Quarta Feira I Semana da Oitava do Natal

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011




SANTOS INOCENTES Laudes



V.Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R.Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.



Hino


O tirano escutou, ansioso,
que em Belém novo Rei é nascido.
Vem da casa real de Davi,
vem reger o seu povo escolhido.

Clama, louco, ao ouvir a mensagem:
Eis às portas o meu sucessor
que me expulsa! Depressa, soldado,
cobre os berços de sangue e de dor.

A quem serve tão grande maldade?
A Herodes teria ajudado?
Dentre os mortos há um que lhe escapa,
dentre eles só Cristo é tirado.

Salve, flores primeiras dos mártires,
que, da aurora ao primeiro clarão,
o inimigo colheu, como a rosas
decepadas por um turbilhão.

Sois as belas primícias de Cristo,
ó rebanho infantil de imolados,
que brincais, como alegres crianças,
com coroas, nos átrios sagrados.

Glória a vós, ó Jesus, para nós
de uma Virgem nascido em Belém.
Glória ao Pai e ao Espírito Santo
pelos séculos dos séculos. Amém.

Salmodia


Ant. 1 Vestidos de branco, comigo andarão,
porque eles são dignos, falou o Senhor.


Salmo 62 (63), 2-9.


Sede de Deus
Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)


— 2Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!*
Desde a aurora ansioso vos busco!
= A minh'alma tem sede de vós,+
minha carne também vos deseja,*
como terra sedenta e sem água!


— 3Venho, assim, contemplar-vos no templo,*
para ver vossa glória e poder.
— 4Vosso amor vale mais do que a vida:*
e por isso meus lábios vos louvam.


— 5Quero, pois, vos louvar pela vida,*
e elevar para vós minhas mãos!
— 6A minh'alma será saciada,*
como em grande banquete de festa;
— cantará a alegria em meus lábios,*
ao cantar para vós meu louvor!

- 7Penso em vós no meu leito, de noite,*
nas vigílias suspiro por vós!
— 8Para mim fostes sempre um socorro;*
de vossas asas à sombra eu exulto!
— 9Minha alma se agarra em vós;*
com poder vossa mão me sustenta.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.



Ant. Vestidos de branco, comigo andarão,
porque eles são dignos, falou o Senhor.



Ant. 2 As crianças entoam louvor ao Senhor:
não puderam na vida e o fazem na morte.

No cânticos que se segue o refrão entre parênteses é opcional.


Cântico Dn 3,57-88.56


Louvor das criaturas ao Senhor
Louvai o nossoDeus, todos os seus servos (Ap 19,5)


- 57Obras do Senhor, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 58Céus, bendizei o Senhor!
59Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Ou
R. A ele glória e louvor eternamente)

- 60Águas do alto céu, bendizei o Senhor!*
61Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
- 62Lua e sol, bendizei o Senhor!*
63Astros e estrelas bendizei o Senhor!
(R.)
- 64Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!*
65Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
- 66Fogo e calor, bendizei o Senhor!*
67Frio e ardor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 68Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!*
69Geada e frio, bendizei o Senhor!
- 70Gelos e neves, bendizei o Senhor!*
71Noites e dias, bendizei o Senhor!
(R.)
- 72Luzes e trevas, bendizei o Senhor!*
73Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
-74Ilhas e terra, bendizei ao Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- 75Montes e colinas, bendizei o Senhor!*
76Plantas da terra, bendizei o Senhor!
- 77Mares e rios, bendizei o Senhor!*
78Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!
(R.)
- 79Baleias e peixes, bendizei o Senhor!*
80Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
- 81Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!*
82Filhos dos homens, bendizei o Senhor!
(R.)
- 83Filhos de Israel, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 84Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!*
85Servos do Senhor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 86Almas dos justos, bendizei o Senhor!*
87Santos e humildes, bendizei o Senhor!
- 88Jovens Misael,Ananias e Azarias, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo*
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
- 56Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!*
Sois digno de louvor e de glória eternamente!
(R.)
No fim deste cântico não se diz Glória ao Pai

Ant. As crianças entoam louvor ao Senhor:
não puderam na vida e o fazem na morte.



Ant. 3O perfeito louvor vos é dado
pelos lábios dos mais pequeninos,
de crianças que a mãe amamenta.


Salmo 149



A alegria e o louvor dos santos
Os filhos da Igreja, novo povo de Deus, se alegrem no seu Rei Cristo Jesus (Hesíquio)



—1Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*
e o seu louvor na assembléia dos fiéis!
— 2Alegre-se Israel em quem o fez,*
e Sião se rejubile no seu Rei!
— 3Com danças glorifiquem o seu nome,*
toquem harpa e tambor em sua honra!


