A GRANDE VIRTUDE DA POBREZA - LITURGIA DIÁRIA , 22 DE DEZEMBRO DE 2011

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A GRANDE VIRTUDE DA POBREZA
DEUS PAI DIZ A SANTA CATARINA DE SENA QUE A HUMILDADE, FRUTO DO CONHECIMENTO DE SI MESMO, É A RAIZ DE TODAS AS VIRTUDES. ORA, SE FALTA A RAIZ, COMO HAVER VIRTUDE? A HUMILDADE, OU POBREZA CRISTÃ, É UMA VIRTUDE ALTÍSSIMA. ELA É UMA VIA PERFEITA DE IMITAÇÃO DO CRISTO, QUE FOI E É POBRE. QUALQUER RESISTÊNCIA A ESTA VERDADE IMPLICA NUM FALSO CONCEITO, OU DA POBREZA EVANGÉLICA, OU DA PESSOA DO CRISTO


A POBREZA, MOVIMENTO DA ALMA OPOSTO AO DA SOBERBA, ABRAÇA A DEUS E O AMA. PARA O POBRE É SUFICIENTE ESTAR COM ELE E SABER QUE, NÃO OBSTANTE A REPUGNÂNCIA DO PECADOR, DEUS O ABRAÇA E O QUER. ESTA VIRTUDE, PORÉM, COMO JÁ ESCREVI OUTRAS VEZES, NÃO CONSISTE EM QUALQUER TIMIDEZ OU MEDO, NEM QUALQUER TENDÊNCIA À OFENSA DE SI MESMO; NÃO SE TRATA DE INVENTAR COISAS, MAS DE CONHECER-SE. A POBREZA OU HUMILDADE É UMA OBJETIVIDADE NA CONSIDERAÇÃO DE SI MESMO. QUANDO UM S. FRANCISCO DE ASSIS OU OUTRO SANTO QUALQUER FALAVAM DA SUA PEQUENEZ E MISÉRIA, ISTO NÃO ERA QUALQUER AFIRMAÇÃO GRATUITA, MAS, AO CONTRÁRIO, ERA FRUTO DE UMA CLAREZA PARTICULAR. POR ISTO, A GRANDE TERESA D'AVILA ENSINA QUE "A HUMILDADE É A VERDADE". É IMPRESSIONANTE COMO A SOBERBA HUMANA LABUTA CONTRA A OBJETIVIDADE DO SAGRADO. UMA VEZ QUE ESTA (A OBJETIVIDADE DO SAGRADO) É ADMITIDA, O HOMEM SE VERÁ NECESSARIAMENTE DEPENDENTE, ISTO É, INCLUÍDO NUM CONTEXTO QUE LHE ULTRAPASSA, QUE LHE É ANTERIOR E QUE LHE EVIDENCIA, PORTANTO, A NULIDADE VALORATIVA DE SUA PRETENSÃO DE AUTO-SUFICIÊNCIA. É O "ÉS COMO DEUS" QUE É ATACADO NA RAIZ. É PRECISO, PORTANTO, ADERIR AO "ÉS EM DEUS". NISTO RESIDE A ALEGRIA DO HOMEM E A SUA NATURAL REALIZAÇÃO. É A POBREZA QUE, APAGANDO O FALSO BRILHO DO ORGULHO HUMANO, ABRE O HOMEM PARA A VERDADEIRA LUZ DE CRISTO. E ESTE CAMINHO É TÃO SUAVE, TÃO SABOROSO QUE NÃO DEIXA DE SER UM MISTÉRIO QUE O HOMEM TANTO RESISTA. SER POBRE IMPLICA DESAPEGAR-SE DOS PRÓPRIOS GOSTOS E, MUITAS VEZES, DAS PRÓPRIAS OPINIÕES. PORTANTO, A POBREZA CRISTÃ ENCERRA UM FORTE ELEMENTO NEGATIVO; CONTÉM O PROFUNDO