O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL - LITURGIA DIÁRIA , 23 DE DEZEMBRO DE 2011

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL
TEMOS MIL RAZÕES PARA CELEBRAR A FESTA DO NATAL . NO NATAL FESTEJAMOS ALGO GRANDE, IMENSO : A PRESENÇA DE JESUS ENTRE NÓS, E, COM JESUS, A DO PAI E DO O ESPÍRITO POR EXCELÊNCIA SANTO. ESSE ESPÍRITO ACOLHEDOR DESTACA-SE SINGULARMENTE EM MARIA. POR ISSO ELA É, COM JESUS E SÃO JOSÉ, A GRANDE PROTAGONISTA DO NATAL. ELA NOS DEU JESUS DE MANEIRA TRÍPLICE: 1. NO PLANO BIOLÓGICO, GERANDO-O E ACOLHENDO-O MATERNALMENTE. 2. NO ASPECTO ESPIRITUAL, COLABORANDO COM ELE NA SUA GRANDE TAREFA REDENTORA, NÃO SE PONDO NUNCA – POR DIFÍCIL QUE LHE FOSSE – ENTRE O SEU FILHO E A MISSÃO QUE O PAI LHE CONFIARA. 3. UNINDO-SE COM OS APÓSTOLOS EM NOME DE JESUS E FAZENDO DE TODOS ELES, ASSIM, RECEBEDORES DA GRANDE PROMESSA QUE ELE HAVIA FEITO DE QUE ESSE GÊNERO ELEVADO À UNIDADE SERIA ABENÇOADO COM SUA PRESENÇA. ASSIM, QVERDADEIRO SENTIDO DO NATALUANDO NOS CUMPRIMENTEMOS NESTES DIAS, JÁ SABEMOS BEM PORQUE O FAZEMOS. COM ESSE CONHECIMENTO BEM FRESCO NA MEMÓRIA, DIGO-LHES CORDIALMENTE: “MIL FELICIDADES NESTE TEMPO DE NATAL, COM MARIA, A MÃE DA IGREJA!”


O NATAL É SEMPRE ALEGRE. E A ÚNICA CONDIÇÃO PARA ISSO NÃO É ESTARMOS LIVRES DE PENAS E DORES, MAS ACEITARMOS O CONVITE DO SENHOR PARA SER SEUS AMIGOS. CERTA VEZ PERGUNTARAM A CHIARA LUBICH, A CARISMÁTICA FUNDADORA DA OBRA DE MARIA OU FOCOLARES DA UNIDADE: O QUE É JESUS CRISTO PARA VOCÊ? ELA, SEM HESITAR UM INSTANTE, RESPONDEU COM A DECISÃO DE QUEM DIZ ALGO ÓBVIO: “É TUDO!”. JESUS CRISTO É A ESSÊNCIA DO CRISTIANISMO; SEU PRINCÍPIO E SUA META, SEU ESPÍRITO E SEU IMPULSO VITAL. NÃO É APENAS O MENSAGEIRO DA VONTADE DO PAI, O SÁBIO QUE PROCLAMA UMA DOUTRINA ELEVADÍSSIMA, O GUIA QUE NOS CONDUZ A UMA VIDA DE SUMA PURIFICAÇÃO. É A PESSOA QUE – SEGUNDO O SEU PRÓPRIO TESTEMUNHO – ENCARNA TUDO ISSO E CONSTITUI, POR ISSO, O IDEAL DA NOSSA VIDA, NOSSA SALVAÇÃO DEFINITIVA: EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA; NINGUÉM VEM AO PAI SENÃO POR MIM. SE ME CONHECÊSSEIS, TAMBÉM CERTAMENTE CONHECERÍEIS MEU PAI; DESDE AGORA JÁ O CONHECEIS, POIS O TENDES VISTO [...] AQUELE QUE ME VIU, VIU TAMBÉM O PAI (JO 14, 6-11). O QUE PERDER A SUA VIDA POR AMOR DE MIM E DO EVANGELHO, SALVA-LA-Á (MC. 8, 35). JESUS NÃO VEIO APENAS PARA NOS MOSTRAR O CAMINHO PARA IR AO PAI. DISSE-NOS: EU SOU O CAMINHO. NÃO SE ENCARNOU PARA NOS INDICAR ONDE ESTÁ A VERDADE. CONFESSOU-NOS: EU SOU A VERDADE. NÃO SE LIMITOU A ENSINAR-NOS COMO ALCANÇAR UMA VIDA PLENA. DECLAROU: EU SOU A VIDA. QUEM O VÊ VÊ O PAI; QUEM SE UNE A ELE ESTÁ NA VERDADE; QUEM VIVE UNIDO A ELE TEM A VIDA ETERNA. POR ISSO REPETE SÃO PAULO UMA E OUTRA VEZ QUE DEVEMOS ESTAR EM CRISTO. NÃO É QUE PASSAREMOS AO PAI POR MEIO DELE. FICANDO COM ELE, ESTAMOS NO PAI. ELE É O MEDIADOR POR ANTONOMÁSIA. NÃO EXERCE SOMENTE O PAPEL DE INTERMEDIÁRIO QUE NOS REVELA O PAI. ELE É ESSA REVELAÇÃO. CONSIDERAR ESSA REALIDADE BLASFEMA E NÃO A ADMITIR É “ESCANDALIZAR-SE” DE JESUS, RECHAÇÁ-LO E RECHAÇAR A SALVAÇÃO QUE ELE NOS OFERECE. COM AMPLA RAZÃO, DISSE-NOS JESUS QUE É BEM-AVENTURADO QUEM NÃO SE ESCANDALIZA DIANTE DA SUA MANIFESTAÇÃO COMO FILHO DE DEUS, MAS A ACEITA. JESUS, COM SUA PALAVRA, REVELOU-NOS O PAI. NA PARÁBOLA DO FILHO PRÓDIGO (LC 15, 11-32), JESUS DESCREVE O PAI COMO O SER CARINHOSO QUE NOS AMA INCONDICIONALMENTE, UNINDO