SONHO DO INFERNO DE SÃO JOÃO BOSCO , PARTE 1 / 4 - LITURGIA DIÁRIA , 13 DE SETEMBRO DE 2012

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

SONHO DO INFERNO DE SÃO JOÃO BOSCO – PARTE 1 / 4
[FONTE : MEMORIE BIOGRAFICHE DI DON GIOVANNI BOSCO]

NA NOITE DE DOMINGO, 3 DE MAIO DE 1869, FESTA DO PATROCÍNIO DE SÃO JOSÉ, DOM BOSCO RETORNOU A NARRAÇÃO DO QUE TINHA VISTO NOS SEUS SONHOS – “DEVO - PRINCIPIOU - CONTAR-VOS OUTRO SONHO, QUE SE PODE CONSIDERAR CONSEQÜÊNCIA DOS QUE VOS NARREI NA 5ª E NA 6ª FEIRA À NOITE, OS QUAIS ME DEIXARAM TÃO CANSADO, QUE DIFICILMENTE ME PODIA MANTER EM PÉ. CHAMAI-LHES SONHOS OU DAI-LHES OUTRO NOME...; CHAMAI-LHES COMO QUISERDES”

- “POR QUE NÃO FALAS? ...” VOLTEI-ME PARA O LUGAR DE ONDE PROCEDIA A VOZ E VI JUNTO AO MEU LEITO UM PERSONAGEM DISTINTO . TENDO COMPREENDIDO O MOTIVO DA CENSURA , PERGUNTEI-LHE : - “E QUE DEVEREI DIZER A NOSSOS JOVENS ?” : - O QUE VISTE E TE FOI DITO NOS ÚLTIMOS SONHOS, E TAMBÉM O QUE DESEJAVAS CONHECER, E QUE TE SERÁ REVELADO NA PRÓXIMA NOITE . E DESAPARECEU. NO DIA SEGUINTE INTEIRO, ESTIVE PENSANDO NA PÉSSIMA NOITE QUE HAVERIA DE PASSAR ; E CHEGADA A HORA , NÃO ME DECIDIA A IR DORMIR . FIQUEI LENDO , SENTADO À MESA , ATÉ MEIA NOITE . ENCHIA-ME DE TERROR A IDÉIA DE TER QUE PRESENCIAR AINDA OUTROS ESPETÁCULOS TERRÍVEIS . FIZ , AFINAL , VIOLÊNCIA SOBRE MIM MESMO E FUI DEITAR-ME . PARA NÃO DORMIR TÃO RAPIDAMENTE, COM TEMOR DE QUE A IMAGINAÇÃO ME LEVASSE AOS COSTUMEIROS SONHOS, APOIEI O TRAVESSEIRO NA PAREDE, DE MODO A FICAR QUASE SENTADO NO LEITO. MAS, COMO ESTAVA MOÍDO DE CANSAÇO, SEM QUE ME DESSE CONTA O SONO LOGO SE APODEROU DE MIM . E EIS QUE DE REPENTE VEJO NO QUARTO, JUNTO A MINHA CAMA, O HOMEM DA NOITE ANTERIOR, O QUAL ME DIZ  :  - “LEVANTA-TE E VEM COMIGO!”  - ROGO-TE, POR CARIDADE - LHE RESPONDI - DEIXA-ME TRANQÜILO , POIS ESTOU CANSADO DEMAIS . HÁ VÁRIOS DIAS SOU ATORMENTADO PELA DOR DE DENTES . DEIXA-ME DESCANSAR . TIVE SONHOS ESPANTOSOS ; ESTOU EXTENUADO . DIZIA ISSO TAMBÉM PORQUE A APARIÇÃO DESSE HOMEM É SEMPRE SINAL DE GRANDE AGITAÇÃO, CANSAÇO E TERROR . – “LEVANTA-TE, QUE NÃO HÁ TEMPO A PERDER !” - ME RESPONDEU . ENTÃO LEVANTEI-ME E SEGUI-O. NO CAMINHO, PERGUNTEI : - “AONDE ME QUERES LEVAR DESTA VEZ ?”  - “VEM E VERÁS” . CONDUZIU-ME A UM LUGAR ONDE SE ESTENDIA UMA IMENSA PLANÍCIE . OLHEI À VOLTA  ,  DE LADO ALGUM CONSEGUIA VER OS CONFINS DELA, DE TAL FORMA ERA ELA EXTENSA. ERA UM VERDADEIRO DESERTO! NÃO APARECIA SER VIVO ALGUM . NÃO SE VIA NEM UMA PLANTA NEM UM RIO; A VEGETAÇÃO SECA E AMARELECIDA MOSTRAVA ASPECTO DESOLADOR . NÃO SABIA ONDE ME ENCONTRAVA, NEM O QUE IRIA FAZER. DURANTE ALGUNS INSTANTES PERDI DE VISTA O GUIA . RECEEI ME TER PERDIDO . NÃO ESTAVAM COMIGO NEM O PADRE RUA, NEM O PADRE FRANCESIA, NEM NINGUÉM MAIS . EIS QUE DESCUBRO DE NOVO O AMIGO , QUE VINHA A MEU ENCONTRO . RESPIREI E LHE PERGUNTEI :  - “ONDE ESTOU ?” – “VEM COMIGO E VERÁS” . – “BEM, IREI CONTIGO” .  CAMINHAVA ELE NA FRENTE E EU O SEGUIA EM SILÊNCIO . APÓS UMA LONGA E TRISTE CAMINHADA , PENSANDO QUE PRECISARIA ATRAVESSAR TODA A IMENSA PLANÍCIE , DIZIA PARA MIM MESMO :  - “POBRES DE MEUS DENTES! POBRE DE MIM, COM AS PERNAS INCHADAS!.....” DE REPENTE, SEM SABER COMO, APARECE DIANTE DE MIM UMA ESTRADA . ROMPI ENTÃO O SILÊNCIO , PERGUNTANDO AO MEU GUIA :  - “AONDE VAMOS AGORA ?”  - “POR AQUI” - RESPONDEU-ME .  E NOS ENCAMINHAMOS POR AQUELA ESTRADA . ERA BONITA , LARGA , ESPAÇOSA E BEM PAVIMENTADA . VIA PECCANTIUM COMPLANATA LAPIDIBUS, ET IN FINE ILLORUM INFERI, ET TENEBRAE, ET POENAE (ECLESIÁSTICO, 21, 11) [O CAMINHO DOS PECADORES É MUITO BEM PAVIMENTADO, MAS NO FINAL DELE ESTÃO O INFERNO, AS TREVAS E OS CASTIGOS] .  NOS DOIS LADOS DO CAMINHO , HAVIA DUAS BELÍSSIMAS SEBES , VERDES E COBERTAS DE FLORES ENCANTADORAS . AS ROSAS , ESPECIALMENTE, BROTAVAM POR TODAS AS PARTES ENTRES AS FOLHAS . + PRIMEIRA VISTA ESSE CAMINHO PARECIA PLANO E CÔMODO ; E SEM SUSPEITAR DE NADA , ME PUS A CAMINHAR POR ELE . MAS À MEDIDA QUE PROSSEGUIA , NOTEI QUE IA IMPERCEPTIVELMENTE DECLINADO E , AINDA QUE NÃO PARECESSE MUITO RÁPIDA E DESCIDA , SEM EMBARGO DISSO EU CORRIA A UMA TAL VELOCIDADE QUE PARECIA ESTAR SENDO LEVADO PELO VENTO . MAIS AINDA , DEI-ME CONTA DE QUE AVANÇAVA QUASE SEM MOVER OS PÉS , TÃO RÁPIDA ERA NOSSA CARREIRA . REFLETINDO QUE RETORNAR DEPOIS POR UMA ESTRADA TÃO LONGA ME CUSTARIA GRANDE ESFORÇO E FADIGA , PERGUNTEI AO AMIGO :  - “COMO É QUE FAREMOS PARA VOLTAR DEPOIS AO ORATÓRIO ?” – “NÃO TE PREOCUPES - ME RESPONDEU - O SENHOR É ONIPOTENTE E QUER QUE TU VÁS. QUEM TE CONDUZ E TE MOSTRA COMO IR PARA A FRENTE SABERÁ TAMBÉM RECONDUZIR-TE DE VOLTA” . O CAMINHO BAIXAVA SEMPRE . CONTINUÁVAMOS NOSSO TRAJETO POR ENTRE FLORES E ROSAS , QUANDO , PELO MESMO CAMINHO , VI OS MENINOS DO ORATÓRIO , JUNTAMENTE COM MUITÍSSIMOS OUTROS COMPANHEIROS QUE EU JAMAIS VIRA ANTES , CAMINHANDO ATRÁS DE MIM . E ENCONTREI-ME NO MEIO DELES  . ENQUANTO OS OBSERVAVA, DE