SIGNIFICADO DO "NEGA-TE A TI MESMO". ESTE ELEMENTO É O CERNE DE QUALQUER VERDADEIRA CONVERSÃO, É O "ÓDIO A SI MESMO" BEM COMPREENDIDO. MAS ESTA NEGAÇÃO SE FAZ PARA QUE SEJA POSSÍVEL UMA OUTRA AFIRMAÇÃO. NEGO A MIM MESMO PARA ADERIR A UM OUTRO. NESTA ADESÃO, ESTÁ A COMPREENSÃO DA OBJETIVIDADE DESTE OUTRO, DO QUAL ME TORNO AMIGO. "SEREIS MEUS AMIGOS SE CUMPRIRDES O QUE VOS MANDO". A POBREZA PRÁTICA TORNA-SE, PORTANTO, OBEDIÊNCIA. ESTE CAMINHO É SUBLIME. DESFAÇO-ME DOS MEUS TORPES PRAZERES E DAS MINHAS ALEGRIAS EGOÍSTAS PARA ME ABRIR AO INIFINITO DA VERDADEIRA ALEGRIA QUE ME VEM DESTE OUTRO. "QUE A MINHA ALEGRIA ESTEJA EM VÓS E QUE A VOSSA ALEGRIA SEJA PLENA". EIS A "VIDA EM PLENITUDE" QUE SE INICIOU, PORÉM, COM UMA ESPÉCIE DE MORTE, A MORTE PARA SI MESMO. "QUEM PERDER A SUA VIDA POR CAUSA DE MIM, GANHÁ-LA-Á" E "SE A SEMENTE NÃO MORRER, NÃO PRODUZ FRUTO". EIS, PORTANTO, QUE OS QUE ADEREM A ESTA SUMA VERDADE SÃO OS QUE CONHECEM A VIDA. NÃO ESPANTA, ENTÃO, QUE ALGUÉM COMO STO ANDRÉ, CONVIDADO POR QUEM LHE MALTRATAVA A ABANDONAR A FÉ, TENHA RESPONDIDO: "AH... SE CONHECESSES O MISTÉRIO DA CRUZ". S. PAULO, TENDO-O CONHECIDO, ESCREVEU: "TUDO CONSIDERO A PREÇO DE NADA COMPARADO A ISTO". EIS, MEUS CAROS, O "TESOURO ESCONDIDO". COMPREM-NO... DESEJEM-NO... QUEIRAM-NO... INVISTAM NISSO. E OUSO USAR AS PALAVRAS DE S. LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT: "SE O FIZEREM, BENDIRÃO, NO DIA DE VOSSA MORTE, O DIA EM QUE ME DERAM OUVIDOS". EIS UMA RELAÇÃO QUE ALGUNS POSSAM ACHAR CURIOSA. DO POBRE, SE DIZ, EM GERAL, QUE CARECE DE ALGO, ENQUANTO DO RICO, PORÉM, SE LHE RECONHECE COMO TRAÇO TÍPICO A POSSE. NO ENTANTO, QUANDO TRATAMOS DA VERDADE, QUE É CRISTO, HÁ UMA ABERTURA NO POBRE PARA A SUA RECEPÇÃO, ENQUANTO QUE O RICO OU SOBERBO VÊ-SE DESPROVIDO DE CONHECÊ-LA. OBVIAMENTE QUE TRATO AQUI DE POBREZA E RIQUEZA, NÃO COMO SITUAÇÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS, MAS ANTES, COMO SE FAZEM PRESENTES NO CONTEXTO EVANGÉLICO. NOSSO SENHOR, NAS BEM AVENTURANÇAS, DIZ ALGO ESCLARECEDOR: “BEM AVENTURADOS OS POBRES, PORQUE VERÃO A DEUS”. SER POBRE É, POIS, COLOCAR-SE EM POSIÇÃO DE