O AMOR DE PAI E O DE MÃE. O PAI NÃO SE ENCERROU NUMA ATITUDE DE RANCOR PARA COM O FILHO QUE MANCHARA A HONRA DA SUA CASA. FOI AO SEU ENCONTRO QUANDO, APÓS TER DISSIPADO OS SEUS BENS, DECIDIU VOLTAR AO LAR PATERNO. SAIU DEPOIS EM BUSCA DO IRMÃO MAIS VELHO QUE SE NEGAVA A ENTRAR EM CASA E PARTICIPAR DA FESTA. ERA “LÓGICO” QUE NÃO QUISESSE CELEBRAR O RETORNO DO IRMÃO, PORQUE OPERAVA NO NÍVEL 1, O NÍVEL DO CÁLCULO EGOÍSTA, PELO QUAL O SEU DISSOLUTO IRMÃO NÃO PODIA TRAZER SENÃO NOVOS PROBLEMAS À FAMÍLIA. O PAI, ENTRETANTO, NÃO OLHOU TANTO O PASSADO COMO O PRESENTE: SEU FILHO HAVIA ESTADO PERDIDO E FORA ENCONTRADO; QUEBROU A UNIDADE FAMILIAR E QUER RESTAURÁ-LA. ESSA ATITUDE DE ARREPENDIMENTO ENCERRA UMA ALTA DOSE DE CRIATIVIDADE E SIGNIFICA UM NOVO COMEÇO. O QUE O PAI DESEJA É RECUPERAR A UNIDADE DA FAMÍLIA, QUE CONSTITUI A META DA SUA VIDA. É A ATITUDE PRÓPRIA DO NÍVEL 2. O IRMÃO MAIS VELHO MOSTRA UMA ATITUDE FARISAICA. É EGOÍSTA E SE CONSIDERA JUSTO, PERFEITO. SEM DÚVIDA É PERFEITO NO NÍVEL 1, MAS MUITO DEFICIENTE NO NÍVEL 2, POIS NÃO OPTOU PELA BONDADE INCONDICIONAL, COMO O PAI. POR ISSO, É DURO COM O IRMÃO E NÃO SE ALEGRA DE QUE TENTE RETORNAR A UMA VIDA ORDENADA E FECUNDA. APENAS PENSA NO ERRO QUE COMETEU E NOS PROBLEMAS QUE POSSA TRAZER À FAMÍLIA. SUA ATITUDE PERMITE-NOS SUSPEITAR DE QUE TALVEZ TENHA SIDO ELE QUEM, COM SUAS EXIGÊNCIAS DE PESSOA CUMPRIDORA MAS SECA, FEZ COM QUE O IRMÃO QUISESSE IR-SE. AGORA AGE COMO O FARISEU NO TEMPLO, E DESPREZA O IRMÃO MENOR QUE, COMO O PUBLICANO, RECONHECE A SUA CULPA E PEDE PERDÃO. ESSA PARÁBOLA DEIXA PATENTE QUE DEUS SE ALEGRA DE FATO QUANDO ENCONTRA A OVELHA PERDIDA E QUANDO UM DISCÍPULO, APÓS UMA TRÍPLICE NEGAÇÃO, AFIRMA TRÊS VEZES QUE O AMA. ESSE AMOR SUPÕE UM NOVO NASCIMENTO, UMA TRANSFIGURAÇÃO INTERIOR. POR ISSO O SENHOR SE ALEGRA, PORQUE A ALEGRIA – COMO BEM DISSE HENRI BÉRGSON – É “SINAL DE QUE A VIDA TRIUNFOU”. A LÓGICA DO PAI É A DA CRIATIVIDADE, A VIDA EM PLENITUDE, O AMOR INCONDICIONAL. A LÓGICA DO IRMÃO MAIS VELHO É A LÓGICA DO AMOR CONDICIONADO AOS PRÓPRIOS INTERESSES. TODA A PREGAÇÃO DE JESUS INSTA-NOS A PENSAR COM OS CONCEITOS DE DEUS, NÃO COM OS NOSSOS; A ADOTAR A LÓGICA – O MODO DE PENSAR – DO PAI, NÃO A APLICAR A NOSSA FORMA DE PENSAR, SENTIR E QUERER, PARA AFASTARMO-NOS DELE QUANDO PARECE NÃO CORRESPONDER AS NOSSAS EXPECTATIVAS. JESUS, NA SUA FORMA DE VIVER, REVELA-NOS COMO DEVE COMPORTAR-SE UM FILHO DESSE PAI. JESUS VIVE PLENAMENTE O AMOR DO PAI. PASSA A VIDA FAZENDO O BEM; CURA OS ENFERMOS, ENSINA AS GENTES, ENTREGA-SE A TODOS E ASSUME COM LUCIDEZ A MORTE PARA NOS MOSTRAR COMO SE AGE NO REINO DO AMOR. CONSIDERA A META DA SUA VIDA CUMPRIR A VONTADE DO PAI A TODO O MOMENTO. QUANDO SUA MÃE, ANGUSTIADA DEPOIS DE PROCURÁ-LO EM VÃO POR TRÊS DIAS, O ENCONTROU NO TEMPLO E LHE EXTERNOU A SUA PERPLEXIDADE, ELE RESPONDEU: POR QUE ME PROCURAVAS? NÃO SABIAS QUE TENHO DE ESTAR NAS COISAS DE MEU PAI (LC 2, 49). QUANDO ALGUÉM LHE DISSE QUE SUA MÃE E SEUS IRMÃOS – ISTO É, SEUS PARENTES – LHE ESTAVAM A ESPERAR FORA DA SINAGOGA, JESUS RESPONDEU COM APARENTE DESAPEGO: AQUELE QUE FAZ A VONTADE DE DEUS, ESSE É MEU IRMÃO, MINHA IRMÃ E MINHA MÃE (MC 3, 31). AQUELE QUE CUMPRE A VONTADE DO PAI ENTRA NA CORRENTE DA VIDA TRINITÁRIA. COMPARTILHAR DESSA VIDA TRINITÁRIA SIGNIFICA PARA JESUS UM VÍNCULO VITAL MAIS FORTE QUE O QUE UM MENINO TEM COM SUA MÃE