REPENTE VEJO QUE ORA UM, OURA OUTRO, CAÍAM, E EM SEGUIDA ERAM ARRASTADOS POR UMA FORÇA INVISÍVEL RUMO A UMA HORRÍVEL ENCOSTA QUE SE ENTREVIA À DISTÂNCIA, A QUAL DEPOIS VI QUE IA DAR NUMA FORNALHA . PERGUNTEI A MEU COMPANHEIRO : - “QUE É QUE FAZ CAIR ESSES JOVENS ?” FUNES EXTENDERUNT IN LAQUEUM; IUXTA ITER SCANDALUM POSUERUNT (SALMO 139) [ESTENDERAM CORDAS À MANEIRA DE REDE; JUNTO DO CAMINHO PUSERAM TROPEÇOS] . – “APROXIMA-TE UM POUCO MAIS” – RESPONDEU . APROXIMEI-ME E VI QUE OS MENINOS PASSAVAM ENTRE MUITOS LAÇOS , ALGUNS POSTOS À ALTURA DO CHÃO , OUTROS À ALTURA DA CABEÇA ; ESTES ÚLTIMOS NÃO SE VIAM . DESSA FORMA , MUITOS JOVENS , ENQUANTO CAMINHAVAM SEM DAR-SE CONTA DO PERIGO , ERAM COLHIDOS PELOS LAÇOS ; NO MOMENTO DE SER COLHIDOS DAVAM UM SALTO , DEPOIS CAÍAM NO SOLO COM AS PERNAS PARA O AR E, LEVANTANDO-SE , SE PUNHAM EM DESABALADA CORRIDA PARA O ABISMO . UM ERA AGARRADO PELA CABEÇA , OUTRO PELO PESCOÇO , OUTRO PELAS MÃOS , POR UM BRAÇO, POR UMA PERNA , PELA CINTURA , E IMEDIATAMENTE DEPOIS ERAM ARRASTADOS . OS LAÇOS ESTENDIDOS PELA TERRA , QUE MAL SE PODIAM VER , ERAM PARECIDOS COM ESTOPA . LEMBRAVAM UNS FIOS DE ARANHA , E NÃO PARECIAM MUITO NOCIVOS . SEM EMBARGO , VI QUE TAMBÉM OS JOVENS COLHIDOS POR TAIS LAÇOS CAÍAM QUASE TODOS POR TERRA . EU ESTAVA ESPANTADO . E O GUIA ME DISSE : - “SABES O QUE É ISSO ?” – “UM POUCO DE ESTOPA, NÃO MAIS DO QUE ISSO” – RESPONDI . – “MENOS AINDA DO QUE ISSO ; É QUASE NADA – ACRESCENTOU . É APENAS O RESPEITO HUMANO” . VENDO, ENTRETANTO, QUE MUITOS CONTINUAVAM A SE ENREDAR NESSES LAÇOS, PERGUNTEI : - “MAS COMO É QUE TANTOS FICAM ATADOS POR MEIO DESSES FIOS ? QUEM É QUE TANTOS FICAM ATADOS POR MEIO DESSES FIOS ? QUEM É QUE OS ARRASTA DESSE MODO ?” – “APROXIMA-TE MAIS, OLHA E VERÁS”  . OLHEI UM POUCO E DISSE : - “NÃO ESTOU VENDO NADA” . - “OLHA UM POUCO MELHOR – REPETIU” .  SEGUREI ENTÃO UM DOS LAÇOS , PUXEI-O PARA MIM E NOTEI QUE SUA PONTA NÃO APARECIA ; PUXEI UM POUCO MAIS , MAS NÃO CONSEGUIA VER ONDE É QUE TERMINAVA AQUELE FIO ; PELO CONTRÁRIO , NOTEI QUE TAMBÉM A MIM ELE ME ARRASTAVA . SEGUI ENTÃO O FIO E CHEGUEI À BOCA DE UMA ESPANTOSA CAVERNA . PAREI , PORQUE NÃO QUERIA ENTRAR NAQUELA VORAGEM ; PUXEI PARA MIM O FIO E PERCEBI QUE ELE CEDIA UM POUQUINHO . MAS ERA NECESSÁRIO FAZER MUITA FORÇA . DEPOIS DE MUITO PUXAR , POUCO A POUCO FOI SAINDO FORA DA CAVERNA UM FEIO E GRANDE MONSTRO QUE CAUSAVA REPUGNÂNCIA E SEGURAVA FORTEMENTE UM CABO AO QUAL ESTAVAM ATADOS TODOS OS LAÇOS . ERA ELE QUE, MAL CAÍA ALGUÉM NA REDE, IMEDIATAMENTE O PUXAVA PARA SI . - É INÚTIL - PENSEI COMIGO - COMPETIR EM FORÇA COM ESTE MONSTRO MEDONHO, PORQUE NÃO SOU CAPAZ DE VENCE-LO ; O MELHOR É COMBATE-LO COM O SINAL DA SANTA CRUZ E COM JACULATÓRIAS . VOLTEI, POIS, PARA JUNTO DO MEU GUIA, E ELE ME DISSE : - “JÁ SABES AGORA O QUE É ?”  - “SIM! JÁ SEI , É O DEMÔNIO QUE ESTENDE ESSES LAÇOS PARA FAZER MEUS JOVENS CAÍREM NO INFERNO” . OBSERVEI ENTÃO COM ATENÇÃO OS MUITOS LAÇOS E VI QUE CADA UM DELES LEVAVA ESCRITO SEU PRÓPRIO TÍTULO : LAÇO DA SOBERBA , DA DESOBEDIÊNCIA , DA INVEJA , DA IMPUREZA , DO ROUBO , DA GULA , DA PREGUIÇA , DA IRA ETC . FEITO ISSO, COLOQUEI-ME UM POUCO ATRÁS PARA OBSERVAR QUAIS DAQUELES LAÇOS COLHIAM MAIOR NÚMERO DE JOVENS . ERAM OS DA IMPUREZA , DA DESOBEDIÊNCIA E DO ORGULHO. A ESTE ÚLTIMO ESTAVAM ATADOS OS OUTROS DOIS . ALÉM DESSES VI MUITOS OUTROS LAÇOS QUE FAZIAM GRANDE ESTRAGO , MAS NÃO TANTO COMO OS PRIMEIROS . SEM PARAR DE OBSERVAR , VI QUE MUITOS JOVENS CORRIAM MAIS PRECIPITADAMENTE QUE OUTROS , E PERGUNTEI : - “POR QUE ESSA VELOCIDADE ?”  - “PORQUE - FOI-ME RESPONDIDO - SÃO ARRASTADOS PELOS LAÇOS DO RESPEITO HUMANO” . OLHANDO AINDA MAIS ATENTAMENTE , VI QUE POR ENTRE OS LAÇOS HAVIA MUITAS FACAS ESPALHADAS , ALI COLOCADAS POR MÃO PROVIDENCIAL , E SERVIAM PARA CORTA-LOS E ROMPE-LOS . A FACA MAIOR ERA CONTRA O LAÇO DO ORGULHO , E REPRESENTAVA A MEDITAÇÃO . OUTRA FACA TAMBÉM GRANDE, MAS UM POUCO MENOR, SIGNIFICAVA A LEITURA ESPIRITUAL BEM FEITA. HAVIA TAMBÉM DUAS ESPADAS. UMA DELAS INDICAVA A DEVOÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO, ESPECIALMENTE COM A COMUNHÃO FREQÜENTE; A OUTRA, A DEVOÇÃO A NOSSA SENHORA. HAVIA TAMBÉM UM MARTELO: A CONFISSÃO. HAVIA OUTRAS FACAS, SÍMBOLO DAS VÁRIAS DEVOÇÕES: A SÃO JOSÉ, A SÃO LUÍS DE GONZAGA ETC. ETC. COM ESTAS ARMAS NÃO POUCOS ROMPIAM OS LAÇOS QUANDO ERAM PRESOS , OU SE DEFENDIAM PARA NÃO SEREM ATADOS  . VI , COM EFEITO , JOVENS QUE PASSAVAM ENTRE OS LAÇOS SEM NUNCA SEREM COLHIDOS : OU PASSAVAM ANTES QUE O LAÇO CAÍSSE , OU SABIAM ESQUIVA-LO E O LAÇO ESCORREGAVA SOBRE OS OMBROS , SOBRE AS COSTAS , DE UM LADO OU DE OUTRO , SEM , CONTUDO PODER APRISIONA-LOS . QUANDO O GUIA SE DEU CONTA DE QUE EU HAVIA OBSERVADO TUDO , FEZ-ME CONTINUAR O CAMINHO BORDADO DE ROSAS QUE , À MEDIDA QUE AVANÇÁVAMOS , IAM-SE TORNANDO MAIS RARAS , AO PASSO QUE COMEÇAVAM A SE FAZER NOTAR ENORMES ESPINHOS . CHEGAMOS