Entrevista com Mirjana Dragicevic Soldo em julho de 2012

terça-feira, 14 de agosto de 2012


Queridos irmãos, queridas irmãs, a paz! No dia 29 de julho de 2012, Mirjana Dragicevic, após ter dado seu testemunho, respondeu a várias perguntas feitas por peregrinos, em Medjugorje.

Perguntada sobre o significado da frase final em muitas mensagens “Obrigada por terem respondido ao meu chamado”, Mirjana responde (deixando claro que esta é a sua interpretação pessoal) que se trata de “uma mamãe que diz obrigada aos Seus filhos. Ela vê cada um de nós, lê o coração de cada um de nós e muitas pessoas que vêm a Medjugorje deixam dinheiro, sacrificam-se e agora querem abrir o coração, querem conhecer mais a Deus e Nossa Senhora vê isso e nos agradece... Ela estará sempre conosco, nos dará uma mão para alcançarmos o Seu Filho... Se não temos paz, não temos nada. Existem pessoas com um monte de dinheiro, como os atores de Hollywood, que se jogam de joelhos na Colina, porque compreenderam que nem o dinheiro traz a paz, nem as drogas, o álcool ou o budismo. Somente Jesus é Aquele que dá a verdadeira paz. É isso que Nossa Senhora quer de cada um de nós, Seus filhos: que tenhamos a verdadeira paz”.

Em relação à questão “21 de dezembro de 2012” (o fim do mundo), a vidente afirmou que não há nenhuma ligação disso com Medjugorje e quis esclarecer que cada um de nós deve pensar no hoje: “Se hoje Deus me chamasse, ficaria envergonhada diante Dele? Devemos olhar para nós mesmos em lugar de culpar alguma outra pessoa. Uma vez, durante uma aparição na sacristia, perguntamos a Nossa Senhora se Ela estava contente com a presença de tanta gente. Ela nos respondeu: ‘Meus filhos, tantos quantos são os dedos que vocês têm na mão, assim são aqueles que rezam’.”

Em resposta a uma pergunta sobre se conhecia a data precisa dos segredos, respondeu: “Sei tudo sobre os segredos, também as datas... Quero dizer, no entanto, que só Deus detém os segredos”. Para explicar melhor o que quis dizer com esta frase, Mirjana nos disse que os últimos médicos que a examinaram, em Innsbruck, na Áustria, a submeteram até à hipnose e ao detector de mentiras, mas não conseguiram fazê-la dizer nada em particular.

Ela também confirmou que o sétimo segredo tinha sido mitigado devido às orações. Depois acrescentou, em resposta a novos pedidos de esclarecimento sobre os segredos, que “oitenta por cento do que ouvimos falar sobre o assunto é falso”. Em seguida, aconselhou-nos a não comprar livros sobre este assunto, porque são escritos por pessoas que ficaram uma semana em Medjugorje, sem ao menos entrar em contato com os videntes. Acrescentou que seria melhor comprarmos livros de oração.
Em seguida, Mirjana falou da sua família e da vida em Medjugorje, dos problemas com o regime comunista nos primeiros tempos, e nos contou alguns casos. A um pedido de uma senhora de que rezasse também por ela, especificou que reza sempre por todos e pede a Nossa Senhora que nos ajude e nos proteja. Contando depois o episódio em que Nossa Senhora havia levado Vicka e Jacov ao céu, recordando a famosa “relutância” de Jacov em aceitar, pensando que iria morrer, Mirjana esclareceu que nunca esteve no paraíso, mas só teve dele uma visão de alguns segundos.

“Os cardeais que me ouviram foram cinco”, continuou Mirjana, referindo-se à comissão vaticana, “mas não posso acrescentar mais nada, apenas que Medjugorje é agora uma coisa mundial e, portanto, o Vaticano a tomou diretamente em suas mãos.”