BIOLÓGICA. EM GETSÊMANI, ELE PEDIU AO PAI COM FERVOR QUE AFASTASSE O CÁLICE AMARGO DA PAIXÃO, MAS ACRESCENTOU: TODAVIA NÃO SE FAÇA O QUE EU QUERO, MAS SIM O QUE TU QUERES (MT 26, 39). O EMPENHO DE JESUS EM TODO INSTANTE É CUMPRIR A VONTADE DO PAI: FAÇO SEMPRE O QUE É DO SEU AGRADO (JO 8, 29). ESSAS MANIFESTAÇÕES DE JESUS PERMITEM-NOS ADENTRAR EM SUA INTERIORIDADE. A GRANDE FORÇA QUE IMPULSIONA TODA A SUA VIDA (EXTENUAR-SE FAZENDO O BEM; RECOLHER-SE PARA ORAR, ORIENTAR AS GENTES PARA DEUS, FALAR COM AUTORIDADE SURPREENDENTE...) É SEU AFÃ DE FAZER A VONTADE DO PAI. ESSA VONTADE NÃO OPERA SOBRE ELE COMO UM MANDATO RECEBIDO DE FORA; É A FONTE DA SUA VIDA, SUA MAIS PROFUNDA RAZÃO DE SER. A VONTADE DO PAI, QUE É AMOR, É PARA ELE UM CHAMADO AMOROSO; PODEROSO, MAS NÃO COERCIVO, PORQUE BROTA DO SEU INTERIOR, DO MAIS PROFUNDO DO DEU SER. OBEDECER POR AMOR É ATUAR LIVREMENTE, COM A FORMA MAIS ALTA DE LIBERDADE, QUE É A LIBERDADE CRIATIVA. JESUS NÃO CUMPRE A VONTADE DO PAI APENAS PORQUE É SEU DEVER, MAS PORQUE O AMA DESDE O MAIS ÍNTIMO DA SUA PESSOA. CUMPRIR, POR AMOR, O QUE É NECESSÁRIO CONSTITUI A ESSÊNCIA DA LIBERDADE CRIATIVA, A AUTÊNTICA LIBERDADE HUMANA. A VIDA DE JESUS CONSISTE EM VIBRAR EM UNÍSSONO COM O PAI. E, COMO O PAI É INFINITAMENTE BOM, JUSTO E BELO, JESUS É MODELO DE BONDADE, JUSTIÇA E BELEZA. ESSA VIDA EXCELSA É A QUE NOS É REVELADA NO NATAL. EM JESUS, A TRINDADE É REVELADA. É DECISIVO PARA OS CRISTÃOS CONHECER A INTERIORIDADE DE JESUS, POIS NELA MANIFESTAM-SE O PAI E O ESPÍRITO DE SANTIDADE QUE É VÍNCULO DE AMBOS, E REVELA-SE O QUE SIGNIFICA VIVER TRINITARIAMENTE. SABEMOS QUE OS DOGMAS CRISTÃOS NÃO SÃO UNICAMENTE DOUTRINAS PARA PENSAR E ACEITAR COM A INTELIGÊNCIA; SÃO PRINCÍPIOS DE VIDA PARA ASSUMIR ATIVAMENTE E NUTRIR A NOSSA EXISTÊNCIA PESSOAL. VIVER TRINITARIAMENTE SIGNIFICA VIVER CRIANDO VIDA DE COMUNIDADE, E ASSIM GERAR A PRESENÇA ENTRE NÓS DO JESUS QUE PROMETEU ESTAR EM MEIO AQUELES ESTIVEREM UNIDOS EM SEU NOME (CF. MT 18, 20). VIVER TRINITARIAMENTE EQUIVALE A VIVER PLENAMENTE NOSSA VIDA DE PESSOAS. CONSEQUÊNCIAS DO DESCOBRIMENTO DA VIDA TRINITÁRIA. JESUS NOS REVELOU QUE DEUS É AMOR. A MENSAGEM DO CRISTIANISMO É, POIS, UMA MENSAGEM DE AMOR, MAS DO AMOR DO PAI REVELADO EM CRISTO, NÃO OUTRO; UMA MENSAGEM DE ENTREGA E SERVIÇO, MAS DE UM SERVIÇO COMO O REALIZADO POR CRISTO, NÃO DE OUTRO TIPO; UMA MENSAGEM DE VIDA COMUNITÁRIA, TAL COMO A VIVIDA POR CRISTO, NÃO DE OUTRA FORMA. A EXISTÊNCIA CRISTÃ NÃO CONSISTE BASICAMENTE EM FAZER O BEM, SER JUSTOS E SOLIDÁRIOS..., MAS EM SEGUIR A JESUS, AMÁ-LO E CUMPRIR OS MANDAMENTOS POR AMOR A ELE, O IDEAL DA NOSSA VIDA. SE ME AMAIS, GUARDAREIS OS MEUS MANDAMENTOS (JO 14, 15). PORQUE O QUE QUISER SALVAR A SUA VIDA, PERDÊ-LA-Á; MAS O QUE PERDER A SUA VIDA POR AMOR DE MIM E DO EVANGELHO, SALVA-LA-Á (MC 8, 35; MT 10, 39). PORTANTO, QUEM DER TESTEMUNHO DE MIM DIANTE DOS HOMENS, TAMBÉM EU DAREI TESTEMUNHO DELE DIANTE DE MEU PAI QUE ESTÁ NOS CÉUS. AQUELE, PORÉM, QUE ME NEGAR DIANTE DOS HOMENS, TAMBÉM EU O NEGAREI DIANTE DE MEU PAI QUE ESTÁ NOS CÉUS (MT 10, 32-33). ESSA EXIGÊNCIA DE SEGUIMENTO É ABSOLUTA, TEM PRIMAZIA SOBRE QUALQUER OUTRO VÍNCULO, INCLUSIVE OS FAMILIARES MAIS ÍNTIMOS: QUEM AMA SEU PAI OU SUA MÃE MAIS QUE A MIM, NÃO É DIGNO DE MIM. QUEM AMA SEU FILHO MAIS QUE A MIM, NÃO É DIGNO DE MIM (MT 10, 37). ESSE AMOR INCONDICIONAL A JESUS FUNDA UMA VIDA INTERIOR