— 4Porque, de fato, o Senhor ama seu povo*
e coroa com vitória os seus humildes.
— 5Exultem os fiéis por sua glória,*
e cantando se levantem de seus leitos,
— 6com louvores do Senhor em sua boca*
e espadas de dois gumes em sua mão,



— 7para exercer sua vingança entre as nações,*
e infligir o seu castigo entre os povos,
— 8colocando nas algemas os seus reis,*
e seus nobres entre ferros e correntes,
— 9para aplicar-lhes a sentença já escrita:*
Eis a glória para todos os seus santos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.



Ant. O perfeito louvor vos é dado
pelos lábios dos mais pequeninos,
de crianças que a mãe amamenta.



Leitura breve Jr 31,15

Ouviu-se uma voz em Ramá, – voz de lamento, gemido e pranto –
de Raquel chorando seus filhos, recusando-se a ser consolada pois eles não existem mais.


Responsório breve


R.Os santos e os justos
* Viverão eternamente. R. Os santos.

V.E a sua recompensa é o Senhor.
* Viverão. Glória ao Pai. R. Os santos.



CÂNTICO EVANGÉLICO(BENEDICTUS) Lc 1,68-79



Ant. Os meninos Inocentes deram a vida pelo Cristo;
o rei injusto e cruel mandou matar as criancinhas.
Sem cessar louvam dizendo: Glória a vós, nosso Senhor!



O Messias e seu Precursor

–68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *
porque a seu povo visitou e libertou;
–69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor,

–70 como falara pela boca de seus santos, *
os profetas desde os tempos mais antigos,
–71 para salvar-nos do poder dos inimigos *
e da mão de todos quantos nos odeiam.

–72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *
recordando a sua santa Aliança
–73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *
de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo,
= a ele nós sirvamos sem temor †
75 em santidade e em justiça diante dele, *
enquanto perdurarem nossos dias.

=76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †
pois irás andando à frente do Senhor *
para aplainar e preparar os seus caminhos,
–77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados;

–78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,
–79 lá do alto como luz resplandecente *
para iluminar a quantos jazem entre as trevas
= e na sombra da morte estão sentados †
e para dirigir os nossos passos, *
guiando-os no caminho da paz.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.



Ant. Os meninos Inocentes deram a vida pelo Cristo;
o rei injusto e cruel mandou matar as criancinhas.
Sem cessar louvam dizendo: Glória a vós, nosso Senhor!



Preces
Celebremos a glória de Cristo, que venceu o tirano sem outra arma que a inocência das criancinhas; e aclamemos:


R.O luminoso exército dos mártires vos louva, Senhor!


Cristo, de quem os pequeninos Inocentes deram testemunho não pela palavra mas pelo sangue,
– fazei-nos vossas testemunhas diante dos homens por palavras e por atos. R.


Vós, que tornastes dignos da palma do martírio aqueles que ainda não podiam lutar,
– não nos deixeis cair, a nós que recebemos tantos auxílios para vencer. R.


Vós, que lavastes no vosso sangue as vestes dos Inocentes,
– purificai-nos de toda a iniquidade. R.


Vós, que fizestes entrar no céu as crianças mártires como primícias do vosso reino,
– não permitais que sejamos excluídos do banquete eterno. R.


Vós, que na infância conhecestes a perseguição e o exílio,
– protegei as crianças que sofrem por causa da fome, da guerra ou da desgraça. R.


(intenções livres)


Pai nosso...



Oração

Ó Deus, hoje os santos Inocentes proclamam vossa glória, não por palavras, mas pela
própria morte; dai-nos também testemunhar com a nossa vida o que os nossos lábios
professam. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.


Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.


Hora Média
Oração da Quinze Horas (Hora Nona)

V. Vinde, ó Deus em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

HINO

Vós que sois o Imutável,
Deus fiel, Senhor da História,
nasce e morre a luz do dia,
revelando a vossa glória.

Seja a tarde luminosa
numa vida permanente.
E da santa morte o prêmio
nos dê glória eternamente.

Escutai-nos, ó Pai Santo,
pelo Cristo, nosso irmão,
que convosco e o Espírito
vive em plena comunhão.

Salmodia

Ant. Os meus olhos viram a vossa salvação,
que preparastes ante a face das nações.

Salmo 125(126)

Alegria e esperança em Deus
Assim como participais dos nossos sofrimentos, participais também da nossa consolação (2Cor
1,7).

–1 Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, *
parecíamos sonhar;
–2 encheu-se de sorriso nossa boca, *
nossos lábios, de canções.

– Entre os gentios se dizia: 'Maravilhas *
fez com eles o Senhor!'
–3 Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, *
exultemos de alegria!

–4 Mudai a nossa sorte, ó Senhor, *
como torrentes no deserto.
–5 Os que lançam as sementes entre lágrimas, *
ceifarão com alegria.

