O Papa aos consagrados: Sejam testemunhas acreditáveis de fé para a Igreja e o mundo

domingo, 5 de fevereiro de 2012




O Papa Bento XVI assinalou que os religiosos e consagrados devem ser testemunhas de fé acreditáveis para a Igreja Católica e para o mundo de hoje, ao presidir ontem as Vésperas na festa da apresentação do Senhor e a 16ª Jornada da Vida Consagrada.

Diante de uma abarrotada Basílica de São Pedro, o Papa explicou que o episódio do Evangelho da apresentação do Menino Jesus "constitui um significativo ícone da doação da própria vida por parte de quantos foram chamados a representar na Igreja e no mundo, mediante os conselhos evangélicos, os traços característicos de Jesus, virgem, pobre e obediente, o Consagrado do Pai".

"Na festa de hoje celebramos o mistério da consagração: consagração de Cristo, consagração de Maria, consagração de todos aqueles que se colocam nas filas de Jesus por amor do Reino de Deus", acrescentou.

O Papa se referiu logo aos objetivos desta Jornada celebrada pela primeira vez pelo Beato João Paulo II em 1997. Esta celebração, disse Bento XVI, "quer responder antes de mais nada à exigência de elogiar e agradecer ao Senhor pelo dom de este estado de vida, que pertence à santidade da Igreja".

Conforme assinala a nota de Rádio Vaticano, o Pontífice ressaltou ademais que "nesta ocasião quer valorar-se sempre mais o testemunho daqueles que escolheram que seguir a Cristo mediante a prática dos conselhos evangélicos com o promover da consciência e da estima pela vida consagrada ao interno do Povo de Deus".

A Jornada, acrescentou, também serve para "renovar os propósitos e reavivar os sentimentos que inspiram a doação de vocês mesmos ao Senhor".

O Papa se referiu logo ao Ano da Fé que convocou no 50º aniversário do Concílio Vaticano II, uma oportunidade que espera que os consagrados renovem sua vida interior "da qual sempre se adverte a necessidade, com um aprofundamento dos valores essenciais e das exigência da própria consagração".

"No Ano da fé –prosseguiu– vocês que receberam a chamada a seguir a Cristo mais de perto mediante a profissão dos conselhos evangélicos, estão convidados a aprofundar ainda mais a relação com Deus".

O Papa disse logo que "os conselhos evangélicos, aceitos como autêntica regra de vida, reforçam a fé, a esperança e a caridade, que unem com Deus".

"Esta profunda proximidade ao Senhor, que deve ser o elemento prioritário e característico de sua existência, os levará a uma renovada adesão a Ele e terá um influxo positivo sobre sua particular presença e forma de apostolado dentro do Povo de Deus, mediante a contribuição de seus carismas, na fidelidade ao Magistério, com a finalidade de ser testemunhas da fé e da graça, testemunhas acreditáveis para a Igreja e para o mundo de hoje".

Bento XVI assinalou que a Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, sugerirá uma série de orientações para o Ano da Fé, para que "todos os consagrados e consagradas se comprometam com entusiasmo na nova evangelização".

Depois de saudar e agradecer ao Prefeito da Congregação a quem criará Cardeal no consistório de 18 de fevereiro, Arcebispo brasileiro Joao Braz de Aviz, o Papa agradeceu aos presentes e desejou "todo bem para o caminho de suas Famílias religiosas, como também para sua formação e seu apostolado".

A Virgem María, disse o Papa finalmente, "discípula, serva e mãe do Senhor, obtenha do Senhor Jesus ‘que quantos receberam o dom de segui-lo na vida consagrada, saibam testemunhá-lo com uma existência transfigurada, caminhando gozosamente, junto com todos os outros irmãos e irmãs, para a pátria celestial e a luz que não tem ocaso’
ACI
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by