A UM PONTO EM QUE , POR MAIS QUE OLHASSE , JÁ NÃO ENCONTRAVA ROSA ALGUMA , E NO FINAL AS SEBES SE HAVIAM TORNADO SÓ DE ESPINHOS , DESFOLHADAS E SECAS PELO SOL . DAS MOITAS DISPERSAS E RESSECADAS PARTIAM GALHOS QUE SERPENTEAVAM PELO SOLO E IMPEDIAM O CAMINHO , SEMEANDO-O DE TAL MANEIRA COM ESPINHOS QUE SÓ COM GRANDE DIFICULDADE SE PODIA ANDAR . HAVÍAMOS CHEGADO A UMA BAIXADA CUJAS RIBANCEIRAS OCULTAVAM AS DEMAIS REGIÕES VIZINHAS ; O CAMINHO , SEMPRE EM DECLIVE , SE TORNAVA CADA VEZ MAIS HORRÍVEL , SEM PAVIMENTAÇÃO , CHEIO DE BURACOS , DEGRAUS , PEDRAS E ROCHAS ARREDONDADAS . HAVIA PERDIDO DE VISTA A TODOS OS MEUS JOVENS, MUITÍSSIMOS DOS QUAIS HAVIAM SAÍDO DAQUELE CAMINHO TRAIÇOEIRO PARA TOMAR OUTROS RUMOS . CONTINUEI CAMINHANDO . QUANTO MAIS AVANÇAVA , MAIS ÁSPERA E RÁPIDA ERA A DESCIDA , DE MODO QUE ÀS VEZES RESVALAVA E CAÍA POR TERRA, ONDE FICAVA UM POUCO PARA RETOMAR O FÔLEGO. DE TEMPOS EM TEMPOS O GUIA ME SUSTENTAVA E ME AJUDAVA A LEVANTAR. A CADA PASSO AS ARTICULAÇÕES SE ME DOBRAVAM E PARECIA QUE MEU OSSOS SE IAM DESCONJUNTAR. OFEGANTE, EU DIZIA AO QUE ME GUIAVA :  - “MEU AMIGO, MINHAS PERNAS JÁ NÃO PODEM ME SUSTENTAR: ESTOU TÃO ESGOTADO QUE ME É IMPOSSÍVEL PROSSEGUIR A CAMINHADA” . O GUIA NÃO RESPONDEU , MAS FAZENDO-ME SINAL PARA TER ÂNIMO CONTINUOU O CAMINHO ; ATÉ QUE , VENDO-ME SUADO E MORTO DE CANSAÇO , CONDUZIU-ME A UM PATAMARZINHO QUE HAVIA NA ENTRADA . SENTEI-ME , RESPIREI PROFUNDAMENTE E ME PARECEU DESCANSAR UM POUCO . EU OLHAVA ENTREMENTES O CAMINHO PERCORRIDO : PARECIA QUASE VERTICAL , SEMEADO DE ESPINHOS E PEDRAS PONTEAGUDAS . OLHAVA DEPOIS O CAMINHO QUE AINDA DEVIA PERCORRER E FECHAVA OS OLHOS ATURDIDO . POR FIM , EXCLAMEI : - “POR CARIDADE, VOLTEMOS PAR TRÁS. SE CONTINUAMOS ADIANTE, COMO FAREMOS PARA RETORNAR AO ORATÓRIO? SERME-Á IMPOSSÍVEL SUBIR ESSA ENCOSTA” .  O GUIA RESPONDEU RESOLUTAMENTE : - “AGORA QUE CHEGAMOS A ESTE PONTO, QUERES QUE TE DEIXE SÓ ?”  . DIANTE DA AMEAÇA, EXCLAMEI EM TOM DOLORIDO : - “SEM TI, COMO PODEREI VOLTAR PARA TRÁS OU CONTINUAR A VIAGEM” . - “POIS BEM, SEGUE-ME – ACRESCENTOU” . LEVANTEI-ME E CONTINUAMOS DESCENDO . O CAMINHO SE TORNAVA CADA VEZ MAIS ESPANTOSO E INTRANSITÁVEL , DE MODO QUE MAL PODIA MANTER-ME EM PÉ . EIS QUE NO FUNDO DESSE PRECIPÍCIO, QUE TERMINAVA NUM VALE SOMBRIO, APARECEU UM IMENSO EDIFÍCIO QUE EXIBIA, DIANTE DE NOSSO CAMINHO, UMA PORTA ALTÍSSIMA, FECHADA . CHEGAMOS AO FUNDO DO PRECIPÍCIO . UM CALOR SUFOCANTE ME OPRIMIA E