AUTÊNTICA. A VIDA INTERIOR NÃO É VIDA RETRAÍDA, SOLITÁRIA, DESGARRADA; É VIDA EM COMUNHÃO OBLATIVA. AQUELE QUE TEM OS MEUS MANDAMENTOS E OS GUARDA, ESSE É QUE ME AMA. E AQUELE QUE ME AMA SERÁ AMADO POR MEU PAI, E EU O AMAREI E MANIFESTAR-ME-EI A ELE (JO 14, 23). SE, POR AMOR, CRIAMOS COM DEUS UMA RELAÇÃO DE AUTÊNTICO ENCONTRO, SENTIREMOS VIVAMENTE QUE ELE DEIXA DE SER PARA NÓS ALGO INFINITAMENTE DISTANTE PARA SER ÍNTIMO, O MAIS ÍNTIMO DA NOSSA REALIDADE PESSOAL. NADA NOS É MAIS ÍNTIMO DO QUE AQUELE QUE CONSTITUI O PRINCIPIO DA NOSSA ATIVIDADE PESSOAL. É O QUE NOS REVELOU SÃO PAULO AO DIZER: EU VIVO, MAS JÁ NÃO SOU EU; É CRISTO QUE VIVE EM MIM (GAL 2, 20). UNIDOS A JESUS DESSA MANEIRA, PENSAMOS COM OS SEUS CONCEITOS, NÃO COM OS NOSSOS. AO CONTEMPLAR, COM ESSE ESPÍRITO, A VIDA DE JESUS, NOTAMOS QUE NOSSO MESTRE, AO IR CONSCIENTEMENTE EM DIREÇÃO À MORTE POR AMOR, NOS ENSINA QUE A ENTREGA À DOR E À HUMILHAÇÃO NÃO É PURAMENTE NEGATIVA; TEM UM SENTIDO POSITIVO E PODE ENRIQUECER-NOS COMO PESSOAS. PENSEMOS, POR EXEMPLO, NO QUE SIGNIFICA NÃO NOS ESCANDALIZAR DO “SILÊNCIO DE DEUS”. FREQUENTEMENTE SENTIMOS ANGÚSTIA DIANTE DE UMA SITUAÇÃO E ACUDIMOS AO PAI DO CÉU PEDINDO AJUDA. E O PAI, PARA NOSSO DESCONCERTO, GUARDA SILÊNCIO, PARECE INDIFERENTE À NOSSA ORAÇÃO. E TENDEMOS A NOS SENTIR DEFRAUDADOS. MILHARES DE PESSOAS REAGEM, ENTÃO, DIZENDO: “NÃO ENTENDO, POR TANTO, NÃO ACEITO!”, E SE ENCAMINHAM PELA VIA DO DESPEITO, QUANDO NÃO DO RANCOR. MARIA, NO TEMPLO, NÃO ENTENDEU AS PALAVRAS DE JESUS, MAS NÃO ENVEREDOU PELA VIA DA SOBERBA, QUE RECHAÇA O QUE PARECE INCOMPREENSÍVEL; VIU NESSAS PALAVRAS UMA MENSAGEM MISTERIOSA E INTRODUZIU-SE NELAS, COMO NUMA MORADA, PARA VIVER DA RIQUEZA QUE ENCERRAM. DEUS – DIZ PASCAL – SE NOS REVELA COM SUFICIENTE CLAREZA PARA QUE POSSAMOS CRER NELE E COM SUFICIENTE OBSCURIDADE PARA QUE NÃO NOS VEJAMOS FORÇADOS A ACEITÁ-LO. A TRANSFIGURAÇÃO QUE O NATAL REALIZA. TEMOS QUE RENUNCIAR AO NOSSO AFÃ DE TUDO ENTENDER E JULGAR A PARTIR DOS NOSSOS CONCEITOS E CRITÉRIOS HUMANOS. AO MORRER E RESSUSCITAR, JESUS REVELOU-NOS ALGO SURPREENDENTE E GRANDIOSO: QUE A NOSSA VIDA DEVE CONSISTIR EM CONSTANTEMENTE MORRER E TRANSFIGURAR-NOS. TRANSFIGURANDO-NOS TAMBÉM NO ASPECTO INTELECTUAL. PODEMOS SITUAR EGOISTAMENTE NOSSA VIDA NO CHAMAMOS DE NÍVEL 1, O NÍVEL DO DOMÍNIO, DA POSSE, DO MANEJO DE OBJETOS, O DESFRUTE. ESSA ATITUDE EM FACE DA VIDA LEVA-NOS A CONVERTER TUDO, INCLUSIVE AS PESSOAS, EM MEIOS PARA NOSSOS FINS. COM ELA, RENUNCIAMOS À VERDADEIRA UNIÃO ENTRE NÓS. MAS TEMOS TAMBÉM A POSSIBILIDADE DE NOS MOVER NO NÍVEL 2 E ADOTAR UMA ATITUDE GENEROSA DE RESPEITO, ESTIMA E COLABORAÇÃO AMISTOSA COM AS REALIDADES AO NOSSO REDOR, SOBRETUDO AS PESSOAS, QUE NOS PERMITA CRIAR COM ELAS MODOS AUTÊNTICOS DE ENCONTRO. JESUS VEIO PARA NOS REVELAR QUE A META E O IDEAL DE NOSSA VIDA É A FORMA DE UNIDADE QUE CHAMAMOS ENCONTRO, MODO DE UNIÃO QUE IMPLICA ENTREGA, CORDIALIDADE, FIDELIDADE, COMUNICAÇÃO SINCERA, PARTICIPAÇÃO EM TAREFAS NOBRES. TUDO O QUE SEJA RENUNCIAR A VIVER NO NÍVEL 1 SIGNIFICA MORRER – EM SENTIDO EVANGÉLICO E PAULINO –, AMORTIZAR O AFÃ DE AFIRMAR-NOS A NÓS MESMOS ANTE OS OUTROS. ELEVAR-NOS AO NÍVEL 2 SUPÕE TRANSFIGURAR-NOS, RESSUSCITAR PARA UMA VIDA DE HOMENS NOVOS (CF. GAL 6, 15). O HOMEM NOVO TECE A SUA VIDA A BASE DE CONSTANTES TRANSFIGURAÇÕES OU CONVERSÕES: - CONVERTE A CASA EM LAR, CRIANDO VÍNCULOS DE VERDADEIRA