CONTEMPLAÇÃO. MAIS TARDE JESUS VAI AINDA DIZER: “PAI, DOU-TE GRAÇAS PORQUE REVELASTE ESTAS COISAS AOS PEQUENOS E AS ESCONDESTE DOS SOBERBOS”. OBSERVEMOS MELHOR ESTE PARADOXO. O POBRE NÃO SE CARACTERIZA SIMPLESMENTE POR NADA TER; É, ANTES, AQUELE QUE NÃO SE APEGA AO QUE TEM E, POR ISSO, DÁ TUDO. NOSSO SENHOR, EMBORA SEJA REI E SENHOR, NÃO APENAS FOI, MAS É VERDADEIRAMENTE POBRE. DEPOIS, O HOMEM POBRE SABE-SE POBRE E DISTO NASCE-LHE UMA ATITUDE DE ABERTURA A UM OUTRO, DE QUEM POSSA RECEBER ALGO. ESTA CONSIDERAÇÃO DA PRÓPRIA POBREZA É UMA APRECIAÇÃO VERDADEIRA DE SI MESMO. DAÍ STA TERESA D'ÁVILA DIZER QUE A HUMILDADE É A VERDADE, O QUE NUNCA É DEMAIS REPETIR. O POBRE É AINDA AQUELE QUE AMA A POBREZA, POIS É GRAÇAS A ELA QUE O OUTRO PODE VIR DAR-LHE O QUE LHE FALTA. ESTA ESPERA IMPLICA UMA CONSTANTE ABERTURA AO QUE VEM DO OUTRO, O QUE RESULTA TAMBÉM QUE O POBRE NUNCA SE BUSCA A SI MESMO. A POBREZA ORDENA, POIS, O HOMEM, O SUBMETENDO AO SEU FIM ÚLTIMO QUE É DEUS. AO NÃO SE BUSCAR A SI MESMO, O HOMEM PASSA A APRECIAR AS COISAS COM OBJETIVIDADE. COMPREENDE QUE DEUS ESTÁ SOBRE TUDO...O SOBERBO, PORÉM, NADA SABE, EMBORA ACHE SABER TUDO. SENDO MISERÁVEL, VÊ-SE RICO. AS FALSAS LUZES PROJETADAS SOBRE SI MESMO CEGAM-NO. DISTO NASCE UMA FALSA TERNURA PELO PRÓPRIO CORPO E PELAS PRÓPRIAS PREFERÊNCIAS, O QUE FAZ COM QUE SUA APRECIAÇÃO DOS EVENTOS E DOS SERES SEJA SEMPRE AFETADA. O HOMEM SOBERBO NÃO ESPERA DE UM OUTRO; BUSCA-SE SOMENTE A SI MESMO E ISTO LHE FECHA DIANTE DE DEUS. TORNA-SE IMPERMEÁVEL À GRAÇA. NELE NÃO HÁ A GRATUIDADE NEM A LEVEZA DO POBRE. É UM EMBOTADO, UM SUJEITO GROSSEIRO, A QUEM ESCAPAM AS MINUCIOSIDADES DA VIDA. É O HOMEM SENSUAL, DISTRAÍDO COM AS PRÓPRIAS FUTILIDADES, ENLAMEADO NA LAVAGEM QUE DEVORA. PENSANDO-SE SUPER, A ELE BEM SE APLICA A PERGUNTA DE DEUS FEITA AO HOMEM NOS DIÁLOGOS DE STA CATARINA DE SENA: “OH HOMEM, FOSTE CRIADO COMO IRMÃO DOS ANJOS E TE TORNASTE VIL ANIMAL; ONDE ESTÁ A TUA DIGNIDADE? DEUS RESISTE AOS SOBERBOS, MAS DÁ-SE AOS HUMILDES. OS SOBERBOS SERÃO HUMILHADOS, POIS SERÁ REVELADA A SUA INDIGÊNCIA; JÁ OS POBRES, QUE MANTÊM OS OLHOS CONSTANTEMENTE ELEVADOS À GRANDEZA DO