–6 Chorando de tristeza sairão, *
espalhando suas sementes;
– cantando de alegria voltarão, *
carregando os seus feixes!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Salmo 126(127)

O trabalho sem Deus é inútil
Vós sois a construção de Deus (1Cor 3,9).

–1 Se o Senhor não construir a nossa casa, *
em vão trabalharão seus construtores;
– Se o Senhor não vigiar nossa cidade, *
em vão vigiarão as sentinelas!

–2 É inútil levantar de madrugada, *
ou à noite retardar vosso repouso,
– para ganhar o pão sofrido do trabalho, *
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

–3 Os filhos são a bênção do Senhor, *
o fruto das entranhas, sua dádiva.
–4 Como flechas que um guerreiro tem na mão, *
são os filhos de um casal de esposos jovens.

–5 Feliz aquele pai que com tais flechas *
consegue abastecer a sua aljava!
– Não será envergonhado ao enfrentar *
seus inimigos junto às portas da cidade.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Salmo 127(128)

A paz do Senhor na família
De Sião, isto é, da sua Igreja, o Senhor te abençoe (Arnóbio).

–1 Feliz és tu se temes o Senhor *
† e trilhas seus caminhos!

–2 Do trabalho de tuas mãos hás de viver, *
serás feliz, tudo irá bem!
–3 A tua esposa é uma videira bem fecunda *
no coração da tua casa;
– os teus filhos são rebentos de oliveira *
ao redor de tua mesa.

–4 Será assim abençoado todo homem *
que teme o Senhor.
–5 O Senhor te abençoe de Sião, *
cada dia de tua vida;
– para que vejas prosperar Jerusalém *
6 e os filhos dos teus filhos.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

– Ó Senhor, que venha a paz a Israel, *
que venha a paz ao vosso povo!

Ant. Os meus olhos viram a vossa salvação,
que preparastes ante a face das nações.

Leitura breve Jr 31,16a.17a


Sufoca o choro de tua voz, enxuga as lágrimas dos olhos, porque há uma
recompensa para as tuas obras. Resta uma última esperança, diz o Senhor.


V. Exultem os fiéis por sua glória.

R. E cantando se levantem de seus leitos.

Oração

Ó Deus, hoje os santos Inocentes proclamam vossa glória, não por palavras, mas pela
própria morte; dai-nos também testemunhar com a nossa vida o que os nossos lábios
professam. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Demos graças a Deus.


Vésperas

V. Vinde, ó Deus em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Ó Redentor do mundo,
do eterno Pai gerado
já antes do universo,
qual Filho bem-amado.

Do Pai luz e esplendor,
nossa esperança eterna,
ouvi dos vossos servos
a prece humilde e terna.

Lembrai, autor da vida,
nascido de Maria,
que nossa forma humana
tomastes, neste dia.

A glória deste dia
atesta um fato novo,
que vós, do Pai descendo,
salvastes vosso povo.

Saúdam vossa vinda
o céu, a terra, o mar,
e todo ser que vive
entoa o seu cantar.

E nós, por vosso sangue
remidos como povo,
vos celebramos hoje,
cantando um canto novo.

A glória a vós, Jesus,
nascido de Maria
com vosso Pai e o Espírito
louvores cada dia.

Salmodia

Ant. 1 Tu és príncipe desde o dia em que nasceste;
na glória e esplendor da santidade,
como o orvalho, antes da aurora, eu te gerei.

Salmo 109(110),1-5.7

–1 Palavra do Senhor ao meu Senhor: *
'Assenta-te ao meu lado direito
– até que eu ponha os inimigos teus *
como escabelo por debaixo de teus pés!'

=2 O Senhor estenderá desde Sião †
vosso cetro de poder, pois Ele diz: *
'Domina com vigor teus inimigos;

=3 tu és príncipe desde o dia em que nasceste; †
na glória e esplendor da santidade, *
como o orvalho, antes da aurora, eu te gerei!'

=4 Jurou o Senhor e manterá sua palavra: †
'Tu és sacerdote eternamente, *
segundo a ordem do rei Melquisedec!'

–5 À vossa destra está o Senhor, Ele vos diz: *
'No dia da ira esmagarás os reis da terra!
–7 Beberás água corrente no caminho, *
por isso seguirás de fronte erguida!'

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Tu és príncipe desde o dia em que nasceste;
na glória e esplendor da santidade,
como o orvalho, antes da aurora, eu te gerei.

Ant. 2 No Senhor se encontra toda graça
e copiosa redenção.

Salmo 129(130)

–1 Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, *
2 escutai a minha voz!
– Vossos ouvidos estejam bem atentos *
ao clamor da minha prece!

–3 Se levardes em conta nossas faltas, *
quem haverá de subsistir?
–4 Mas em vós se encontra o perdão, *
eu vos temo e em vós espero.