AMIZADE. - CONVERTE A SIMPLES PROXIMIDADE NUMA RELAÇÃO DE AUTÊNTICO ENCONTRO. - CONSIDERA O PÃO E O VINHO NÃO COMO MEROS PRODUTOS DO ESFORÇO HUMANO, MAS COMO FRUTOS DE UMA CONFLUÊNCIA FECUNDA DE VÁRIOS ELEMENTOS. - CONVERTE A LIBERDADE DE MANOBRA – PODER ESCOLHER DE ACORDO COM OS GOSTOS PRÓPRIOS – EM LIBERDADE CRIATIVA, CAPACIDADE DE ESCOLHER SEMPRE DE ACORDO COM O IDEAL DE UNIDADE, NÃO DO PRÓPRIO GOSTO. NUM CONGRESSO, EXPLIQUEI A 3000 JOVENS O QUE É A VERDADEIRA LIBERDADE E, AO FINAL, UM DELES, COM LÁGRIMAS NOS OLHOS, DISSE-ME QUE “EU TINHA DESTRUÍDO O SEU MUNDO”. PERGUNTEI-LHE O QUE ACONTECIA E ELE RESPONDEU: “ACREDITAVA SER UMA PESSOA TOTALMENTE LIVRE PORQUE MEUS PAIS ME DÃO TUDO O QUE PRECISO PARA SATISFAZER OS MEUS GOSTOS, NÃO IMPORTA QUÃO CAROS SEJAM. E AGORA O SENHOR AFIRMA QUE ESSE TIPO DE LIBERDADE PODE ME LEVAR À PIOR DAS ESCRAVIDÕES”. “AMIGO, ANIME-SE – RECOMENDEI-LHE –, POIS VOCÊ TEM TODA UMA VIDA PELA FRENTE PARA APROVEITAR A DESCOBERTA QUE ACABA DE FAZER. VOCÊ PERCEBE O ABISMO EM QUE SE EQUILIBRAVA A CADA MOMENTO PELO FATO DE DISPOR DE TANTAS POSSIBILIDADES E TER APENAS O SEU PRÓPRIO GOSTO COMO CRITÉRIO PARA ESCOLHER ENTRE ELAS? OS GOSTOS, AS APETÊNCIAS E OS IMPULSOS SÃO, EM SI, ALGO BOM, PORQUE INDICAM VITALIDADE, MAS NÃO TRAZEM CONSIGO UM ORIENTAÇÃO JUSTA. PRECISAM SER ORIENTADOS POR UM IDEAL. DEIXAR-SE LEVAR POR ELES É MUITO PERIGOSO”. O JOVEM PARECIA TER DESCOBERTO UM MUNDO NOVO, UM HORIZONTE DE VIDA MAIS EXIGENTE, MAS IMENSAMENTE PROMISSÓRIO. ACEITAR QUE A NOSSA CONDIÇÃO HUMANA NÃO NOS PERMITE LEVAR A NOSSA VIDA ARBITRARIAMENTE, MAS QUE NOS DEVEMOS ATER A CRITÉRIOS E IDEAIS QUE NOS VÊM DADOS, REPRESENTA UMA TRANSFIGURAÇÃO, ELEVAR-NOS A UMA VIDA NOVA. COM RAZÃO PREVINE-NOS SÃO PAULO: SE, PORTANTO, RESSUSCITASTES COM CRISTO, BUSCAI AS COISAS LÁ DO ALTO, ONDE CRISTO ESTÁ SENTADO À DIREITA DE DEUS. AFEIÇOAI-VOS ÀS COISAS LÁ DE CIMA, E NÃO ÀS DA TERRA. PORQUE ESTAIS MORTOS E A VOSSA VIDA ESTÁ ESCONDIDA COM CRISTO EM DEUS. QUANDO CRISTO, VOSSA VIDA, APARECER, ENTÃO TAMBÉM VÓS APARECEREIS COM ELE NA GLÓRIA (COL 3, 1-4). O APÓSTOLO NOS INDICA QUE DEVEMOS RESSUSCITAR EM VIDA, ELEVAR-NOS DE UM TIPO OU NÍVEL DE VIDA A OUTRO SUPERIOR: UM MODO DE VIDA TRANSFIGURADO, VIRTUOSO, ETICAMENTE VALIOSO, ABERTO AO ENCONTRO COM DEUS. A TRANSFIGURAÇÃO BÁSICA É A QUE NOS ELEVA DO ESTADO DE INDIFERENÇA OU DE ÓDIO PARA COM OS OUTROS A UM ESTADO DE AMOR E ENCONTRO. AFIRMA TAXATIVAMENTE SÃO JOÃO EVANGELISTA, COM O SEU CARACTERÍSTICO ESTILO DIRETO: NÓS SABEMOS QUE FOMOS TRASLADADOS DA MORTE PARA A VIDA, PORQUE AMAMOS NOSSOS IRMÃOS. QUEM NÃO AMA PERMANECE NA MORTE (1 JO 3, 14). ESSA PASSAGEM DA MORTE PARA A VIDA IMPLICA, OBVIAMENTE, UMA TRANSFIGURAÇÃO, UMA RESSURREIÇÃO. AMAR DE VERDADE É ESTAR RESSUSCITANDO PARA UMA VIDA SUPERIOR. TODA A VIDA DEVE TER ESSE CARÁTER DE TRANSFIGURAÇÃO. SE ANALISARMOS AS DOZE FASES DO NOSSO PROGRESSO RUMO À PLENITUDE, VEREMOS QUE CADA UMA IMPLICA UMA FORMA PECULIAR DE TRANSFIGURAÇÃO. O HOMEM TRANSFIGURADO É O “HOMEM NOVO”, O HOMEM RENOVADO (CF. GAL 6, 15). A RENOVAÇÃO DEVE DAR-SE A TODO INSTANTE. A VIDA QUE É UMA TRAMA DE RENOVAÇÕES É UMA VIDA EMINENTEMENTE CRIATIVA. A VIDA ORIENTADA PARA O AMOR É FONTE INESGOTÁVEL DE ALEGRIA. ESSA FORMA TRANSFIGURADA DE VER A VIDA HUMANA PROCEDE DO NATAL, POIS O NATAL NOS DÁ JESUS, QUE ENCARNA A PERFEIÇÃO DO IDEAL DA UNIDADE, DO AMOR OBLATIVO. É, POR