SOBRE A PARTICIPAÇÃO ATIVA NA LITURGIA - JOSEPH RATZINGER

domingo, 1 de abril de 2012

SOBRE A PARTICIPAÇÃO ATIVA NA LITURGIA
POR JOSEPH RATZINGER



O CONCÍLIO VATICANO II INDICOU-NOS, COMO UMA IDÉIA FUNDAMENTAL PARA A CONFIGURAÇÃO DA LITURGIA, A PALAVRA PARTICIPATIO ACTUOSA - PARTICIPAÇÃO ATIVA - DE TODOS NO "OPUS DEI", ISTO É, NOS ACONTECIMENTOS DA MISSA. COM TODA RAZÃO, POIS O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA CHAMA ATENÇÃO PARA O SIGNIFICADO DA PALAVRA, QUE É SERVIÇO COMUM, RELACIONANDO-SE PORTANTO COM TODO O POVO SANTO DE DEUS (CCC 1069). MAS EM QUE CONSISTE ESSA PARTICIPAÇÃO ATIVA? O QUE SE FAZ AÍ? INFELIZMENTE, O SENTIDO DESSA PALAVRA FACILMENTE LEVA A EQUÍVOCOS, PENSANDO-SE QUE SE TRATA DE UM ACTO GERAL E APENAS EXTERIOR, COMO SE TODOS TIVESSEM DE - QUANTO POSSÍVEL TANTO MELHOR - VER-SE EM ACÇÃO. CONTUDO, A PALAVRA "PARTICIPAÇÃO" (OU "TER PARTICIPAÇÃO"), REMETE PARA UMA PARTICIPAÇÃO PRINCIPAL, NA QUAL TODOS DEVEM PARTICIPAR. SE QUISERMOS DESCOBRIR DE QUE ACÇÃO SE TRATA, ENTÃO DEVEMOS INDAGAR PRIMEIRO O QUE É ESSA ACTIO CENTRAL, NA QUAL TODOS OS MEMBROS DA COMUNIDADE DEVEM PARTICIPAR. O ESTUDO DAS FONTES LITÚRGICAS PROPORCIONA-NOS UMA RESPOSTA QUE, EMBORA A PRINCÍPIO NOS POSSA PARECER SURPREENDENTE, É EVIDENTE DO PONTO DE VISTA DOS FUNDAMENTOS BÍBLICOS BÁSICOS. (...) NAS FONTES, ENTENDE-SE SOB ACTIO DA LITURGIA A ORAÇÃO EUCARÍSTICA. A VERDADEIRA ACÇÃO LITÚRGICA, O VERDADEIRO ACTO LITÚRGICO, É A EUCARÍSTICA, TENDO SIDO, POR ESSA RAZÃO, DESIGNADA PELOS PADRES COMO ORATIO. À PARTIDA, ISSO ERA CORRECTO DO PONTO DE VISTA DO CARÁTER LITURGICO, POIS O DESEMPENHO ESSENCIAL DA LITURGIA ACONTECE NA ORATIO, A QUAL É O SEU CENTRO E A SUA FORMA FUNDAMENTAL. POSTERIORMENTE, TANTO PARA OS PAGÃOS COMO PARA OS INTELECTUAIS INTERPELADORES, A DESIGNAÇÃO DA EUCARISTIA COMO ORATIO REPRESENTAVA UMA RESPOSTA FUNDAMENTAL, POIS MEDIANTE ELA DIZIA-SE AOS QUE ESTAVAM À PROCURA: AGORA SÃO SUBSTITUÍDOS OS VOSSOS ANIMAIS IMOLADOS COMO TAMBÉM TODOS OS OUTROS SACRIFÍCIOS VOSSOS, QUE NA REALIDADE NÃO SATISFAZEM NINGUÉM. O SEU LUGAR FOI OCUPADO PELO SACRIFÍCIO DO VERBO. NÓS SOMOS A RELIGIÃO ESPIRITUAL, NA QUAL SE EFECTUA, VERDADEIRAMENTE, A LITURGIA DA PALAVRA, NA QUAL JÁ NÃO SE IMOLAM NEM CARNEIROS NEM VITELOS, ONDE A PALAVRA, COMO REPRESENTANTE DA NOSSA EXISTÊNCIA, É DIRIGIDA A