UMA DENSA FUMAÇA ESVERDEADA SE ELEVAVA EM TORNO DAS MURALHAS, MARCADAS POR CHAMAS COR DE SANGUE. LEVANTEI OS OLHOS PARA VER A ALTURA DOS MUROS; ERAM MAIS ALTOS QUE UMA MONTANHA . PERGUNTEI AO GUIA :  - “ONDE É QUE NOS ENCONTRAMOS ? QUE É ISSO ?” - “LÊ NAQUELA PORTA - RESPONDEU - PELA INSCRIÇÃO SABERÁS ONDE ESTAMOS” . OLHEI E VI ESCRITO NA PORTA : UBI NON EST REDEMPTIO [ONDE NÃO HÁ REDENÇÃO] . DEI-ME CONTA DE QUE ESTÁVAMOS NA PORTA DO INFERNO .  O GUIA ME LEVOU A FAZER O CONTORNO DAS MURALHAS DAQUELA HORRÍVEL CIDADE . DE ESPAÇO A ESPAÇO, A DISTÂNCIA REGULAR, VIA-SE UMA PORTA DE BRONZE COMO A PRIMEIRA , TAMBÉM NO PONTO FINAL DE UMA ESPANTOSA VERTENTE , E TODAS TINHAM UMA INSCRIÇÃO LATINA DISTINTA DAS ANTERIORES : DISCEDITE, MALEDICTI, IN IGNEM AETERNUM, QUI PARATUS EST DIABOLO ET ANGELIS EIUS... OMNIS ARBOR QUAE NON FACIT FRUCTUM BONUM EXCIDETUR ET IN IGNEM MITTETUR [AFASTAI-VOS, MALDITOS, IDE PARA O FOGO ETERNO QUE ESTÁ PREPARADO PARA O DIABO E SEUS ANJOS... TODA ÁRVORE QUE NÃO DER BOM FRUTO SERÁ CORTADA E LANÇADA AO FOGO]. APANHEI UM LÁPIS PARA COPIAR AS INSCRIÇÕES; MAS O GUIA ME DISSE : - “QUE ESTÁS FAZENDO ?” - “TOMO NOTA DESTAS INSCRIÇÕES” . - “NÃO É PRECISO; TU AS TENS TODAS NA ESCRITURA . ALGUMAS DELAS ATÉ AS MANDASTE COLOCAR NAS PORTAS DE TEU ORATÓRIO” .  DIANTE DE TAL ESPETÁCULO , EU TERIA DESEJADO VOLTAR PARA TRÁS E MARCHAR PARA O ORATÓRIO ; JÁ HAVIA DADO ALGUNS PASSOS , MAS MEU GUIA NEM SE MOVEU . PERCORREMOS UM IMENSO E PROFUNDÍSSIMO BARRANCO E NOVAMENTE NOS ENCONTRAMOS DIANTE DA PRIMEIRA PORTA , AOS PÉS DA VERTENTE POR ONDE HAVÍAMOS DESCIDO

LITURGIA DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2012
PRIMEIRA LEITURA: 1º CORÍNTIOS 8, 1-7.11-13
SÃO JOÃO CRISÓSTOMO , BISPO E DOUTOR - (BRANCO, PREF.COMUM OU DOS PASTORES - OFÍCIO DA MEMÓRIA) - LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO PAULO AOS CORÍNTIOS - IRMÃOS, 1QUANTO ÀS CARNES OFERECIDAS AOS ÍDOLOS, SOMOS ESCLARECIDOS, POSSUÍMOS TODOS A CIÊNCIA... PORÉM, A CIÊNCIA INCHA, A CARIDADE CONSTRÓI. 2SE ALGUÉM PENSA QUE SABE ALGUMA COISA, AINDA NÃO CONHECE NADA COMO CONVÉM CONHECER. 3MAS, SE ALGUÉM AMA A DEUS, ESSE É CONHECIDO POR ELE. 4ASSIM, POIS, QUANTO AO COMER DAS CARNES IMOLADAS AOS ÍDOLOS, SABEMOS QUE NÃO EXISTEM REALMENTE ÍDOLOS NO MUNDO E QUE NÃO HÁ OUTRO DEUS, SENÃO UM SÓ. 5PRETENDE-SE, É VERDADE, QUE EXISTAM OUTROS DEUSES, QUER NO CÉU QUER NA TERRA (E HÁ UM BOM NÚMERO DESSES DEUSES E SENHORES). 