ISSO, A GRANDE FESTA DA ALEGRIA. UM BISPO IDOSO E ADOENTADO PASSOU VÁRIOS ANOS NUM CAMPO DE CONCENTRAÇÃO SIBERIANO. NUM DOS NATAIS PASSADOS LÁ, DIVIDIA A CELA LÔBREGA COM VÁRIOS RECLUSOS, TAMBÉM CRISTÃOS, QUE, POR TEREM TESTEMUNHADO A SUA FÉ, ESTAVAM SOFRENDO ESSE TORMENTO: FRIO, FOME E, PRINCIPALMENTE, TERROR. ESTAVAM UNIDOS ENTRE SI, E, DENTRO DE SUAS POSSIBILIDADES, REZAVAM EM COMUM E SE ANIMAVAM MUTUAMENTE. AO FIM DO NATAL, O BISPO ESCREVEU UMA CARTA EM QUE NARRAVA AS PENAS PADECIDAS. NUM POST SCRIPTUM ACRESCENTOU: “FOI O NATAL MAIS ALEGRE DA MINHA VIDA”. SERIA ELE UM DEFICIENTE MENTAL? PELO CONTRÁRIO: É UMA PESSOA CONSCIENTE DO VALOR ALTÍSSIMO DA UNIDADE. A LUZ E A FORÇA VIERAM-LHE DO EVANGELHO, DO NATAL. COMO NÃO SERIA ALEGRE CELEBRAR O AUTÊNTICO NATAL? TODOS OS DIAS SÃO DIAS DE NATAL PARA QUEM SE ESFORÇA EM VIVER À LUZ DO EVANGELHO. DEDICAMOS UM DIA AO ANO PARA CELEBRAR ALGO QUE É IMPORTANTE TODOS OS DIAS DO ANO. AINDA QUE SEJAMOS ACOSSADOS POR LEMBRANÇAS DOLOROSAS, PRINCIPALMENTE AS RELATIVAS ESSAS OCASIÕES, NÃO DEIXAMOS DE CELEBRAR O NATAL, JÁ QUE ESSA FESTA ESTÁ MUITO ACIMA DOS AVATARES COTIDIANOS. NÓS, OS MAIS VELHOS, TEMOS NA MEMÓRIA MIL FERIDAS, MAS NENHUMA DELAS PODE ROUBAR-NOS A ALEGRIA PROFUNDA DE TER RECEBIDO A VISITA DO SENHOR, COM TODO O QUE ELA IMPLICA: DESCOBRIR O IDEAL DA VIDA, O SEU SENTIDO MAIS PROFUNDO, A CAPACIDADE REDENTORA DA DOR, O ALEGRIA QUE NOS PROPORCIONA TODO O ENCONTRO VERDADEIRO. SE O LEITOR PERMITIR-ME ACRESCENTAR UMA EXPERIÊNCIA PESSOAL, CONFESSAREI QUE, APÓS A MORTE DE UM IRMÃO MUITO JOVEM EM CIRCUNSTÂNCIAS ESPECIALMENTE PENOSAS, ME SENTI ESPIRITUALMENTE DESCONCERTADO. ESSA MORTE PARECIA-ME UMA CRUELDADE INCOMPREENSÍVEL. O SILÊNCIO DE DEUS, QUE NÃO OUVIU AS MINHAS SÚPLICAS, SURGIA ANTE OS MEUS OLHOS COMO UM SINAL DE FRIA DISTÂNCIA, CAPAZ DE APAGAR TODO O FERVOR RELIGIOSO. NESSA SITUAÇÃO, TIVE DE ESCOLHER UMA FRASE EVANGÉLICA PARA GRAVAR NA LÁPIDE DA SEPULTURA. ESCOLHI ESTA: EU SOU A RESSURREIÇÃO E A VIDA. AQUELE QUE CRÊ EM MIM, AINDA QUE ESTEJA MORTO, VIVERÁ (JO 11,25). DURANTE MESES VIVI IMERSO NESSA REVELAÇÃO MARAVILHOSA, COMO SE FOSSE UMA MORADA ESPIRITUAL. E ME VI REDIMIDO DA ONDA DE FRUSTRAÇÃO E QUASE REBELDIA QUE AGITAVA MEU ESPÍRITO. COMPREENDI, ENTÃO, QUE AS PALAVRAS DE JESUS SÃO VERDADEIRAMENTE “PALAVRAS DE VIDA”, COMO TANTAS VEZES NOS DISSE SÃO PAULO (CF. FIL 2, 15-16; 2 COR 2, 16-17; HEBR 4,2), PORQUE JESUS É A VIDA E A LUZ DOS HOMENS (CF. JO 1, 1-4). O NATAL É SEMPRE ALEGRE. E A ÚNICA CONDIÇÃO PARA ISSO NÃO É ESTARMOS LIVRES DE PENAS E DORES, MAS ACEITARMOS O CONVITE DO SENHOR PARA SER SEUS AMIGOS. ESSA ALEGRIA NINGUÉM NOS PODE TIRAR. SÃO PEDRO E SÃO PAULO ESTAVAM NUM CALABOUÇO SOMBRIO (O FAMOSO CÁRCERE MAMERTINO DE ROMA), SEM QUALQUER PANORAMA ALÉM DO MARTÍRIO. MAS ESCREVIAM CARTAS TRANSBORDANDO DE AMOR AOS CRISTÃOS, SE SENTIAM PROFUNDAMENTE UNIDOS A ELES POR AMOR A CRISTO, QUE ERA SEU IDEAL. OS CARCEREIROS INTUÍRAM QUE ESSA ALEGRIA ERA ALGO NOVO, INCOMUM NO MUNDO POR ELES CONHECIDO. “DEVEIS TER UMA FONTE INTERNA DE ALEGRIA QUE NINGUÉM VOS PODE TIRAR – DISSERAM-LHES. PODERÍAMOS NÓS PARTICIPAR DELA...?” RECEBERAM O BATISMO, SE NEGARAM A PRESTAR CULTO AO IMPERADOR E FORAM MARTIRIZADOS. HOJE OS VENERAMOS, NA LITURGIA, COM OS NOMES CRISTÃOS DE SÃO MARCOS E SÃO MARCELIANO. A NOSSA ALEGRIA INTERIOR NÃO DEPENDE DAS CIRCUNSTÂNCIAS EM QUE NOS