–5 No Senhor ponho a minha esperança, *
espero em sua palavra.
–6 A minh'alma espera no Senhor *
mais que o vigia pela aurora.

–7 Espere Israel pelo Senhor *
mais que o vigia pela aurora!
– Pois no Senhor se encontra toda graça *
e copiosa redenção.

–8 Ele vem libertar a Israel *
de toda a sua culpa.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. No Senhor se encontra toda graça
e copiosa redenção.

Ant. 3 No princípio, antes dos tempos, o Verbo era Deus.
E o Verbo hoje nasceu como nosso Salvador.

Cântico Cf. Cl 1,12-20

=12 Demos graças a Deus Pai onipotente, †
que nos chama a partilhar, na sua luz, *
da herança a seus santos reservada!

(R. Glória a vós, primogênito dentre os mortos!)

=13 Do império das trevas arrancou-nos †
e transportou-nos para o reino de seu Filho, *
para o reino de seu Filho bem-amado,
–14 no qual nós encontramos redenção, *
dos pecados remissão pelo seu sangue. (R.)

–15 Do Deus, o Invisível, é a imagem, *
o Primogênito de toda criatura;
=16 porque nele é que tudo foi criado, †
o que há nos céus e o que existe sobre a terra, *
o visível e também o invisível. (R.)

= Sejam Tronos e Poderes que há nos céus, †
sejam eles Principados, Potestades: *
por ele e para ele foram feitos.
–17 Antes de toda criatura ele existe, *
e é por ele que subsiste o universo. (R.)

=18 Ele é a Cabeça da Igreja, que é seu Corpo, †
é o princípio, o Primogênito entre os mortos, *
a fim de ter em tudo a primazia.
–19 Pois foi do agrado de Deus Pai que a plenitude *
habitasse no seu Cristo inteiramente. (R.)

–20 Aprouve-lhe também, por meio dele, *
reconciliar consigo mesmo as criaturas,
= pacificando pelo sangue de sua cruz †
tudo aquilo que por ele foi criado, *
o que há nos céus e o que existe sobre a terra. (R.)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Ant. No princípio, antes dos tempos, o Verbo era Deus.
E o Verbo hoje nasceu como nosso Salvador.

Leitura breve Ef 2,3b-5


Éramos por natureza, como os demais, filhos da ira. Mas Deus é rico em
misericórdia. Por causa do grande amor com que nos amou, quando estávamos
mortos por causa das nossas faltas, ele nos deu a vida com Cristo. É por
graça que vós sois salvos!

Responsório breve

R. A Palavra se fez carne.
* Aleluia, aleluia.R. A Palavra.
V. E habitou entre nós. * Aleluia, aleluia.
Glória ao Pai. R. A Palavra.

Cântico evangélico (MAGNIFICAT) Lc 1,46-55

Ant. A Virgem santa e sem mancha, Maria,
gerou-nos o Filho de Deus;
revestiu-o de membros tão frágeis,
com seu leite materno nutriu-o:
adoremos Jesus Salvador.

A alegria da alma no Senhor

–46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
–48 pois ele viu a pequenez de sua serva, *
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

–49 O Poderoso fez por mim maravilhas *
e Santo é o seu nome!
–50 Seu amor, de geração em geração, *
chega a todos que o respeitam;

–51 demonstrou o poder de seu braço, *
dispersou os orgulhosos;
–52 derrubou os poderosos de seus tronos *
e os humildes exaltou;

–53 saciou de bens os famintos, *
e despediu, sem nada, os ricos.
–54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

–55 como havia prometido aos nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. A Virgem santa e sem mancha, Maria,
gerou-nos o Filho de Deus;
revestiu-o de membros tão frágeis,
com seu leite materno nutriu-o:
adoremos Jesus Salvador.

Preces

Deus enviou seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sob a lei, para remir
aqueles que estavam sob a lei. Firmes nesta esperança, rezemos:


R. A graça de Cristo esteja sempre conosco!



Deus de amor e de paz, renovai em todos os cristãos a fé na encarnação de vosso Filho,
– para que vivam sempre em ação de graças. R.



Aumentai a esperança dos enfermos, dos pobres e dos velhos;
– dai conforto aos oprimidos, confiança aos desesperados, consolo aos que choram. R.



Não vos esqueçais dos encarcerados,
– e dos que vivem longe de sua pátria. R.



(intenções livres)



Vós, que ao nascimento de vosso Filho nos fizestes ouvir os anjos cantando a vossa glória,
– fazei que os nossos irmãos falecidos vos louvem eternamente na companhia dos anjos. R.

Pai nosso...

Oração

Ó Deus, que admiravelmente criastes o ser humano e mais admiravelmente
restabelecestes a sua dignidade, dai-nos participar da divindade do vosso
Filho, que se dignou assumir a nossa humanidade. Por nosso Senhor Jesus
Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.
Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by