Ela traz uma reflexão interessante, pois vivemos tão conectados hoje em dia, seja via computador, tablet, celular, mas por outro lado estamos tão desconectados das pessoas, principalmente as mais próximas...segue a matéria.
A maneira como muitas pessoas usam o celular — e tantos outros meios portáteis de comunicação virtual — tem criado uma situação incomum: aproxima os que estão distantes e, na maioria das vezes, afasta aqueles que estão próximos.
Isso pode ser observado de forma cada vez mais corriqueira, a  ponto de já começar a ser tolerado em locais diversos como eventos, reuniões, restaurantes, casas de espetáculo, avião, escritório, residência e muitos outros ambientes nos quais a pessoa se encontra acompanhada ou interagindo com algum interlocutor.
O assunto tem provocado tanta polêmica que até já aparece em livros e cursos sobre conduta e etiqueta social. Mas uma ação interessante foi a que tomou o proprietário de um restaurante em Los Angeles. Mark Gold, dono do Eva Restaurant, decidiu dar um desconto de 5% a todos os clientes que deixarem os seus celulares e outros aparelhos tecnológicos na recepção. Sua proposta é proporcionar aos seus clientes um ambiente de tranquilidade e — na medida do possível — que fique o mais próximo daquele que cada um gostaria de ter na sua casa ou na companhia da família.
Curiosamente, muitos dos frequentadores tem se mostrado agradavelmente surpresos com a proposta, pois nunca haviam pensado na hipótese de se “desconectar” para fazer uma agradável refeição ao lado de outras pessoas. Após dois meses de experiência, ele registrou uma média de adesão entre 40% a 50%. Os demais consideraram que não poderiam permanecer “desligados”, nem mesmo durante uma refeição.
Um comportamento muito comum atualmente em restaurantes é o dos casais que estão juntos, mas cada pessoa usando seu aparelho isoladamente. Pode-se concluir que nenhum deles está, integralmente, com o outro naquele momento. Eles podem estar intensamente conectados com alguém distante, talvez também, devidamente acompanhado — apenas levando em conta a presença física.
E nem precisamos mencionar as pessoas que falam em voz alta, gritam, brigam ou chamam a atenção de subordinados, clientes ou fornecedores pelo telefone em locais públicos. Afinal, todo o avanço tecnológico pode ser muito bem-vindo. A grande questão é a forma como é usado.
Que situação chegamos...precisamos de um restaurante que nos ofereça um desconto e que tenha uma proposta de nos desligar da tecnologia para que possamos notar, refletir que hoje mais do que nunca desvalorizamos, não damos atenção para quem está ao nosso lado, para quem é importante para nós. Hoje não sabemos mais nos comportar, perdemos a pouca educação que tínhamos, perdemos o respeito, perdemos o bom-senso, não sabemos mais ser exemplo pra ninguém, esquecemos de valorizar as pessoas que nos são importantes.
Gastamos tanto tempo lendo milhões de emails (muitos deles inúteis, repletos de Power Point banal), vendo vídeos estúpidos na rede ou até mesmo os gravando, postando nossa vida na rede, fofocando e sabendo da vida do outro através das rede sociais...e somos incapazes e socorrer quem precisa, de avisar muitas vezes quem cuida da gente, quem se preocupa com a gente - que estamos bem, estamos chegando...de ligar para um amigo para ouvir a voz e, ter a certeza de que está bem, de ver um bom filme ao lado de quem amamos (sem ficar olhando o celular, atualizando o face...).
ESTAMOS DOENTES!!! Muito, muito e muito doentes...Perdemos a noção de prioridade, perdemos a noção do tempo, perdemos o respeito, a dignidade, a sinceridade, perdemos o abraço, o carinho, o número do telefone dos nossos amigos, das pessoas que amamos...PERDEMOS!!!
Desejo apenas que eu, você e quem deseja ser diferente nesse mundo maluco, mas maravilhoso, saiba ser e fazer a diferença, usando a tecnologia com equilíbrio, respeito e amor ao próximo. 
OBS: Quem sabe as equipes de liturgias Brasil a fora de agora em diante possam ofertar a conscientização nos fiéis, expondo que ao participar da missa sem navegar na internet, sem enviar sms, sem tuitar...terá um encontro com Jesus único...uma comunhão plena.
Seja Feliz, abraçando sua cruz!!!

PS: Sou fã da tecnologia, uso um milhão de recursos para ficar conectada, antenada, mas me policio para fazer minhas coisas e viver com equilíbrio. Não devemos deixar de usar nada disso, apenas precisamos usar na medida certa.


Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by