FIRMAMENTO, SER-LHES-Á CONCEDIDO O QUE ESPERAM, E SERÃO EXALTADOS. ENQUANTO DIZ O POBRE: “MAIS QUE A TERRA SECA ANSEIA PELA CHUVA, A MINH'ALMA SUSPIRA POR TI”, O CÉU RESPONDE: “DELEITA-TE, ENTÃO, POIS QUEM BUSCA ENCONTRA. GRANDE COISA É A POBREZA; VIRTUDE DE REIS E SENHORES. JÁ DIZIA STA TERESA QUE SER POBRE É ASSENHORAR-SE, E ISTO NEM SEQUER SIGNIFICA UMA PROMESSA DE RECOMPENSA VINDOURA PELO FAZER-SE PEQUENO, MAS ANTES, MOSTRA QUE AS COISAS, DIANTE DE UM POBRE, OBEDECEM-LHE E SE REVELAM A ELE TAIS QUAIS SÃO. E AQUI ESTÁ A ÚLTIMA CARACTERÍSTICA QUE QUERO TRATAR, POR ORA, A ESTE RESPEITO: A VERDADE NÃO É ALGO QUE SE BUSQUE FRIAMENTE, COMO UM PESQUISADOR QUE SE DEBRUÇA SOBRE UM OBJETO INERTE. HÁ NELA ALGO DE REVELADO; ELA RESPONDE À ATITUDE DE QUEM A BUSCA; SONDA O CORAÇÃO, E DÁ-SE AO QUE A AMA VERDADEIRMENTE. O SOBERBO, AINDA QUE SAIBA REPETIR CONCEITOS E FÓRMULAS, NÃO LHE PENETRA A SUBSTÂNCIA, NÃO PROVA O VINHO CONTIDO NO CERNE DA VERDADE; NÃO A COMPREENDE, EMBORA AFIRME QUE A POSSUI. O AMOR, A VERDADE, A LUZ INFINITA NÃO LHE ENCANTAM E NÃO PASSAM DE UM CONCEITO DISTANTE E OBSCURO AOS SEUS OLHOS. AO POBRE, PORÉM, É DADO BEBER NA ADEGA, NA SOLIDÃO COM AQUELE QUE SE DÁ, CUJO AMOR É MAIS SABOROSO QUE O VINHO E A VERDADE MAIS RESPLANDESCENTE QUE O SOL. SÓ PARA ILUSTRAR TUDO ISTO QUE DIGO, CITO O EXEMPLO DE S. BENTO JOSÉ LABRÉ. UM DOS SANTOS MAIS POBRES DA IGREJA DE CRISTO. DELE SE DIZ QUE POSSUÍA O CONHECIMENTO INFUSO DAS SAGRADAS ESCRITURAS. NÃO OBSTANTE, SE INTERESSAVA PELAS MAIS MODESTAS AULAS DE CATECISMO MINISTRADAS ÀS CRIANÇAS. ASSISTIA ATENTO E, SUPONHO, ENCANTAVA-SE COM AQUILO QUE, AOS OLHOS SOBERBOS, SERIAM APENAS ALGUNS CONCEITOS INGÊNUOS... PARA ELE, PORÉM, AQUELAS SIMPLES PALAVRAS ERAM ESPÍRITO E VIDA; MUITO PROVAVELMENTE, O SEU CORAÇÃO ARDIA COM O MESMO FOGO PROMETIDO PELO ESPOSO: “EU VIM TRAZER FOGO À TERRA”. NA CONSUMAÇÃO DA POBREZA, A PLENITUDE DA VERDADE: “NAQUELE DIA NÃO ME PERGUNTAREIS MAIS COISA ALGUMA”. BENDITA SEJA PARA SEMPRE A SANTA POBREZA, ESPOSA DE CRISTO, PORTA PELA QUAL NOS CHEGA, LIVREMENTE, A LUZ DA ETERNIDADE E DA CONTEMPLAÇÃO DO VERBO. VEMOS, ENTÃO, QUE A POBREZA É A