Terça Feira IV Semana da Quaresma

terça-feira, 20 de março de 2012

Laudes V. Vinde, ó Deus em meu auxílio. R. Socorrei-me sem demora. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Hino Ó Cristo, sol de justiça, brilhai nas trevas da mente. Com força e luz, reparai a criação novamente. Dai-nos, no tempo aceitável, um coração penitente, que se converta e acolha o vosso amor paciente. A penitência transforme tudo o que em nós há de mal. É bem maior que o pecado o vosso dom sem igual. Um dia vem, vosso dia, e tudo então refloresce. Nós, renascidos na graça, exultaremos em prece. A vós, Trindade clemente, com toda a terra adoramos, e no perdão renovados um canto novo cantamos. Salmodia Ant. 1 Cantarei os meus hinos a vós, ó Senhor; desejo trilhar o caminho do bem. Salmo 100(101) Propósitos de um rei justo Se me amais, guardai os meus mandamentos (Jo 14,15). –1 Eu quero cantar o amor e a justiça, * cantar os meus hinos a vós, ó Senhor! –2 Desejo trilhar o caminho do bem, * mas quando vireis até mim, ó Senhor? – Viverei na pureza do meu coração, * no meio de toda a minha família. –3 Diante dos olhos eu nunca terei * qualquer coisa má, injustiça ou pecado. – Detesto o crime de quem vos renega; * que não me atraia de modo nenhum! –4 Bem longe de mim, corações depravados, * nem nome eu conheço de quem é malvado. –5 Farei que se cale diante de mim * quem é falso e às ocultas difama seu próximo; – o coração orgulhoso, o olhar arrogante * não vou suportar e não quero nem ver. –6 Aos fiéis desta terra eu volto meus olhos; * que eles estejam bem perto de mim! – Aquele que vive fazendo o bem * será meu ministro, será meu amigo. –7 Na minha morada não pode habitar * o homem perverso e aquele que engana; – aquele que mente e que faz injustiça * perante meus olhos não pode ficar. –8 Em cada manhã haverei de acabar * com todos os ímpios que vivem na terra; – farei suprimir da cidade de Deus * a todos aqueles que fazem o mal. – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Ant. Cantarei os meus hinos a vós, ó Senhor; desejo trilhar o caminho do bem. Ant. 2 Senhor Deus, não nos tireis vosso favor! Cântico Dn 3,26.27.29.34-41 Oração de Azarias na fornalha Arrependei-vos e convertei-vos, para que vossos pecados sejam perdoados! (At 3,19). –26 Sede bendito, Senhor Deus de nossos pais. * Louvor e glória ao vosso nome para sempre! –27 Porque em tudo o que fizestes vós sois justo, * reto no agir e no julgar sois verdadeiro. –29 Sim, pecamos afastando-nos de vós, * agimos mal em tudo aquilo que fizemos. –34 Não nos deixeis eternamente, vos pedimos, * por vosso nome: não rompais vossa Aliança! =35 Senhor Deus, não nos tireis vosso favor, † por Abraão, o vosso amigo, por Isaac, * o vosso servo, e por Jacó, o vosso santo! =36 Pois a eles prometestes descendência † numerosa como os astros que há nos céus, * incontável como a areia que há nas praias. =37 Eis, Senhor, mais reduzidos nós estamos † do que todas as nações que nos rodeiam; * por nossos crimes nos humilham em toda a terra! –38 Já não temos mais nem chefe nem profeta; * não há mais nem oblações nem holocaustos, – não há lugar de oferecer-vos as primícias, * que nos façam alcançar misericórdia! =39 Mas aceitai o nosso espírito abatido, † e recebei o nosso ânimo contrito * 40 como holocaustos de cordeiros e de touros. = Assim, hoje, nossa oferta vos agrade, † pois não serão, de modo algum, envergonhados* os que põem a esperança em vós, Senhor! –41 De coração vos seguiremos desde agora, * com respeito procurando a vossa face! – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Ant. Senhor Deus, não nos tireis vosso favor! Ant. 3 Um canto novo, meu Deus, vou cantar-vos. Salmo 143(144),1-10 Oração pela vitória e pela paz Tudo posso naquele que me dá força (Fl 4,13) =1 Bendito seja o Senhor, meu rochedo, † que adestrou minhas mãos para a luta, * e os meus dedos treinou para a guerra! –2 Ele é meu amor, meu refúgio, * libertador, fortaleza e abrigo; – é meu escudo: é nele que espero, * ele