Novas gerações devem difundir ideais de liberdade, diz Papa

terça-feira, 7 de agosto de 2012



Prezado Sr. Anderson,

Sua Santidade o Papa Bento XVI ficou satisfeito em saber que de 7 a 9 de agosto a 130ª Convenção Suprema dos Cavaleiros de Colombo será realizada em Anaheim, Califórnia. Ele me pediu para transmitir suas calorosas saudações a todos os presentes, juntamente com a garantia de Sua proximidade na oração.

O tema deste ano da Suprema Convenção – Proclamar a Liberdade por toda a Terra – envoca não somente o maravilhoso ideal bíblico de liberdade e justiça que moldaram a fundação dos Estados Unidos da América, mas também a responsabilidade de cada nova geração em preservar, defender e difundir tais grandes ideais em seus próprios dias. Em um tempo em que esforços estão sendo feitos para redefinir e restringir o exercício do direito à liberdade religiosa, os Cavaleiros de Colombo tem trabalhado incansavelmente para ajudar a comunidade Católica a reconhecer e responder à gravidade sem precendentes dessas novas ameaças à liberdade da Igreja e ao testemunho moral público. Defendendo o direito de todos os crentes religiosos, como cidadãos individuais e em suas instituições, a trabalhar responsavelmente na construção da sociedade democrática inspirados em suas mais profundas crenças, valores e aspirações, sua Ordem  orgulhosamente manteve os altos princípios religiosos e patrióticos que inspiraram a sua fundação.

Os desafios do presente momento são de fato outra recordação da decisiva importância do laicato católico para o avanço da missão da Igreja no contexto atual de rápida mudança social. Os Cavaleiros de Colombo, fundados como uma sociedade fraterna comprometida com a assistência mútua e fidelidade à Igreja, foram pioneiros no desenvolvimento do moderno apostolado dos leigos. Sua Santidade é confiante de que a Convenção Suprema vai continuar esse legado distinto, fornecendo inspiração,  orientação e direção para uma nova geração de leigos católicos fiéis e dedicados. Como ele falou aos Bispos dos Estados Unidos no início deste ano, a demanda por uma nova evangelização e a defesa da liberdade da Igreja em nossos dias chama para “um laicato católico empenhado, articulado, bem formado e dotado de forte senso crítico de uma cultura dominante e com a coragem de contrariar um secularismo redutor que deslegitima a participação da Igreja no debate público sobre as questões que estão determinando o futuro da sociedade americana” (Ad Limina, 19 de janeiro de 2012). Dada essa urgente necessidade, o Santo Padre exorta o Supremo Conselho, junto com cada um dos Conselhos locais, a reforçar os louváveis programas de continuação da formação catequética e espiritual que tem que têm sido uma característica da sua  Ordem. Cada Cavaleiro, em fidelidade à sua promessa batismal, compromete-se a dar seu testemunho diário, no entanto tranquilo e despretencioso, para sua fé em Cristo, seu amor pela Igreja e seu compromisso de propagar o Reino de Deus neste mundo. A abertura próxima do Ano da Fé, que comemora o 50º aniversário de abertura do Concílio Vaticano II, destina-se a aprofundar esse senso de responsabilidade eclesial e missão de todo o povo de Deus. Sua Santidade reza para que a celebração deste Ano de renovação espiritual e apostólica inspire nos Cavaleiros uma determinação cada vez mais firme a professar a sua fé batismal em sua plenitude, celebrá-la mais intensamente na liturgia, e torná-la manifesta através do testemunho de suas vidas (cf. Porta Fidei, 9).

De modo particular, Sua Santidade deseja que eu transmita sua profunda gratidão pessoal pelo conjunto espiritual de orações e sacrifícios que os Cavaleiros e suas famílias têm oferecido em sua intenção ao longo deste ano que marca o trigésimo quinto aniversário da sua ordenação episcopal. Ele tem o prazer de ver nesse ato de solidariedade espiritual não somente um testemunho excepcional de amor pelo Sucessor de São Pedro, quem é “o perpétuo e visível princípio e fundamento da unidade da Igreja na fé e na sua comunhão” (cf. Lumen Gentium, 18), mas também um sinal da especial fidelidade, lealdade e apoio durante estes tempos difíceis.

Com esses sentimentos, o Santo Padre coloca as deliberações da Suprema Convenção no amor da intercessão de Maria, Mãe da Igreja. Para todos os Cavaleiros e suas Famílias, ele cordialmente impõe sua Benção Apostólica como penhor de alegria e paz em Deus.

Acrescento meus sinceros bons votos para o trabalho da Convenção Suprema.

Com os melhores cumprimentos,

Cardeal Tarcísio Bertone
Secretário de Estado

cançao nova noticias
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by