DEUS, FUNDINDO-SE COM A PALAVRA VERÍDICA, QUE É O LOGOS DE DEUS E QUE NOS ENVOLVE NA VERDADEIRA ADORAÇÃO. TALVEZ SEJA ÚTIL REFERIR QUE O SIGNIFICADO ORIGINAL DA PALAVRA ORATIO NÃO "ORAÇÃO" (PARA ISSO EMPREGAVA-SE A PALAVRA PREX), MAS SIM "ALOCUÇÃO DO CELEBRANTE", A QUAL AGORA, DIRIGINDO-SE A DEUS NA CONSCIÊNCIA DE QUE DELE PROMANA E ATRAVÉS DELE SE TORNA POSSÍVEL, ALCANÇA A SUA MAIOR DIGNIDADE. MAS ATÉ AGORA SÓ ALUDIMOS AO ESSENCIAL. ESSA ORATIO - A ORAÇÃO EUCARÍSTICA, O "CÂNONE" - É CERTAMENTE MAIS DO QUE APENAS UMA ALOCUÇÃO, ELA É ACTIO NO SENTIDO MAIS ELEVADO DO TERMO. POIS AÍ ACONTECE QUE A ACTIO HUMANA (ATÉ AGORA EXERCIDA PELOS SACERDOTES DAS VÁRIAS RELIGIÕES) RECUA, DEIXANDO ESPAÇO À ACTIO DIVINA,, QUE É ACÇÃO DE DEUS. NESSA ORATIO, O SACERDOTE FALA COM A PESSOA DO SENHOR - "ISTO É O MEU CORPO", "ISTO É O MEU SANGUE" - SABENDO QUE JÁ NÃO É ELE QUE FALA, TORNANDO-SE, EM VIRTUDE DO SACRAMENTO RECEBIDO, VOZ DE DEUS, A QUAL AGORA FALA E AGE. ESSA ACÇÃO DE DEUS, QUE SE REALIZA ATRAVÉS DO DISCURSO HUMANO, É A "AÇÃO" VERÍDICA DA QUAL TODA A CRIAÇÃO ESTÁ À ESPERA: OS ELEMENTOS DA TERRA SERÃO TRANSUBSTANCIADOS, QUASE ARRANCADOS DA SUA ORIGEM E CONSOLIDAÇÃO NATURAL, ABRANGIDOS NO FUNDO MAIS FUNDO DO SEU SER E TRANSFORMADOS NO CORPO E SANGUE DO SENHOR. O CÉU E A TERRA NOVOS SERÃO ANTECIPADOS. A VERDADEIRA "ACÇÃO" LITÚRGICA, NA QUAL TODOS QUEREMOS PARTICIPAR, É A ACÇÃO DO PRÓPRIO DEUS. A NOVIDADE E A PARTICULARIDADE DA LITURGIA CRISTÃ É O FACTO DE SER O PRÓPRIO DEUS QUEM AGE E CONCRETIZA O ESSENCIAL, ELEVANDO A CRIAÇÃO NOVA, FAZENDO-SE ACESSÍVEL, DE MODO QUE SEJA POSSÍVEL COMUNICAR COM ELE PESSOALMENTE - ATRAVÉS DAS COISAS TERRESTRES E DOS NOSSOS DONS. MAS, COMO PODEMOS PARTICIPAR NESSA ACÇÃO? NÃO SÃO, DEUS E HOMEM, TOTALMENTE INCOMENSURÁVEIS? PODE O HOMEM, FINITO E PECADOR, COOPERAR COM DEUS, INFINITO E SANTO? ORA, ELE PODE, PRECISAMENTE ATRAVÉS DA ENCARNAÇÃO DE DEUS QUE SE TORNOU CORPO, APROXIMANDO-SE AQUI, SEMPRE DE NOVO, DE NÓS QUE EM CORPOS VIVEMOS. TODO O ACONTECIMENTO DA ENCARNAÇÃO, CRUZ, RESSURREIÇÃO E DA PARUSIA SE TORNA PRESENTE PELA FORMA COMO DEUS ENVOLVE O HOMEM NA COOPERAÇÃO COM ELE PRÓPRIO. COMO JÁ VIMOS, NA LITURGIA ISSO MANIFESTA-SE PELAS PRECES DE ACEITAÇÃO QUE FAZEM PARTE DA ORATIO. CERTAMENTE, O SACRIFÍCIO DO LOGOS JÁ FOI ACEITE PARA SEMPRE. MAS NÓS TEMOS DE ORAR, A FIM DE ELE SE