Continuou descrevendo a emoção que sente quando Nossa Senhora lhe aparece, e contou também a vez em que peregrinos, sem querer, lhe haviam ferido no ombro e ela, com dor, rezou para ter um êxtase logo que possível, porque nesses momentos não sente mais dor, escapando do seu corpo. Muito linda também a descrição da nossa Mãe Celestial.

Respondendo sobre as lágrimas e sorrisos que, de repente, acontecem durante as aparições, ela disse: “Nunca me vi nos vídeos: me recordariam os momentos de dor... Vocês sabem, as aparições dos dias 2 de cada mês são por aqueles que ainda não conheceram o amor de Deus... Como Mãe, Nossa Senhora sente uma grande dor pelos Seus filhos”.

À pergunta se também Nossa Senhora chora, Mirjana respondeu: “Muitas vezes vi lágrimas em Seus olhos... Ela quer os Seus filhos no caminho certo e como mãe sofre quando vê os nossos corações duros... Tenho dificuldade em falar do sofrimento de Nossa Senhora. Mesmo agora me vêm logo as lágrimas”. Todos se comoveram ouvindo-a descrever aqueles momentos. “Vi tantas mulheres sofrerem... mas a dor de nossa Mãe se vê em seu rosto. Cada músculo sacudido de dor... isso para mim é muito difícil de ver e quando eu me viro, depois da aparição, percebo que as pessoas ainda não entenderam... Pensamos em outras coisas, mas não naquilo que é importante: sem uma perna ou uma mão, se pode ir para o céu, mas sem alma não se pode. Quando entendermos isso, será muito diferente”.

Confirmou-nos que o Padre Jozo está bem e que está atualmente em Zagabria. Quis enfatizar também que existem certas pessoas que não compreendem as mensagens, interpretam-nas ao seu gosto. Por exemplo, foi dito que esta é a última vez que Nossa Senhora aparece sobre a Terra: “Não é verdade! Nossa Senhora disse que esta é a última vez que vem à Terra deste modo! Com tantos videntes, por tanto tempo...”.

E por que as aparições estão durando assim tantos anos?
“Nossa Senhora está-nos preparando e no final se entenderá. Se alguém quiser encontrar em Medjugorje algo que não esteja bem, logo encontra! Mas se o seu coração procura apenas isso, então seria melhor você ficar em casa. Se o seu coração estiver aberto pela oração e quiser conhecer mais a Jesus, você O conhecerá e entenderá. Como aquela senhora com muitos problemas familiares, que foi esquecida pelo grupo e ficou aqui  três horas esperando e se queixando do grupo. Eu lhe disse: ‘Desculpe, senhora, se me permite. A senhora tem tantos problemas e fica aqui perdendo tempo. Vá até a cruz azul, coloque-se de joelhos e reze a Nossa Senhora, não fique esperando que Deus lhe atire alguma coisa...

Alguns não entendem. Acham que têm que contar seus problemas para mim! Mas quem sou eu? Eu sou como todo mundo. Também tenho as minhas cruzes, os meus problemas. Nossa Senhora nunca me disse ‘não se preocupe’. Também eu devo rezar por tudo como vocês. O importante é nos voltarmos para Deus. Nós, aqui na Terra, somos todos iguais. Ninguém é mais escutado do que o outro. Abra o seu coração, deixe que Nossa Senhora entre. Não perca tempo com coisas que não são importantes. Abra seu coração apenas para a oração.”

Qual a coisa mais importante que Nossa Senhora disse?
“Amor, amar... Deus lhe fará apenas uma pergunta: ‘Quanto você amou?’. Se você tem amor por Jesus, pelos irmãos e irmãs, você não pode matar, roubar, magoar, trair, porque você quer bem àquela pessoa. Por isso, para mim o mais importante nas mensagens é amar, amar como Jesus nos ama... É preciso rezar a Deus todos os dias para poder amar como Ele nos ama a todos nós... E não amar somente aqueles que são bons conosco, mas também aqueles que não o são: é muito mais importante.”

Texto publicado originalmente no site Guarda Con Me
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by