Cada uma de minhas orações vai tocar um paralítico da alma para colocá-lo de pé.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Cada uma de minhas orações vai tocar um paralítico da alma para colocá-lo de pé. 




                                  VOCE VAI RESSUCITAR OS MORTOS!

 Como um pescador de pérolas desejo trazer à luz do dia as maravilhas, para que suba até Deus uma bonita ação de graças ( Irmã Emmanuel- Medjugorje anos 90 – O triunfo do Coração).


 Dizia-me outro dia Karlo, primo de Vicka: _ Quando era criança, andava à noite junto às casas e ouvia cada família recitar o Rosário. Caminhava ao ritmo dos Pai Nossos e das Aves Marias que escapavam de cada janela. Hoje, eu passo ao lado dessas janelas e é o som das televisões que ouço e isso me deixa triste. Não reconhecemos o tempo em que fomos visitados e isso é grave. 

Também o Padre Jozo constata: _ A televisão substituiu a oração nas famílias. Aquilo que o islamismo e o comunismo não conseguiram fazer contra a fé do povo durante séculos, o dinheiro fez em 10 anos...

Estas duas observações, entre outras, fazem eco aos apelos de Nossa Senhora: “não abandonem a oração! Vocês se perderiam!” Sem oração em termos de amor, nosso coração deixaria de bater.

No começo das aparições, Nossa Senhora revelou aos videntes algumas luzes muito interessantes sobre as realidades do céu e do purgatório.
No céu, os eleitos vivem entre si relações de amor muito personalizadas. Conhecem-se na plena luz de Deus, alma a alma e comunicam-se de uma maneira que aqui nós não conhecemos. Cada eleito sabe quem rezou por ele quando estava na terra ou sofria no purgatório e o Senhor permite que haja, entre este eleito e o seu “ benfeitor”, um vínculo muito privilegiado e eterno no seio do Corpo Místico.

 Se eu disser apenas estas palavras: “ Pai abençoa Tiago em sua provação”, Tiago terá comigo e eu com ele uma conivência de amor sempre no céu. Essas poucas palavras e a graça que essa oração terá atraído sobre ele serão em seu coração, uma fonte inesgotável de maravilhas e alegrias, pois o seu grau de glória terá sido aumentado por essa graça.

No céu, conheceremos exatamente o menor sacrifício, a menor oração que os outros ( os homens , mas também os anjos) terão feito por nós. Gozaremos de toda espécie de favores da parte de Deus e saberemos quem os conseguiu para nós, de que maneira, quando e a que preço!
Compreenderemos então o valor incrível, inestimável da menor das orações. Abriremos nossos olhos para o esplendor da Comunhão dos Santos.

 A alma que não reza não pode, por si mesma, tomar a decisão de converter-se, de romper com o pecado, de crescer em caridade, de desapegar-se do dinheiro, de perdoar a um inimigo, etc. Esta alma está como que inerte, faz parte dessas crianças mortas que estão no seio da Igreja, como diz Santa Catarina de Sena. 
Em contrapartida, a minha oração poderá conseguir para esta alma aquele movimento em direção ao bem que ela não pode fazer. Um dia, esta a tomará uma boa decisão e com isto salvará a sua vida. Quem conseguiu esta graça para ela? Ela só vai saber no céu. Assim, no seio da visão beatífica que constituirá nossa eterna alegria, a felicidade dos eleitos será urdida por estas ligações de amor e de reconhecimento entre si. Maravilha do Corpo Mistico!

 Quando alguém se retira do mundo para consagrar-se à oração, está optando por especializar-se numa profissão prodigiosa: ressuscitar mortos! Já me perguntei muitas vezes porque ninguém aplica este mandamento tão claro de Jesus: “ Ressuscitai os mortos!” Onde está o Lázaro contemporâneo que clama: “ Havia 04 dias que eu estava morto, quando alguém me disse: levanta-te!”.

 Em Medjugorje, Maria me deu a chave: cada uma de minhas orações vai tocar um paralítico da alma para colocá-lo de pé. E quando eu chegar no céu, ele vai saltar como um cervo e nos abraçaremos na alegria, porque um homem que estava morto voltou à vida.
Saberei também que eu não sucumbi quando estava no fundo do abismo, é porque um outro rezou por mim.

Ao dar preferência à televisão sobre à oração, deixamos de ouvir o clamor dos mortos: quem virá em meu socorro?É satanás que quer transformar-nos em escravos da telinha, em devoradores de vácuo, em maníacos do controle remoto. Em Medjugorje, uma parte da cidade deixou de ir a Igreja quando a televisão transmitia a novela na hora da missa.

 Perguntei aos videntes: Nossa Senhora não quer que joguemos fora a televisão. Mas frequentemente, pede que a desliguemos, sobretudo durante as novenas que precedem as grandes festas. Também neste ponto Ela nos deixa livres, para que possamos tomar todas as nossas decisões por amor e não por obrigação.



Fonte: Irmã Emmanuel- Medjugorje anos 90 – O triunfo do Coração
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by