TORNAR O NOSSO SACRIFÍCIO, A FIM DE NÓS PRÓPRIOS NOS TORNARMOS, COMO DISSEMOS, "CONFORME LOGOS" E, POR CONSEGUINTE, VERDADEIRO CORPO DE CRISTO: É ESSE O OBJECTIVO. E NÓS TEMOS DE IMPLORÁ-LO. ESSA IMPLORAÇÃO EM SI É UM CAMINHO, UM PERCURSO DA NOSSA EXISTÊNCIA RUMO À ENCARNAÇÃO E RESSURREIÇÃO. NESSA PRÓPRIA "ACÇÃO", NESSA APROXIMAÇÃO ORATÓRIA DA PARTICIPAÇÃO, NÃO HÁ DIFERENÇA ENTRE SACERDOTES E LEITOS. É CERTO QUE DIRIGIR A ORATIO EM NOME DA IGREJA AO SENHOR, FALANDO NO NÚCLEO DA ORAÇÃO COM A PESSOA DE JESUS CRISTO, SÓ PODE ACONTECER PELO PODER DO SACRAMENTO. MAS A PARTICIPAÇÃO NAQUILO QUE NENHUM HOMEM, MAS SÓ O SENHOR, PODE FAZER, É IGUAL PARA TODOS. PARA NÓS TODOS, VALE, SEGUNDO A PALAVRA DE 1COR 6,17, "AQUELE, PORÉM, QUE SE UNE AO SENHOR CONSTITUI, COM ELE, UM SÓ ESPÍRITO". O OBJETIVO É QUE NO FIM SEJA ABOLIDA A DIFERENÇA ENTRE A ACTIO DE CRISTO E A NOSSA. PARA QUE HAJA UMA ÚNICA ACTIO, QUE SEJA SIMULTANEAMENTE A SUA E A NOSSA - A NOSSA POR NOS TERMOS TORNADO "UM CORPO E UM ESPÍRITO" COM ELE. A SINGULARIDADE DA LITURGIA EUCARÍSTICA CONSISTE EM SER O PRÓPRIO DEUS A AGIR, ENVOLVENDO-NOS NOS SEUS ACTOS. TODO O RESTO É, COMPARATIVAMENTE COM ISTO, SECUNDÁRIO. TAMBÉM AS ACÇÕES EXTERIORES - A LEITURA, O CANTO, A OFERTA DOS DONS - PODEM, NATURALMENTE, SER DISTRIBUÍDAS DUMA MANEIRA CONVENIENTE. AÍ, HÁ-DE DISTIGUIR-SE A PARTICIPAÇÃO NA CELEBRAÇÃO DA PALAVRA (LEITURA E CANTO) DA PRÓPRIA CELEBRAÇÃO SACRAMENTAL. AQUI, O PAPEL SECUNDÁRIO DAS ACÇÕES EXTERIORES DEVERIA SER CLARAMENTE RESSALTADO. ALIÁS, QUANDO VEM O ESSENCIAL - A ORATIO - A ACÇÃO DEVE DESAPARECER TOTALMENTE. COMO TAMBÉM DEVE EVIDENCIAR-SE QUE, SOMENTA A ORATIO É O ESSENCIAL, POR SER SÓ ELA QUE PROPORCIONA ESPAÇO PARA A ACTIO DE DEUS. QUEM COMPREENDEU ISTO, ENTENDERÁ FACILMENTE QUE AGORA NÃO SE TRATA DE OLHAR O SACERDOTE BEN DE VER O QUE ELE FAZ, MAS SIM OLHAR JUNTOS PARA O SENHOR E APROXIMAR-SE DELE. HOJE, ALGUNS PROTAGONISTAS, PRINCIPALMENTE DURANTE A PREPARAÇÃO DOS DONS, DESEMPENHAM QUASE UM ESPECTÁCULO TEATRAL, FACTO QUE SIMPLESMENTE IGNORA O ESSENCIAL. SE CADA ACÇÃO EXTERIOR EM SI (NO FUNDO SÃO POUCAS, O QUE LEVA A SEREM GERADAS ARTIFICIALMENTE), PARA A SER O ESSENCIAL DA LITURGIA, DE MODO QUE ESSA SE TORNE UMA ACÇÃO GERAL, ENTÃO O VERDADEIRO TEODRAMA DA LITURGIA TERÁ MESMO FALHADO, PARA NÃO DIZER CONVERTIDO NUMA PARÓDIA. A