ENCONTRAMOS. ALEGRAR-SE NÃO É O MESMO QUE DIVERTIR-SE. TRATA-SE DE UMA ALEGRIA PROFUNDA, QUE REFLETE UM ESTADO DE PLENITUDE ESPIRITUAL. SÃO PAULO CONVIDA-NOS À ALEGRIA COM FREQUÊNCIA: ALEGRAI-VOS SEMPRE NO SENHOR. REPITO: ALEGRAI-VOS! (FIL 4, 4). PODE-SE ORDENAR A ALGUÉM QUE SE ALEGRE? SE NOS MOVEMOS NO NÍVEL 1, TENDEMOS A PENSAR QUE A ALEGRIA É A NOSSA REAÇÃO ESPONTÂNEA QUANDO AS COISAS CORREM BEM PARA NÓS. MAS, SE ASCENDEMOS AO NÍVEL 2, DESCOBRIMOS QUE A ALEGRIA ESPIRITUAL SURGE EM NÓS QUANDO VEMOS NOSSA VIDA TRANSBORDAR DE SENTIDO. E O SENTIDO BROTA NO ENCONTRO. DACHAU – O TEMIDO CAMPO DE CONCENTRAÇÃO PRÓXIMO A MUNIQUE – CHEGOU A SER UM PARAÍSO PARA UM GRUPO DE CRISTÃOS – ENTRE ELES O CONHECIDO PEDAGOGO PADRE JOSEF KENTENICH – QUE VIVERAM A FUNDO O TIPO DE UNIDADE QUE A PRESENÇA DE JESUS SUSCITA. A CONSCIÊNCIA DE COMPARTILHAR A CONDIÇÃO DE FILHOS DE DEUS OS UNIA, E ESSA UNIÃO ENCHIA-OS DE ALEGRIA. A ALEGRIA TEM UM ACENTO TRIUNFAL, E NÃO HÁ MAIOR TRIUNFO NA VIDA QUE CRIAR MODOS ELEVADOS DE UNIDADE, APESAR DA AMARGURA E DA DIFICULDADE DAS CIRCUNSTÂNCIAS. É PARA CULTIVAR ANIMADAMENTE ESSA FORMA DE UNIDADE QUE SÃO PAULO NOS CONVIDA AO INSTAR-NOS A ESTAR ALEGRES. NATAL SIGNIFICA A VINDA DO SENHOR EM PESSOA. ELE DÁ O PRIMEIRO PASSO DA AMIZADE. É A PALAVRA DE DEUS, SUA EXPRESSÃO E REVELAÇÃO. MAS ESSA REVELAÇÃO APENAS ENGENDRA LUZ PARA AQUELES QUE ESTÃO DISPOSTOS A ACOLHÊ-LA. É UM TRAÇO TÍPICO DOS GRANDES VALORES NÃO SE MANIFESTAR SENÃO ÀQUELES QUE RESPONDEM POSITIVAMENTE AO SEU APELO. DIZ-NOS SÃO JOÃO NO COMEÇO DO SEU EVANGELHO ACERCA DA LUZ QUE É CRISTO: VEIO PARA O QUE ERA SEU, MAS OS SEUS NÃO O RECEBERAM (JO 1, 11). ESTA RECUSA, PROTAGONIZADA PELOS FARISEUS, É CAUSADA PELA FALTA DE UM ESPÍRITO ABERTO, ESPONTÂNEO, SUFICIENTEMENTE HUMILDE PARA ACEITAR A NOVIDADE QUE SIGNIFICAVA A FIGURA DE JESUS


LITURGIA DO DIA 23 DE DEZEMBRO DE 2011



PRIMEIRA LEITURA: MALAQUIAS 3, 1-4.23-24


IV SEMANA DO ADVENTO - (ROXO, PREF.DO ADVENTO II OFÍCIO DO DIA) - LEITURA DA PROFECIA DE MALAQUIAS - ASSIM FALA O SENHOR DEUS: 1VOU MANDAR O MEU MENSAGEIRO PARA PREPARAR O MEU CAMINHO. E IMEDIATAMENTE VIRÁ AO SEU TEMPLO O SENHOR QUE BUSCAIS, O ANJO DA ALIANÇA QUE DESEJAIS. EI-LO QUE VEM - DIZ O SENHOR DOS EXÉRCITOS. 2QUEM ESTARÁ SEGURO NO DIA DE SUA VINDA? QUEM PODERÁ RESISTIR QUANDO ELE APARECER? PORQUE ELE É COMO O FOGO DO FUNDIDOR, COMO A LIXÍVIA DOS LAVADEIROS. 3SENTAR-SE-Á PARA FUNDIR E PURIFICAR A PRATA; PURIFICARÁ OS FILHOS DE LEVI E OS REFINARÁ, COMO SE REFINAM O OURO E A PRATA; ENTÃO ELES SERÃO PARA O SENHOR AQUELES QUE APRESENTARÃO AS OFERTAS COMO CONVÊM. 4E A OBLAÇÃO DE JUDÁ E DE JERUSALÉM SERÁ AGRADÁVEL AO SENHOR, COMO NOS DIAS ANTIGOS, COMO NOS ANOS DE OUTRORA. 23VOU MANDAR-VOS O PROFETA ELIAS, ANTES QUE VENHA O GRANDE E TEMÍVEL DIA DO SENHOR, 24E ELE CONVERTERÁ O CORAÇÃO DOS PAIS PARA OS FILHOS, E O CORAÇÃO DOS FILHOS PARA OS PAIS, DE SORTE QUE NÃO FERIREI MAIS DE INTERDITO A TERRA. - PALAVRA DO SENHOR


SALMO RESPONSORIAL(SALMO 24)


REFRÃO: LEVANTAI VOSSA CABEÇA E OLHAIM, / POIS A VOSSA REDENÇÃO SE APROXIMA!
1. SENHOR, MOSTRAI-ME OS VOSSOS CAMINHOS, E ENSINAI-ME AS VOSSAS VEREDAS. DIRIGI-ME NA VOSSA VERDADE E ENSINAI-ME, PORQUE SOIS O DEUS DE MINHA SALVAÇÃO E EM VÓS EU ESPERO SEMPRE. - R.
2. O SENHOR É BOM E RETO, POR ISSO RECONDUZ OS EXTRAVIADOS AO CAMINHO RETO. DIRIGE OS HUMILDES NA JUSTIÇA, E LHES ENSINA A SUA VIA. - R.