POSSIBILITADORA DO VERDADEIRO AMOR E ISTO É GRANDIOSO. É ELA QUE PERMITE O QUE OS SANTOS CHAMAM DE "PUREZA DE INTENÇÃO". ESTA RADIANTE VIRTUDE TEM SEU MÁXIMO EXPOENTE NO CRISTO CRUCIFICADO E NA VIRGEM SANTISSIMA. PORTANTO, SER POBRE, VERDADEIRAMENTE, É IMITÁ-LOS, OU SEJA, NÃO SE PODE IMITÁ-LOS SEM CULTIVAR A POBREZA ESPIRITUAL. ESTA, PORÉM, GRANDE INIMIGA DA TIMIDEZ, É AMIGA ÍNTIMA DA MAGNANIMIDADE. A POBREZA REJEITA O PEQUENINO E FÚTIL PELO VERDADEIRO BEM. ESTA VERDADE SE EXPRESSA EM VÁRIAS PASSAGENS DA SAGRADA ESCRITURA. PORTANTO, SER POBRE É, DE CERTA FORMA, SER OUSADO E, DESPREZAR AS COISAS RASTEIRAS POR ERGUER OS OLHOS AO CÉU – [AMOR E POBREZA , “DESPICERE TERRENA, CAELESTIA DESIDERARE"]

LITURGIA DO DIA 22 DE DEZEMBRO DE 2011


PRIMEIRA LEITURA: 1º SAMUEL 1, 24-28



IV SEMANA DO ADVENTO - (ROXO, PREF. DO ADVENTO II - OFÍCIO DO DIA) - LEITURA DO PRIMEIRO LIVRO DE SAMUEL - NAQUELES DIAS, 24APÓS TÊ-LO DESMAMADO, TOMOU-O CONSIGO, E LEVANDO TAMBÉM TRÊS TOUROS, UM EFÁ DE FARINHA E UM ODRE DE VINHO, CONDUZIU-O À CASA DO SENHOR EM SILO. O MENINO ERA AINDA MUITO CRIANÇA. 25IMOLARAM O TOURO E CONDUZIRAM O MENINO A HELI. 26ANA DISSE-LHE: OUVE, MEU SENHOR, POR TUA VIDA, EU SOU AQUELA MULHER QUE ESTEVE AQUI EM TUA PRESENÇA ORANDO AO SENHOR. 27EIS AQUI O MENINO POR QUEM OREI; O SENHOR OUVIU O MEU PEDIDO. 28PORTANTO, EU TAMBÉM O DOU AO SENHOR: ELE SERÁ CONSAGRADO AO SENHOR PARA TODOS OS DIAS DE SUA VIDA. E PROSTRARAM-SE NAQUELE LUGAR DIANTE DO SENHOR. - PALAVRA DO SENHOR


SALMO RESPONSORIAL (SALMO 1SM 2)


REFRÃO: MEU CORAÇÃO EXULTOU NO MEU SENHOR SALVADOR
1. ANA PRONUNCIOU ESTA PRECE: EXULTA O MEU CORAÇÃO NO SENHOR, NELE SE ELEVA A MINHA FORÇA; A MINHA BOCA DESAFIA OS MEUS ADVERSÁRIOS, PORQUE ME ALEGRO NA VOSSA SALVAÇÃO. - R.
2. QUEBRA-SE O ARCO DOS FORTES, ENQUANTO OS FRACOS SE REVESTEM DE VIGOR. OS ABASTADOS SE ASSALARIAM PARA GANHAREM O QUE COMER, ENQUANTO OS FAMINTOS SÃO SACIADOS. SETE VEZES DÁ À LUZ A ESTÉRIL, ENQUANTO A MÃE DE NUMEROSOS FILHOS ENLANGUESCE. - R.
3. O SENHOR DÁ A MORTE E A VIDA, FAZ DESCER À HABITAÇÃO DOS MORTOS E DE LÁ VOLTAR. O SENHOR EMPOBRECE E ENRIQUECE; HUMILHA E EXALTA. - R.