VERDADEIRA EDUCAÇÃO LITÚRGICA NÃO PODE CONSISTIR EM APRENDER A ENSAIAR ACTIVIDADES EXTERIORES, MAS SIM EM CONDUZIR PARA A VERDADEIRA ACTIO, QUE FAZ DA LITURGIA O QUE ELA É; CONDUZIR PARA O PODER TRANSFORMADOR DE DEUS, O QUAL, ATRAVÉS DO ACONTECIMENTO LITÚRGICO, QUERIA TRANSFORMAR OS HOMENS E O MUNDO. NESTE PONTO, A ACTUAL EDUCAÇÃO LITÚRGICA, TANTO DOS SACERDOTES COMO DOS LEITOS, ENCONTRA-SE NUM ESTADO DEFICITÁRIO PREOCUPANTE - AQUI HÁ MUITO POR FAZER. NESTE MOMENTO, A PERGUNTA DO LEITOR TALVEZ SEJA A SEGUINTE: E O CORPO? NÃO SERÁ QUE, COM A IDÉIA DO SACRIFÍCIO DA PALAVRA (ORATIO), TUDO ASSENTE APENAS NO ESPÍRITO? ISSO PODERIA SER O CASO NA IDÉIA PRÉ-CRISTÃ DA CELEBRAÇÃO SEGUNDO O LOGOS, MAS NÃO NA LITURGIA DA PALAVRA PERSONIFICADA, A QUAL SE NOS OFERECE NO SEU CORPO E NO SEU SANGUE, PORTANTO, CORPORALMENTE, EMBORA NA FORMA DO CORPO NOVO DO RESSUSCITADO, O QUAL, PERMANECENDO SEMPRE VERDADEIRO, SE NOS OFERECE ATRAVÉS DOS SINAIS MATERIAIS DO PÃO E DO VINHO. ISSO SIGNIFICA QUE O NOSSO CORPO, PRECISAMENTE NA EXISTÊNCIA CORPORAL DO NOSSO QUOTIDIANO, É EXIGIDO DO LOGOS E PARA O LOGOS. POIS PODENDO SER A VERDADEIRA "ACÇÃO" LITÚRGICA TRADUZIDA COMO ACTO DE DEUS, CONSEQUENTEMENTE, A LITURGIA DA FÉ EXCEDE SEMPRE O ACTO CULTUAL, ATINGINDO O QUOTIDIANO, O QUAL SE DEVERIA TORNAR "LITÚRGICO", ISTO É, A MISSÃO PARA A TRANSFORMAÇÃO DO MUNDO. EXIGE-SE DO CORPO MUITO MAIS DO QUE APENAS CARREGAR APARELHOS OU COISA SEMELHANTE. O QUOTIDIANO EXIGE TODO O SEU EMPENHO. EXIGE-SE DELE QUE SE TORNE APTO A "RESSUSCITAR", ORIENTANDO-SE PARA A RESSURREIÇÃO E PARA O REINO DE DEUS, CUJA ABREVIATURA É A SEGUINTE: A TUA VONTADE SE FAÇA NO CÉU E NA TERRA. ONDE HAJA VONTADE DIVINA, HÁ CÉU, E A TERRA TORNA-SE CÉU. ENTRAR NA ACÇÃO DE DEUS, A FIM DE ESTARMOS EM COOPERAÇÃO COM ELE - É ISSO QUE DEVE COMEÇAR NA LITURGIA E CONTINUAR A EVOLUIR PARA ALÉM DELA. A ENCARNAÇÃO, ATRAVÉS DA CRUZ (A TRANSFORMAÇÃO DA NOSSA VONTADE PARA A COMUNHÃO DA VONTADE COMUM DE DEUS), DEVE SEMPRE CONDUZIR À RESSURREIÇÃO - PARA O DOMÍNIO DO AMOR, QUE É O REINO DE DEUS. O CORPO DEVE, POR ASSIM DIZER, SER "EXERCITADO" PARA A RESSURREIÇÃO. CONVÉM TER PRESENTE QUE A PALAVRA "ASCESE", QUE JÁ SE ENCONTRA FORA DE MODA, SIGNIFICA EM INGLÊS SIMPLESMENTE "EXERCICIO". NOS NOSSOS TEMPOS, TREINA-SE MUITA COISA COM MUITO ZELO, MUITA PERSISTÊNCIA E RENÚNCIAS - PORQUE