3. TODOS OS CAMINHOS DO SENHOR SÃO GRAÇA E FIDELIDADE, PARA AQUELES QUE GUARDAM SUA ALIANÇA E SEUS PRECEITOS. - R.
4. O SENHOR SE TORNA ÍNTIMO DOS QUE O TEMEM, E LHES MANIFESTA A SUA ALIANÇA. - R.


EVANGELHO: LUCAS 1, 57-66


PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO LUCAS - NAQUELE TEMPO, 57COMPLETANDO-SE PARA ISABEL O TEMPO DE DAR À LUZ, TEVE UM FILHO. 58OS SEUS VIZINHOS E PARENTES SOUBERAM QUE O SENHOR LHE MANIFESTARA A SUA MISERICÓRDIA, E CONGRATULAVAM-SE COM ELA. 59NO OITAVO DIA, FORAM CIRCUNCIDAR O MENINO E O QUERIAM CHAMAR PELO NOME DE SEU PAI, ZACARIAS. 60MAS SUA MÃE INTERVEIO: NÃO, DISSE ELA, ELE SE CHAMARÁ JOÃO. 61REPLICARAM-LHE: NÃO HÁ NINGUÉM NA TUA FAMÍLIA QUE SE CHAME POR ESTE NOME. 62E PERGUNTAVAM POR ACENOS AO SEU PAI COMO QUERIA QUE SE CHAMASSE. 63ELE, PEDINDO UMA TABUINHA, ESCREVEU NELA AS PALAVRAS: JOÃO É O SEU NOME. TODOS FICARAM PASMADOS. 64E LOGO SE LHE ABRIU A BOCA E SOLTOU-SE-LHE A LÍNGUA E ELE FALOU, BENDIZENDO A DEUS. 65O TEMOR APODEROU-SE DE TODOS OS SEUS VIZINHOS; O FATO DIVULGOU-SE POR TODAS AS MONTANHAS DA JUDÉIA. 66TODOS OS QUE O OUVIAM CONSERVAVAM-NO NO CORAÇÃO, DIZENDO: QUE SERÁ ESTE MENINO? PORQUE A MÃO DO SENHOR ESTAVA COM ELE. - PALAVRA DA SALVAÇÃO

MENSAGEM DO DIA 19/11/2011 - “QUERIDOS FILHOS, NESTE DIA DE ALEGRIA, TAMBÉM HOJE, JUNTO A VOCÊS, OS CONVIDO A REZAREM COM A MÃE. REZEM JUNTO COMIGO PELAS MINHAS INTENÇÕES, PELOS MEUS PLANOS, QUE DESEJO REALIZAR NO MUNDO. QUERIDOS FILHOS, ESTE É O TEMPO DA GRAÇA, ABRAM OS SEUS CORAÇÕES E O AMOR FLORESCERÁ EM SEUS CORAÇÕES E EMANARÁ DE SEUS CORAÇÕES. A MÃE REZA COM VOCÊS, A MÃE ESTÁ COM VOCÊS QUANDO VOCÊS ATRAVESSAREM OS MOMENTOS MAIS DIFÍCEIS. REZEM DURANTE ESTE TEMPO E, PARTICULARMENTE, RENOVEM A ORAÇÃO FAMILIAR. A MÃE INTERCEDE JUNTO A SEU FILHO POR CADA UM DE VOCÊS. OBRIGADA, QUERIDOS FILHOS, PORQUE TAMBÉM HOJE VOCÊS RESPONDERAM AO MEU CHAMADO” – MENSAGEM DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE A IGREJA CELEBRA HOJE , SÃO JOÃO CÂNCIO - JOÃO NASCEU EM KETY, NA DIOCESE DE CRACÓVIA, POLÔNIA, EM 1390; ESTUDOU NA CRACÓVIA E FOI ORDENADO SACERDOTE. DURANTE MUITOS ANOS FOI PROFESSOR DA UNIVERSIDADE DE CRACÓVIA; DEPOIS FOI PÁROCO DE ILKUS. À FÉ QUE ENSINAVA UNIU GRANDES VIRTUDES, SOBRETUDO A PIEDADE E A CARIDADE PARA COM O PRÓXIMO, TORNANDO-SE UM MODELO INSIGNE PARA SEUS COLEGAS E DISCÍPULOS. ENQUANTO NAS REGIÕES VIZINHAS PULULAVAM AS HERESIAS E OS CISMAS, O BEM-AVENTURADO JOÃO ENSINAVA NA UNIVERSIDADE DE CRACÓVIA A DOUTRINA HAURIDA DA MAIS PURA FONTE, E EXPLICAVA AO POVO COM MUITO EMPENHO, EM SEUS SERMÕES, O CAMINHO DA SANTIDADE, CONFIRMANDO A PREGAÇÃO COM O EXEMPLO DA SUA HUMILDADE, CASTIDADE, MISERICÓRDIA, PENITÊNCIA E TODAS AS OUTRAS VIRTUDES PRÓPRIAS DE UM SANTO SACERDOTE E DE UM ZELOSO MINISTRO DO SENHOR. AO LONGO DO DIA, UMA VEZ CUMPRIDO O SEU DEVER DE ENSINAR, DIRIGIA-SE DIRETAMENTE À IGREJA, ONDE DURANTE MUITO TEMPO SE ENTREGAVA À ORAÇÃO E À CONTEMPLAÇÃO DIANTE DE CRISTO NA EUCARISTIA. TANTO NAS PEQUENAS COMO NAS GRANDES ADVERSIDADES, JOÃO TEVE SEMPRE EM MENTE ALGO DE BEM SUPERIOR AO PRESTÍGIO, À CARREIRA E AO BEM-ESTAR MATERIAIS: "MAIS PARA O ALTO!" REPETIA SEMPRE. EM TODAS AS CIRCUNSTÂNCIAS, SÓ TINHA DEUS NO SEU CORAÇÃO, SÓ TINHA DEUS NA SUA BOCA. MORREU EM CRACÓVIA, COM A IDADE DE OITENTA E TRÊS ANOS, NO ANO DE 1473. SÃO JOÃO CÂNCIO, ROGAI POR NÓS!


Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by