EVANGELHO: LUCAS 1, 46-56


PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO LUCAS - NAQUELE TEMPO, 46E MARIA DISSE: MINHA ALMA GLORIFICA AO SENHOR, 47MEU ESPÍRITO EXULTA DE ALEGRIA EM DEUS, MEU SALVADOR, 48PORQUE OLHOU PARA SUA POBRE SERVA. POR ISTO, DESDE AGORA, ME PROCLAMARÃO BEM-AVENTURADA TODAS AS GERAÇÕES, 49PORQUE REALIZOU EM MIM MARAVILHAS AQUELE QUE É PODEROSO E CUJO NOME É SANTO. 50SUA MISERICÓRDIA SE ESTENDE, DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO, SOBRE OS QUE O TEMEM. 51MANIFESTOU O PODER DO SEU BRAÇO: DESCONCERTOU OS CORAÇÕES DOS SOBERBOS. 52DERRUBOU DO TRONO OS PODEROSOS E EXALTOU OS HUMILDES. 53SACIOU DE BENS OS INDIGENTES E DESPEDIU DE MÃOS VAZIAS OS RICOS. 54ACOLHEU A ISRAEL, SEU SERVO, LEMBRADO DA SUA MISERICÓRDIA, 55CONFORME PROMETERA A NOSSOS PAIS, EM FAVOR DE ABRAÃO E SUA POSTERIDADE, PARA SEMPRE. 56MARIA FICOU COM ISABEL CERCA DE TRÊS MESES. DEPOIS VOLTOU PARA CASA. - PALAVRA DA SALVAÇÃO

SANTA TERESA D'AVILA, DOUTORA DA IGREJA, MESTRA DE ORAÇÃO : “E ACREDITEM, MINHAS FILHAS, PARA SEU BEM ME DEU O SENHOR A ENTENDER UM POUQUINHO DOS BENS QUE HÁ NA SANTA POBREZA. (...)A POBREZA É UM BEM QUE ENCERRA TODOS OS BENS DO MUNDO. É UMA GRANDE SOBERANIA; AFIRMO QUE SE ASSENHOREIA DE TODOS OS BENS QUEM NENHUM CASO FAZ DE OS DEIXAR. QUE CASO POSSO FAZER DOS REIS E DOS SENHORES, SE PARA ISTO FOR PRECISO DESCONTENTAR A DEUS? E O QUE SE ME DÁ DE SUAS HONRAS, SE ESTOU CONVENCIDA DE QUE PARA UM POBRE A MAIOR HONRA CONSISTE EM SER VERDADEIRAMENTE POBRE?PERSUADIDA ESTOU DE QUE HONRAS E DINHEIRO QUASE SEMPRE ANDAM JUNTOS: A QUEM DESEJA HONRAS NÃO ABORRECE O DINHEIRO, E A QUEM ELE ABORRECE, POUCO CASO FAZ DE HONRAS.ENTENDA-SE ISTO BEM: AO QUE ME PARECE, O DESEJO DAS HONRAS ANDA SEMPRE ACOMPANHADO DE ALGUM INTERESSE DE TER RENDAS E FORTUNA. NO MUNDO RARAMENTE SE HONRA QUEM É POBRE. PELO CONTRÁRIO, AINDA QUE MEREÇA SER HONRADO, É TIDO EM POUCO.A VERDADEIRA POBREZA TRAZ CONSIGO UMA DIGNIDADE QUE SE IMPÕE A TODOS. A POBREZA ABRAÇADA POR AMOR DE DEUS NÃO PRECISA CONTENTAR A NINGUÉM SENÃO A ELE. É COISA CERTÍSSIMA: NÃO HAVENDO NECESSIDADE DE NINGUÉM, TEM MUITOS AMIGOS. TENHO DISTO BOA EXPERIÊNCIA. PORQUE TANTO SE TEM ESCRITO SOBRE ESTA VIRTUDE, QUE NÃO SABEREI ENTENDER, QUANTO MAIS DIZER, NADA MAIS DIREI PARA NÃO AGRAVÁ-LA COM MEUS LOUVORES. APENAS REFERI O QUE TENHO VISTO POR EXPERIÊNCIA E CONFESSO, FIQUEI TÃO ABSORVIDA QUEM NEM REPAREI NO QUE ESTAVA ESCREVENDO. MAS ENFIM, ESTÁ DITO.