NÃO SE HÁ-DE TREINAR PARA DEUS E O SEU REINO? "CASTIGO O MEU CORPO E MANTENHO-O EM SERVIDÃO", DIZ PAULO (1COR9,27) ALIÁS, JÁ NAQUELA ALTURA, A DISCIPLINA DOS DESPORTISTAS SERVIA-LHE DE EXEMPLO PARA O SEU PRÓPRIO EXERCÍCIO. TAL TREINO DEVERIA SER UMA PARTE ESSENCIAL DO QUOTIDIANO, ENCONTRANDO, CONTUDO, O SEU CONTEÚDO INTERIOR DENTRO DA LITURGIA, NA SUA "ORIENTAÇÃO" PARA CRISTO RESSUSCITADO. PARA DIZER MAIS UMA VEZ DE OUTRA MANEIRA, ELE É O EXERCÍCIO PARA ACEITAR O OUTRO NA SUA DIFERENÇA, PARA CHEGAR AO AMOR - O EXERCÍCO PARA ACEITAR AQUELE QUE É TODO DIFERENTE, DEUS, E ADMITIR SER MOLDADO E UTILIZADO POR ELE. A INCLUSÃO DO CORPO, QUE É O OBJECTICO DA LITURGIA DA PALAVRA PERSONIFICADA, MANIFESTA-SE NA PRÓPRIA LITURGIA ATRAVÉS DE UMA CERTA DISCIPLINA FÍSICA, EM GESTOS QUE NASCERAM DA IMPOSIÇÃO INTERIOR EDA LITURGIA, EVIDENCIANDO CORPORALMENTE A SUA NATUREZA. ESSES GESTOS PODEM VARIAR EM PORMENOR NAS DIVERSAS ZONAS CULTURAIS, MAS AS SUAS FORMAS ESSENCIAIS PERTENCEM À CULTURA DA FÉ QUE NASCEU DO CULTO; EM CONSEQUÊNCIA, COMO LINGUAGEM DE EXPRESSÃO, ELES TRANSCENDEM AS VÁRIAS ZONAS CULTURAIS - [FONTE : JOSEPH RATZINGER, LIVRO "O ESPÍRITO DA LITURGIA" ]

LITURGIA DO DIA 01 DE ABRIL DE 2012
PRIMEIRA LEITURA (ISAÍAS 50,4-7)


DOMINGO, 1 DE ABRIL DE 2012 , DOMINGO DE RAMOS - LEITURA DO LIVRO DO PROFETA ISAÍAS: 4O SENHOR DEUS DEU-ME LÍNGUA ADESTRADA, PARA QUE EU SAIBA DIZER PALAVRAS DE CONFORTO À PESSOA ABATIDA; ELE ME DESPERTA CADA MANHÃ E ME EXCITA O OUVIDO, PARA PRESTAR ATENÇÃO COMO UM DISCÍPULO. 5O SENHOR ABRIU-ME OS OUVIDOS; NÃO LHE RESISTI NEM VOLTEI ATRÁS. 6OFERECI AS COSTAS PARA ME BATEREM E AS FACES PARA ME ARRANCAREM A BARBA; NÃO DESVIEI O ROSTO DE BOFETÕES E CUSPARADAS. 7MAS O SENHOR DEUS É MEU AUXILIADOR, POR ISSO NÃO ME DEIXEI ABATER O ÂNIMO, CONSERVEI O ROSTO IMPASSÍVEL COMO PEDRA, PORQUE SEI QUE NÃO SAIREI HUMILHADO. PALAVRA DO SENHOR

SALMO RESPONSORIAL (SALMOS 21)


REFRÃO : MEU DEUS, MEU DEUS, POR QUE ME ABANDONASTES, E FICAIS LONGE DE MEU GRITO E MINHA PRECE?
1 - RIEM DE MIM TODOS AQUELES QUE ME VEEM,/ TORCEM OS LÁBIOS E SACODEM A CABEÇA:/ “AO SENHOR SE CONFIOU, ELE O LIBERTE/ E AGORA O SALVE, SE É VERDADE QUE ELE O AMA!”
2 - CÃES NUMEROSOS ME RODEIAM FURIOSOS,/ E POR UM BANDO DE MALVADOS FUI CERCADO./ TRANSPASSARAM MINHAS MÃOS E MEUS PÉS/ E EU POSSO CONTAR TODOS OS MEUS OSSOS.