6MAS, PARA NÓS, HÁ UM SÓ DEUS, O PAI, DO QUAL PROCEDEM TODAS AS COISAS E PARA O QUAL EXISTIMOS, E UM SÓ SENHOR, JESUS CRISTO, POR QUEM TODAS AS COISAS EXISTEM E NÓS TAMBÉM. 7TODAVIA, NEM TODOS TÊM ESSE CONHECIMENTO. ALGUNS, HABITUADOS AO MODO ANTIGO DE CONSIDERAR O ÍDOLO, COMEM A CARNE COMO SACRIFICADA AO ÍDOLO; E SUA CONSCIÊNCIA, POR SER DÉBIL, SE MANCHA. 11E ASSIM POR TUA CIÊNCIA VAI SE PERDER QUEM É FRACO, UM IRMÃO, PELO QUAL CRISTO MORREU! 12ASSIM, PECANDO VÓS CONTRA OS IRMÃOS E FERINDO SUA DÉBIL CONSCIÊNCIA, PECAIS CONTRA CRISTO. 13PELO QUE, SE A COMIDA SERVE DE OCASIÃO DE QUEDA A MEU IRMÃO, JAMAIS COMEREI CARNE, A FIM DE QUE EU NÃO ME TORNE OCASIÃO DE QUEDA PARA O MEU IRMÃO - PALAVRA DO SENHOR
SALMO RESPONSORIAL(138)
REFRÃO: CONDUZI-ME NO CAMINHO PARA A VIDA, Ó SENHOR!
1. SENHOR, VÓS ME SONDAIS E CONHECEIS, / SABEIS QUANDO ME SENTO OU ME LEVANTO; / DE LONGE PENETRAIS MEUS PENSAMENTOS, PERCEBEIS QUANDO ME DEITO E QUANDO EU ANDO, / OS MEUS CAMINHOS VOS SÃO TODOS CONHECIDOS. -R.

2.
 FOSTES VÓS QUE ME FORMASTES AS ENTRANHAS, / E NO SEIO DE MINHA MÃE VÓS ME TECESTES. / EU VOS LOUVO E VOS DOU GRAÇAS, Ó SENHOR, PORQUE DE MODO ADMIRÁVEL ME FORMASTES!  / QUE PRODÍGIO E MARAVILHA AS VOSSAS OBRAS! -R.

3.
 SENHOR, SONDAI-ME, CONHECEI MEU CORAÇÃO, / EXAMINAI-ME E PROVAI MEUS PENSAMENTOS! / VEDE BEM SE NÃO ESTOU NO MEU CAMINHO / E CONDUZI-ME NO CAMINHO PARA A VIDA! -R.
EVANGELHO: LUCAS 6, 27-38
PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO LUCAS - NAQUELE TEMPO, 27DIGO-VOS A VÓS QUE ME OUVIS: AMAI OS VOSSOS INIMIGOS, FAZEI BEM AOS QUE VOS ODEIAM, 28ABENÇOAI OS QUE VOS MALDIZEM E ORAI PELOS QUE VOS INJURIAM. 29AO QUE TE FERIR NUMA FACE, OFERECE-LHE TAMBÉM A OUTRA. E AO QUE TE TIRAR A CAPA, NÃO IMPEÇAS DE LEVAR TAMBÉM A TÚNICA. 30DÁ A TODO O QUE TE PEDIR; E AO QUE TOMAR O QUE É TEU, NÃO LHO RECLAMES. 31O QUE QUEREIS QUE OS HOMENS VOS FAÇAM, FAZEI-O TAMBÉM A ELES. 32SE AMAIS OS QUE VOS AMAM, QUE RECOMPENSA MERECEIS? TAMBÉM OS PECADORES AMAM AQUELES QUE OS AMAM. 33E SE FAZEIS BEM AOS QUE VOS FAZEM BEM, QUE RECOMPENSA MERECEIS? POIS O MESMO FAZEM TAMBÉM OS PECADORES. 34SE EMPRESTAIS ÀQUELES DE QUEM ESPERAIS RECEBER, QUE RECOMPENSA MERECEIS? TAMBÉM OS PECADORES EMPRESTAM AOS PECADORES, PARA RECEBEREM OUTRO TANTO. 35PELO CONTRÁRIO, AMAI OS VOSSOS INIMIGOS, FAZEI BEM E EMPRESTAI, SEM DAÍ ESPERAR NADA. E GRANDE SERÁ A VOSSA RECOMPENSA E SEREIS FILHOS DO ALTÍSSIMO, PORQUE ELE É BOM PARA COM OS INGRATOS E MAUS. 36SEDE MISERICORDIOSOS, COMO TAMBÉM VOSSO PAI É MISERICORDIOSO. 