(...) GRANDÍSSIMO É O PRÊMIO, E, QUANDO OUTRO NÃO HOUVERA SENÃO CUMPRIR O QUE NOS ACONSELHOU O SENHOR, GRANDE PAGA SERIA IMITAR EM ALGUMA COISA SUA MAJESTADE.(...) COMO DIZIA SANTA CLARA, GRANDES MUROS SÃO OS DA POBREZA. COM ESTES E COM OS DA HUMILDADE QUERIA ELA CERCAR OS SEUS MOSTEIROS. COM EFEITO, SE VERDADEIRAMENTE GUARDARDES ESTAS VIRTUDES, FICARÁ A HONESTIDADE E TUDO MAIS MUITO MELHOR FORTALECIDOS QUE MEDIANTE OS MAIS SUNTUOSOS EDIFÍCIOS.(...) SUA MAJESTADE NOS TENHA SEMPRE DE SUA MÃO, PARA QUE JAMAIS NOS APARTEMOS DA POBREZA. AMÉM" [FONTE : SANTA TERESA D'AVILA, LIVRO CAMINHO DE PERFEIÇÃO] SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO , BISPO E DOUTOR DA IGREJA : "QUEM AMA AS RIQUEZAS, DIZIA SÃO FELIPE NERI, NÃO CHEGARÁ A SER SANTO. E AFIRMAVA SANTA TERESA: É CLARO QUE VAI PERDIDO QUEM CAMINHA ATRÁS DE COISAS PERDIDAS. PELO CONTRÁRIO, DIZIA A MESMA SANTA QUE A VIRTUDE DA POBREZA ABARCA TODOS OS DEMAIS BENS. DISSE: "A VIRTUDE DA POBREZA", QUE, COMO DIZ SÃO BERNARDO, NÃO CONSISTE EM SER POBRE, SENÃO EM AMAR A POBREZA. POR ISTO AFIRMA JESUS CRISTO: "BEM AVENTURADOS OS POBRES DE ESPÍRITO, PORQUE DELES É O REINO DOS CÉUS" (MT 5,3). BEM AVENTURADOS PORQUE NÃO QUEREM OUTRA COISA MAIS QUE A DEUS E EM DEUS ENCONTRAM TODO BEM E ENCONTRAM NA POBREZA SEU PARAÍSO NA TERRA, COMO O ENTENDEU SÃO FRANCISCO AO DIZER: "MEU DEUS E MEU TUDO". AMEMOS ESSE BEM NO QUAL ESTÃO TODOS OS BENS, COMO EXORTA SANTO AGOSTINHO: AMA UM BEM NO QUAL ESTÃO TODOS OS DEMAIS. E ROGUEMOS AO SENHOR COM SANTO INÁCIO: DÁ-ME SÓ TEU AMOR, QUE SE ME DÁS TUA GRAÇA SOU DE TODO RICO. E QUANDO NOS AFLIJA A POBREZA, CONSOLEMO-NOS SABENDO QUE JESUS E SUA MÃE SANTÍSSIMA FORAM POBRES COMO NÓS. DIZ SÃO BOAVENTURA: O POBRE PODE RECEBER MUITO CONSOLO COM A POBREZA DE MARIA E A DE CRISTO. MÃE MINHA AMANTÍSSIMA, COM QUANTA RAZÃO DISSESTE QUE EM DEUS ESTAVA TEU GOZO: "E SE ALEGRA MEU ESPÍRITO EM DEUS MEU SALVADOR", PORQUE NESTE MUNDO NÃO AMBICIONASTE NEM AMASTE OUTRO BEM MAIS QUE A DEUS. ATRAI-ME APÓS TI. SENHORA, DESPRENDE-ME DO MUNDO E ATRAI-ME A TI PARA QUE AME O ÚNICO QUE MERECE SER AMADO. AMÉM" – [FONTE : SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO, LIVRO AS GLÓRIAS DE MARIA]
A IGREJA CELEBRA HOJE , SANTA FRANCISCA XAVIER CABRINI