3 - ELES REPARTEM ENTRE SI AS MINHAS VESTES/ E SORTEIAM ENTRE SI A MINHA TÚNICA./ VÓS, PORÉM, Ó MEU SENHOR, NÃO FIQUEIS LONGE,/ Ó MINHA FORÇA, VINDE LOGO EM MEU SOCORRO!
4 - ANUNCIAREI O VOSSO NOME A MEUS IRMÃOS/ E NO MEIO DA ASSEMBLEIA HEI DE LOUVAR-VOS!/ VÓS, QUE TEMEIS AO SENHOR DEUS, DAI-LHE LOUVORES,/ GLORIFICAI-O, DESCENDENTES DE JACÓ,/ E RESPEITAI-O, TODA A RAÇA DE ISRAEL!

SEGUNDA LEITURA (FILIPENSES 2,6-11)


LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO AOS FILIPENSES: 6JESUS CRISTO, EXISTINDO EM CONDIÇÃO DIVINA, NÃO FEZ DO SER IGUAL A DEUS UMA USURPAÇÃO, 7MAS ELE ESVAZIOU-SE A SI MESMO, ASSUMINDO A CONDIÇÃO DE ESCRAVO E TORNANDO-SE IGUAL AOS HOMENS. ENCONTRADO COM ASPECTO HUMANO, 8HUMILHOU-SE A SI MESMO, FAZENDO-SE OBEDIENTE ATÉ À MORTE, E MORTE DE CRUZ. 9POR ISSO, DEUS O EXALTOU ACIMA DE TUDO E LHE DEU O NOME QUE ESTÁ ACIMA DE TODO NOME. 10ASSIM, AO NOME DE JESUS, TODO JOELHO SE DOBRE, NO CÉU, NA TERRA E ABAIXO DA TERRA, 11E TODA LÍNGUA PROCLAME: “JESUS CRISTO É O SENHOR”, PARA A GLÓRIA DE DEUS PAI. PALAVRA DO SENHOR

EVANGELHO (MARCOS 15,1-39)

NARRADOR 1: PAIXÃO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO SEGUNDO MARCOS:
1LOGO PELA MANHÃ, OS SUMOS SACERDOTES, COM OS ANCIÃOS, OS MESTRES DA LEI E TODO O SINÉDRIO, REUNIRAM-SE E TOMARAM UMA DECISÃO. LEVARAM JESUS AMARRADO E O ENTREGARAM A PILATOS.
2E PILATOS O INTERROGOU:
PILATOS: “TU ÉS O REI DOS JUDEUS?”
NARRADOR 1: JESUS RESPONDEU:
PRES.: “TU O DIZES”.
NARRADOR 1: 3E OS SUMOS SACERDOTES FAZIAM MUITAS ACUSAÇÕES CONTRA JESUS. 4PILATOS O INTERROGOU NOVAMENTE:
PILATOS: “NADA TENS A RESPONDER? VÊ DE QUANTA COISA TE ACUSAM!”
NARRADOR 1: 5MAS JESUS NÃO RESPONDEU MAIS NADA, DE MODO QUE PILATOS FICOU ADMIRADO.
6POR OCASIÃO DA PÁSCOA, PILATOS SOLTAVA O PRISIONEIRO QUE ELES PEDISSEM. 7HAVIA ENTÃO UM PRESO, CHAMADO BARRABÁS, ENTRE OS BANDIDOS, QUE, NUMA REVOLTA, TINHA COMETIDO UM ASSASSINATO.
8A MULTIDÃO SUBIU A PILATOS E COMEÇOU A PEDIR QUE ELE FIZESSE COMO ERA COSTUME.
9PILATOS PERGUNTOU:
PILATOS: “VÓS QUEREIS QUE EU SOLTE O REI DOS JUDEUS?”
NARRADOR 2: 10ELE BEM SABIA QUE OS SUMOS SACERDOTES HAVIAM ENTREGADO JESUS POR INVEJA.
11PORÉM, OS SUMOS SACERDOTES INSTIGARAM A MULTIDÃO PARA QUE PILATOS LHES SOLTASSE BARRABÁS.
12PILATOS PERGUNTOU DE NOVO:
PILATOS: “QUE QUEREIS ENTÃO QUE EU FAÇA COM O REI DOS JUDEUS?”
NARRADOR 2: 13MAS ELES TORNARAM A GRITAR:
ASS.: CRUCIFICA-O!
NARRADOR 2: 14PILATOS PERGUNTOU:
PILATOS: “MAS, QUE MAL ELE FEZ?”