37NÃO JULGUEIS, E NÃO SEREIS JULGADOS; NÃO CONDENEIS, E NÃO SEREIS CONDENADOS; PERDOAI, E SEREIS PERDOADOS; 38DAI, E DAR-SE-VOS-Á. COLOCAR-VOS-ÃO NO REGAÇO MEDIDA BOA, CHEIA, RECALCADA E TRANSBORDANTE, PORQUE, COM A MESMA MEDIDA COM QUE MEDIRDES, SEREIS MEDIDOS VÓS TAMBÉM. - PALAVRA DA SALVAÇÃO
MENSAGEM DO DIA 25 DE JANEIRO DE 2011 À MARIJA PAVLOVIC-LUNETTI – “QUERIDOS FILHOS! TAMBÉM HOJE EU ESTOU COM VOCÊS E EU ESTOU OLHANDO PARA VOCÊS E OS ABENÇOANDO, E EU NÃO ESTOU PERDENDO A ESPERANÇA QUE ESTE MUNDO MUDARÁ PARA O BEM E QUE A PAZ REINARÁ NOS CORAÇÕES DOS HOMENS. A ALEGRIA COMEÇARÁ A REINAR NO MUNDO PORQUE VOCÊS SE ABRIRAM AO MEU APELO E AO AMOR DE DEUS. O ESPÍRITO SANTO ESTÁ MUDANDO UMA MULTIDÃO DAQUELES QUE TÊM DITO SIM. PORTANTO, EU DESEJO DIZER A VOCÊS: OBRIGADA POR TEREM RESPONDIDO AO MEU APELO” – MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE

A IGREJA CELEBRA HOJE , SÃO JOÃO CRISÓSTOMO - DOUTOR DA IGREJA, BOCA DE OURO, ALMA DE ANJO E CORAÇÃO DE PAI. É O SANTO QUE CELEBRAMOS NESTE DIA: SÃO JOÃO CRISÓSTOMO. NASCIDO DE FAMÍLIA DISTINTA, EM ANTIOQUIA NO ANO 348. DEPOIS DA MORTE DO PAI, SUA JOVEM MÃE TRATOU DE PROVIDENCIAR OS MELHORES PROFESSORES DESTE AMADO MENINO . JOÃO NASCEU COM ALMA MONÁSTICA, TANTO QUE, POR DUAS VEZES PASSOU ANOS NO SILÊNCIO DO DESERTO; POR CAUSA DA PRECÁRIA SAÚDE VOLTOU DA VIVÊNCIA RELIGIOSA MAIS RETIRADA E EM ANTIOQUIA FOI ORDENADO SACERDOTE. FAMOSO DEVIDO AO SEU DOM DE COMUNICAR A PALAVRA DE DEUS, CRISÓSTOMO NÃO DEMOROU A ABRAÇAR A CRUZ DO GOVERNO PASTORAL DA DIOCESE DE CONSTANTINOPLA, JÁ QUE O IMPERADOR FEZ DE TUDO PARA ISTO . AO PERCEBER A MÁ FORMAÇÃO DO CLERO, ENTREGUE À AMBIÇÃO E À AVAREZA, O SANTO COMEÇOU A EXIGIR VIDA DE POBREZA E SIMPLICIDADE EVANGÉLICA DAQUELES QUE PRECISAVAM SER EXEMPLO PARA O REBANHO . DEVIDO AOS NATURAIS ATRITOS COM O CLERO E FERVOROSAS PREGAÇÕES CONTRA O LUXO E IMORALIDADES DA VIDA SOCIAL, SÃO JOÃO TEVE PROBLEMA COM A IMPERATRIZ EUDÓXIA, QUE COMEÇOU O MOVIMENTO CAUSADOR DOS SEUS DOIS EXÍLIOS, SENDO QUE NO ÚLTIMO, OS SOFRIMENTOS DA LONGA VIAGEM E OS MAUS TRATOS FORAM MORTAIS! AMADO PELO POVO E RESPEITADO POR TODOS, SÃO JOÃO CRISÓSTOMO MORREU EM 407 E DEIXOU, ALÉM DO BELO TESTEMUNHO DOS DEZ ANOS DE PONTIFICADO, SUAS ÚLTIMAS PALAVRAS AS QUAIS RESUMIRAM SUA VIDA: "GLÓRIA SEJA DADA A DEUS EM TUDO!"

Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by