- CHAMADA POR PIO XII DE "HEROÍNA DOS TEMPOS MODERNOS", SANTA FRANCISCA NASCEU EM SANT'ANGELO DE LÓDI, NA LOMABARDIA, ITÁLIA, EM 1850. ÚLTIMA DOS 13 FILHOS DE AGOSTINHO CABRÍNI E ESTELA OLDINI, RECEBEU NO BATISMO O NOME DE MARIA FRANCISCA, AO QUAL MAIS TARDE AJUNTOU O DE XAVIER, PELO SEU AMOR E VENERAÇÃO AO APÓSTOLO DAS ÍNDIAS.AOS 11 ANOS FEZ VOTO DE CASTIDADE. SEGUIU A CARREIRA DO MAGISTÉRIO COM AS RELIGIOSAS FILHAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS, EM ARLUNO, TERMINANDO-A AOS 18 ANOS. SENTINDO VOCAÇÃO DIVINA, PRETENDEU ENTRAR PARA ESSA CONGREGAÇÃO RELIGIOSA, MAS FOI RECUSADA POR FALTA DE SAÚDE. APÓS ISSO, SANTA FRANCISCA TRANSLADOU-SE À "CASA DA PROVIDÊNCIA" EM CODOGNO, A FIM DE A REFORMAR, POIS ESTAVA EM FRANCA DECADÊNCIA. FEZ A PROFISSÃO EM 1877 E A PARTIR DISSO, EM MEIO A GRANDES TRIBULAÇÕES E SOFRIMENTOS, ELA ENCONTROU AS SETE PRIMEIRAS COMPANHEIRAS DE SUA FUTURA OBRA.TRÊS ANOS MAIS TARDE, FUNDOU UMA NOVA CONGREGAÇÃO RELIGIOSA. A 10 DE NOVEMBRO DE 1880 ALOJOU-SE, COM SETE COMPANHEIRAS, NUM DESMANTELADO CONVENTO FRANCISCANO, ONDE, A 14 DO MESMO MÊS, DEU PRINCÍPIO AO NOVO INSTITUTO, COM A INAUGURAÇÃO DE UMA CAPELA EM HONRA AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS. UM MÊS MAIS TARDE, A SUA OBRA RECEBIA A APROVAÇÃO EPISCOPAL. FRANCISCA CONTAVA ENTÃO 30 ANOS. ENQUANTO SE DEDICAVA COM AS COMPANHEIRAS À EDUCAÇÃO DAS MENINAS E À CATEQUIZAÇÃO DOS RAPAZES, FOI COMPONDO AS REGRAS DO SEU INSTITUTO, OBRA DE PRUDÊNCIA SOBRE-HUMANA, QUE RECEBEU APROVAÇÃO EPISCOPAL EM 1881 E A DEFINITIVA DA SANTA SÉ EM 1907. EM 1884, COM 7 ANOS DE VIDA, A OBRA JÁ CONTAVA COM CINCO CASAS. EM 1887, PARTIU PARA ROMA ONDE, A PRINCÍPIO, SÓ ENCONTROU DIFICULDADES E PORTAS FECHADAS ATÉ QUE, COM FÉ, SIMPLICIDADE E PERSEVERANÇA, SANTA FRANCISCA OBTEVE A AUTORIZAÇÃO DO CARDEAL VIGÁRIO PARA CONSTRUIR UMA ESCOLA GRATUITA PARA POBRES FORA DA PORTA PIA E UM ASILO INFANTIL NA SABINA, EM ASPRA.EM 1912 FEZ A SUA ÚLTIMA VIAGEM DE ROMA A NOVA IORQUE. A SANTA FUNDADORA DAS MISSIONÁRIAS DO SAGRADO CORAÇÃO MORREU EM ILLINOIS, PERTO DE CHICAGO, A 22 DE DEZEMBRO DE 1917, COM 67 ANOS DE IDADE. IGUAL ERA O NÚMERO DAS CASAS QUE ENTÃO DEIXARA FUNDADAS E QUE EM 1938 SUBIAM A MAIS DE 100, COM CERCA DE 4.000 RELIGIOSAS.A FAMA DAS SUAS VIRTUDES E OS PRODÍGIOS POR ELA OPERADOS FIZERAM QUE LOGO APÓS A MORTE SE COMEÇASSE O PROCESSO DA SUA BEATIFICAÇÃO, QUE VEIO A SE REALIZAR EM 1938. FOI CANONIZADA PELO PAPA PIO XII A 7 DE JULHO DE 1946

Compartilhe este artigo, evangelize! :

0 comentários:

Deixe seu comentario

O que você achou do artigo... !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Support : | |
Copyright © 2011. Nossa Senhora de Medjugorje - All Rights Reserved
Template Created by Nossa Senhora de Medjugorje, Aparições de Nossa Senhora
Proudly powered by