NARRADOR 2: ELES, PORÉM, GRITARAM COM MAIS FORÇA:
ASS.: CRUCIFICA-O!
NARRADOR 1: 15PILATOS, QUERENDO SATISFAZER A MULTIDÃO, SOLTOU BARRABÁS, MANDOU FLAGELAR JESUS E O ENTREGOU PARA SER CRUCIFICADO.
16ENTÃO OS SOLDADOS O LEVARAM PARA DENTRO DO PALÁCIO, ISTO É, O PRETÓRIO, E CONVOCARAM TODA A TROPA.
17VESTIRAM JESUS COM UM MANTO VERMELHO, TECERAM UMA COROA DE ESPINHOS E A PUSERAM EM SUA CABEÇA.
18E COMEÇARAM A SAUDÁ-LO:
ASS.: “SALVE, REI DOS JUDEUS!”
NARRADOR 1: 19BATIAM-LHE NA CABEÇA COM UMA VARA. CUSPIAM NELE E, DOBRANDO OS JOELHOS, PROSTRAVAM-SE DIANTE DELE.
20DEPOIS DE ZOMBAREM DE JESUS, TIRARAM-LHE O MANTO VERMELHO, VESTIRAM-NO DE NOVO COM SUAS PRÓPRIAS ROUPAS E O LEVARAM PARA FORA, A FIM DE CRUCIFICÁ-LO.
21OS SOLDADOS OBRIGARAM UM CERTO SIMÃO DE CIRENE, PAI DE ALEXANDRE E RUFO, QUE VOLTAVA DO CAMPO, A CARREGAR A CRUZ.
22LEVARAM JESUS PARA O LUGAR CHAMADO GÓLGOTA, QUE QUER DIZER “CALVÁRIO”.
23DERAM-LHE VINHO MISTURADO COM MIRRA, MAS ELE NÃO O TOMOU.
24ENTÃO O CRUCIFICARAM E REPARTIRAM AS SUAS ROUPAS, TIRANDO A SORTE, PARA VER QUE PARTE CABERIA A CADA UM.
25ERAM NOVE HORAS DA MANHÃ QUANDO O CRUCIFICARAM.
26E ALI ESTAVA UMA INSCRIÇÃO COM O MOTIVO DE SUA CONDENAÇÃO:
ASS.: “O REI DOS JUDEUS”.
NARRADOR 2: 27COM JESUS FORAM CRUCIFICADOS DOIS LADRÕES, UM À DIREITA E OUTRO À ESQUERDA.(28)
29OS QUE POR ALI PASSAVAM O INSULTAVAM, BALANÇANDO A CABEÇA E DIZENDO:
ASS.: “AH! TU, QUE DESTRÓIS O TEMPLO E O RECONSTRÓIS EM TRÊS DIAS, 30SALVA-TE A TI MESMO, DESCENDO DA CRUZ!”
NARRADOR 2: 31DO MESMO MODO, OS SUMOS SACERDOTES, COM OS MESTRES DA LEI, ZOMBAVAM ENTRE SI, DIZENDO:
ASS.: “A OUTROS SALVOU, A SI MESMO NÃO PODE SALVAR!”
32O MESSIAS, O REI DE ISRAEL... QUE DESÇA AGORA DA CRUZ, PARA QUE VEJAMOS E ACREDITEMOS!”
NARRADOR 2: OS QUE FORAM CRUCIFICADOS COM ELE TAMBÉM O INSULTAVAM. 33QUANDO CHEGOU O MEIO-DIA, HOUVE ESCURIDÃO SOBRE TODA A TERRA, ATÉ AS TRÊS HORAS DA TARDE.
34PELAS TRÊS DA TARDE, JESUS GRITOU COM VOZ FORTE:
PRES.: “ELOI, ELOI, LAMÁ SABACTÂNI?”
NARRADOR 2: QUE QUER DIZER:
PRES.: “MEU DEUS, MEU DEUS, POR QUE ME ABANDONASTE?”
NARRADOR 2: 35ALGUNS DOS QUE ESTAVAM ALI PERTO, OUVINDO-O, DISSERAM:
ASS.: “VEJAM, ELE ESTÁ CHAMANDO ELIAS!”
NARRADOR 2: 36ALGUÉM CORREU E EMBEBEU UMA ESPONJA EM VINAGRE, COLOCOU-A NA PONTA DE UMA VARA E LHE DEU DE BEBER, DIZENDO:
LEITOR 1: “DEIXAI! VAMOS VER SE ELIAS VEM TIRÁ-LO DA CRUZ”.