submete as nações a meus pés. =3 Que é o homem, Senhor, para vós? † Por que dele cuidais tanto assim, * e no filho do homem pensais? –4 Como o sopro de vento é o homem, * os seus dias são sombra que passa. –5 Inclinai vossos céus e descei, * tocai os montes, que eles fumeguem. –6 Fulminai o inimigo com raios, * lançai flechas, Senhor, dispersai-o! =7 Lá do alto estendei vossa mão, † retirai-me do abismo das águas, * e salvai-me da mão dos estranhos; –8 sua boca só tem falsidade, * sua mão jura falso e engana. –9 Um canto novo, meu Deus, vou cantar-vos, * nas dez cordas da harpa louvar-vos, –10 a vós que dais a vitória aos reis * e salvais vosso servo Davi. – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Ant. Um canto novo, meu Deus, vou cantar-vos. Leitura breve Jl 2,12-13 Voltai para mim com todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos; rasgai o coração, e não as vestes; e voltai para o Senhor, vosso Deus; ele é benigno e compassivo, paciente e cheio de misericórdia, inclinado a perdoar o castigo. Responsório breve R. Curai-me, ó Deus Santo, * Pois pequei contra vós! R. Curai-me. V. Tende piedade de mim, renovai-me! * Pois pequei. Glória ao Pai. R. Curai-me. CÂNTICO EVANGÉLICO(BENEDICTUS) Lc 1,68-79 Ant. Jesus que me curou é quem mandou: Toma teu leito, caminha e vai em paz! O Messias e seu Precursor –68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * porque a seu povo visitou e libertou; –69 e fez surgir um poderoso Salvador * na casa de Davi, seu servidor, –70 como falara pela boca de seus santos, * os profetas desde os tempos mais antigos, –71 para salvar-nos do poder dos inimigos * e da mão de todos quantos nos odeiam. –72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * recordando a sua santa Aliança –73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo, = a ele nós sirvamos sem temor † 75 em santidade e em justiça diante dele, * enquanto perdurarem nossos dias. =76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, † pois irás andando à frente do Senhor * para aplainar e preparar os seus caminhos, –77 anunciando ao seu povo a salvação, * que está na remissão de seus pecados; –78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, –79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas * = e na sombra da morte estão sentados e para dirigir os nossos passos, * guiando-os no caminho da paz. – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Ant. Jesus que me curou é quem mandou: Toma teu leito, caminha e vai em paz! Preces Rendamos graças a Deus Pai, que nos deu o seu Filho Unigênito, a Palavra que se fez carne, para ser nosso alimento e nossa vida; e supliquemos: R. Que a palavra de Cristo habite em nossos corações! Concedei-nos escutar com mais freqüência a vossa palavra, nesta quaresma, – para louvarmos a Cristo, nossa Páscoa, com maior piedade e devoção, na grande solenidade que se aproxima. R. Que o vosso Espírito Santo nos ensine, – e nos faça testemunhas da vossa verdade e bondade para animar os que vacilam e os que eram. R. Fazei-nos viver mais profundamente o mistério de Cristo, – e manifestá-lo mais claramente em nossa vida. R. Purificai e renovai a vossa Igreja neste tempo de graça, – para que ela proclame cada vez melhor a vossa vontade e a vossa salvação. R. (intenções livres) Pai nosso. Oração Ó Deus, que a fiel observância dos exercícios quaresmais prepare o coração dos vossos filhos e filhas para acolher com amor o mistério pascal e anunciar ao mundo a salvação. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Conclusão da Hora O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o mal e nos conduza à vida eterna. Amém. Hora Média V. Vinde, ó Deus em meu auxílio. R. Socorrei-me sem demora. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Hino Na mesma hora em que Jesus, o Cristo, sofreu a sede, sobre a cruz pregado, conceda a sede de justiça e graça a quem celebra o seu louvor sagrado. Ao mesmo tempo ele nos seja a fome e o Pão divino que a Si mesmo dá; seja o pecado para nós fastio, só no bem possa o nosso gozo estar. A unção viva do divino Espírito impregne a mente dos que cantam salmos; toda frieza do seu peito afaste, no coração ponha desejos calmos, Ao Pai e ao Cristo suplicamos graça, com seu Espírito, eterno Bem; Trindade Santa, protegei o orante, guardai o povo em caridade. Amém. Salmodia -- salmodia complementar -- Ant. Sejamos firmes na provação: Sua justiça é nossa força. Salmo 118(119),137-144 XVI (Sade) Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei Feliz aquele que lê e aqueles que escutam as palavras desta profecia e também praticam o que nela está escrito (Ap 1,3). –137 Vós sois justo, na verdade, ó Senhor, * e os vossos julgamentos são corretos! –138 Com justiça ordenais vossos preceitos, * com verdade a toda prova os ordenais. –139 O meu zelo me devora e me consome, * por esquecerem vossa lei meus inimigos. –140 Vossa palavra foi provada e comprovada, * por isso o vosso servo tanto a ama. –141 Embora eu seja tão pequeno e desprezado, * jamais esqueço vossas leis, vossos preceitos. –142 Vossa justiça é justiça eternamente * e vossa lei é a verdade inabalável. –143 Angústia e sofrimento me assaltaram; * minhas delícias são os vossos mandamentos. –144 Justiça eterna é a vossa Aliança; * ajudai-me a compreendê-la e viverei! – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Salmo 87(88) Prece de um homem gravemente enfermo Esta é a vossa hora, a hora do poder das trevas (Lc 22,53). I –2 A vós clamo, Senhor, sem cessar, todo o dia, * e de noite se eleva até vós meu gemido. –3 Chegue a minha oração até a vossa presença, * inclinai vosso ouvido a meu triste clamor! –4 Saturada de males se encontra a minh'alma, * minha vida chegou junto às portas da morte. –5 Sou contado entre aqueles que descem à cova, * toda gente me vê como um caso perdido! –6 O meu leito já tenho no reino dos mortos, * como um homem caído que jaz no sepulcro, – de quem mesmo o Senhor se esqueceu para sempre * e excluiu por completo da sua atenção. –7 Ó Senhor, me pusestes na cova mais funda, * nos locais tenebrosos da sombra da morte. –8 Sobre mim cai o peso do vosso furor, * vossas ondas enormes me cobrem, me afogam. – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. II –9 Afastastes de mim meus parentes e amigos, * para eles tornei-me objeto de horror. – Eu estou aqui preso e não posso sair, * 10 e meus olhos se gastam de tanta aflição. – Clamo a vós, ó Senhor, sem cessar, todo o dia, * minhas mãos para vós se levantam em prece. –11 Para os mortos, acaso, faríeis milagres? * poderiam as sombras erguer-se e louvar-vos? –12 No sepulcro haverá quem vos cante o amor * e proclame entre os mortos a vossa verdade? –13 Vossas obras serão conhecidas nas trevas, * vossa graça, no reino onde tudo se esquece? –14 Quanto a mim, ó Senhor, clamo a vós na aflição, * minha prece se eleva até vós desde a aurora. –15 Por que vós, ó Senhor, rejeitais a minh'alma? * E por que escondeis vossa face de mim? –16 Moribundo e infeliz desde o tempo da infância, * esgotei-me ao sofrer sob o vosso terror. –17 Vossa ira violenta caiu sobre mim * e o vosso pavor reduziu-me a um nada! –18 Todo dia me cercam quais ondas revoltas, * todos juntos me assaltam, me prendem, me apertam. –19 Afastastes de mim os parentes e amigos, * e por meus familiares só tenho as trevas! – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Ant. Sejamos firmes na provação: Sua justiça é nossa força. Leitura breve Is 58,1-2a Grita forte, sem cessar, levanta a voz como trombeta e denuncia os crimes do meu povo e os pecados da casa de Jacó. Buscam-me cada dia e desejam conhecer meus propósitos, como gente que pratica a justiça e não abandonou a lei de Deus. V. Meu sacrifício é minha alma penitente. R. Não desprezeis um coração arrependido! Oração Ó Deus, que a fiel observância dos exercícios quaresmais prepare o coração dos vossos filhos e filhas para acolher com amor o mistério pascal e anunciar ao mundo a salvação. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Conclusão da Hora V. Bendigamos ao Senhor. R. Graças a Deus. COMPLETAS V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio. R. Socorrei-me sem demora. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia. Depois, recomenda-se o exame de consciência (...) Hino Ó Cristo, dia e esplendor, na treva o oculto aclarais. Sois luz de luz, nós o cremos, luz aos fiéis anunciais. Guardai-nos, Deus, nesta noite, velai do céu nosso sono; em vós na paz descansemos em um tranqüilo abandono. Se os olhos pesam de sono, vele, fiel, nossa mente. A vossa destra proteja quem vos amou fielmente. Defensor nosso, atendei-nos freai os planos malvados. No bem guiai vossos servos, com vosso sangue comprados. Ó Cristo, Rei piedoso, a vós e ao Pai toda a glória, com o Espírito Santo, eterna honra e vitória. Salmodia Ant. Não escondais vossa face de mim, porque em vós coloquei a esperança! Salmo 142(143),1-11 Prece na aflição Ninguém é justificado por observar a Lei de Moisés, mas por crer em Jesus Cristo (Gl 2,16). –1 Ó Senhor, escutai minha prece, * ó meu Deus, atendei minha súplica! – Respondei-me, ó vós, Deus fiel, * escutai-me por vossa justiça! – =2 Não chameis vosso servo a juízo, † pois diante da vossa presença * não é justo nenhum dos viventes. –3 O inimigo persegue a minha alma, * ele esmaga no chão minha vida – e me faz habitante das trevas, * como aqueles que há muito morreram. –4 Já em mim o alento se extingue, * o coração se comprime em meu peito! =5 Eu me lembro dos dias de outrora † e repasso as vossas ações, * recordando os vossos prodígios. =6 Para vós minhas mãos eu estendo; † minha alma tem sede de vós, * como a terra sedenta e sem água. –7 Escutai-me depressa, Senhor, * o espírito em mim desfalece! = Não escondais vossa face de mim! † Se o fizerdes, já posso contar-me * entre aqueles que descem à cova! –8 Fazei-me cedo sentir vosso amor, * porque em vós coloquei a esperança! – Indicai-me o caminho a seguir, * pois a vós eu elevo a minha alma! –9 Libertai-me dos meus inimigos, * porque sois meu refúgio, Senhor! –10 Vossa vontade ensinai-me a cumprir, * porque sois o meu Deus e Senhor! – Vosso Espírito bom me dirija * e me guie por terra bem plana! –11 Por vosso nome e por vosso amor * conservai, renovai minha vida! – Pela vossa justiça e clemência, * arrancai a minha alma da angústia! – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Ant. Não escondais vossa face de mim, porque em vós coloquei a esperança! Leitura breve 1Pd 5,8-9a Sede sóbrios e vigilantes. O vosso adversário, o diabo, rodeia como um leão a rugir, procurando a quem devorar. Resisti-lhe, firmes na fé. Responsório breve R. Senhor, em vossas mãos * Eu entrego o meu espírito. R. Senhor. V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo. * Eu entrego. Glória ao Pai. R.Senhor. Cântico evangélico, ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos, guardai-nos também quando dormimos! Nossa mente vigie com o Cristo, nosso corpo repouse em sua paz! Cântico de Simeão Lc 2,29-32 Cristo, luz das nações e glória de seu povo –29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, * conforme prometestes, ó Senhor. –30 Pois meus olhos viram vossa salvação * 31 que preparastes ante a face das nações: –32 uma Luz que brilhará para os gentios * e para a glória de Israel, o vosso povo. – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos, guardai-nos também quando dormimos! Nossa mente vigie com o Cristo, nosso corpo repouse em sua paz! Oração Iluminai, Senhor, esta noite e fazei-nos dormir tranqüilamente, para que em vosso nome nos levantemos alegres ao clarear do novo dia. Por Cristo, nosso Senhor. Amém. O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranqüila e, no fim da vida, uma morte santa. R. Amém. Antífona final de Nossa Senhora À vossa proteção recorremos, santa Mãe de Deus; não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita.
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by