NARRADOR 2: 37ENTÃO JESUS DEU UM FORTE GRITO E EXPIROU.
(AQUI TODOS SE AJOELHAM E FAZ-SE UMA PAUSA.)
NARRADOR 1: 38NESSE MOMENTO, A CORTINA DO SANTUÁRIO RASGOU-SE DE ALTO A BAIXO, EM DUAS PARTES.
39QUANDO O OFICIAL DO EXÉRCITO, QUE ESTAVA BEM EM FRENTE DELE, VIU COMO JESUS HAVIA EXPIRADO, DISSE:
LEITOR 1: “NA VERDADE, ESTE HOMEM ERA O FILHO DE DEUS!”


MENSAGEM DO DIA 02/11/2009 - "QUERIDOS FILHOS, TAMBÉM HOJE, EU ESTOU ENTRE VOCÊS PARA LHES APONTAR O CAMINHO QUE AJUDARÁ A VOCÊS A VIREM A CONHECER O AMOR DE DEUS, O AMOR DE DEUS QUE PERMITE A VOCÊS CHAMÁ-LO DE SEU PAI E PERCEBÊ-LO COMO PAI. EU PEÇO A VOCÊS SINCERAMENTE PARA OLHAREM NOS SEUS CORAÇÕES E VEREM O QUANTO VOCÊS O AMAM. ELE É O ÚLTIMO A SER AMADO? CERCADOS DE COISAS MATERIAIS, QUANTAS VEZES VOCÊS O TEM TRAÍDO, NEGADO OU ESQUECIDO DELE? MEUS FILHOS, NÃO SE ILUDAM COM AS COISAS DO MUNDO. PENSEM EM SUA ALMA PORQUE ELA É MAIS IMPORTANTE QUE O CORPO, LIMPEM-NA. INVOQUEM O PAI, ELE ESTÁ ESPERANDO POR VOCÊS. RETORNEM PARA ELE. EU ESTOU COM VOCÊS PORQUE ELE, EM SUA MISERICÓRDIA, ME ENVIA. OBRIGADA" - MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE

A IGREJA CELEBRA HOJE , SANTO HUGO DE GRENOBLE - O SANTO DE HOJE NASCEU EM CASTELO NOVO, NA FRANÇA, NO ANO DE 1053. FEZ TODA UMA CAMINHADA DE FORMAÇÃO, TORNOU-SE SACERDOTE E DEPOIS FOI LEVADO AO PAPA GREGÓRIO VII PARA SER ORDENADO BISPO. ELE DISSE O SEU "SIM". ASSUMIU O BISPADO EM GRENOBLE E SE DEPAROU COM UMA REALIDADE DO CLERO, LEIGOS E FAMÍLIAS, QUE PRECISAVAM DE UMA RENOVAÇÃO NO ESPÍRITO SANTO. NA ORAÇÃO, NA PENITÊNCIA, NO SACRIFÍCIO, NAS VIGÍLIAS, JUNTO COM OUTROS IRMÃOS, ELE FOI SENDO ESSE SINAL DE FORMAÇÃO E MUITAS PESSOAS FORAM ABRAÇANDO E RETOMANDO O EVANGELHO. PASSADO ALGUM TEMPO, HUGO RETIROU-SE PARA UM MOSTEIRO BENEDITINO, MAS POR OBEDIÊNCIA A UM PEDIDO DO PAPA, RETORNOU À DIOCESE. HOMEM ZELOSO PELA COMUNHÃO DA IGREJA, PARTICIPOU DO CONCÍLIO EM VIENA E COMBATEU TODA MENTALIDADE QUE BUSCAVA UM "CISMA" NA IGREJA, E COM OUTROS BISPOS SEMEOU A PAZ, FRUTO DA VERDADE. DE TANTOS SACRIFÍCIOS QUE FEZ, OFERECENDO PELA IGREJA E PELA SALVAÇÃO DAS ALMAS, FICOU MUITAS VEZES DOENTE, MAS NÃO DESISTIA. DIANTE DE SUA DEBILIDADE FÍSICA, O PAPA INOCÊNCIO II O DISPENSOU. PASSADO UM TEMPO, COM QUASE 80 ANOS, VEIO A FALECER. SANTO HUGO DE GRENOBLE, ROGAI POR NÓS!



Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by